Papinhas para bebês de 6 meses: 7 receitas deliciosas

As papinhas podem ser incluídas na alimentação do bebê a partir do 6º mês de vida, porque, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o leite materno exclusivo e sob livre demanda, que é quando o bebê quiser mamar, deve ser priorizado até esta idade. No caso de bebês que não mamam, deve-se usar a fórmula infantil, de acordo com a orientação do pediatra.

É importante lembrar que não é recomendado adicionar sal ou açúcar nas papinhas dos bebês, assim como não se deve liquidificar os alimentos, passar no mixer ou peneira. As papinhas podem ser amassadas com um garfo ou raspadas com uma colher, para ajudar no desenvolvimento da mastigação, respiração e no reconhecimento dos diferentes sabores e texturas dos alimentos pelo bebê.

Os novos alimentos devem ser introduzidos na dieta do bebê de forma gradual, devendo ser oferecida uma papa "salgada" no almoço ou no jantar, com cereais ou tubérculos, vegetais frescos, proteína e leguminosas, e uma papa de frutas frescas, nos lanches da manhã e da tarde, complementando o leite materno ou a fórmula infantil. Veja como iniciar a alimentação do bebê aos 6 meses.

Papinhas para bebês de 6 meses: 7 receitas deliciosas

Papinhas de fruta

As papinhas de fruta são naturalmente doces e saborosas, devendo-se priorizar as frutas frescas, bem lavadas e sem a casca. Veja como lavar bem as frutas e verduras.  

Ao preparar as papinhas, é importante ter cuidado para que não fiquem pedaços grandes da fruta para evitar que o bebê engasgue.

Algumas opções de papinhas de frutas são:

1. Papinha de maçã

A papinha de maçã além de saborosa, contém fibras que ajudam no bom funcionamento do intestino. Além disso, a fruta é rica em vitamina A, vitamina C e vitamina E que  fortalecem o sistema imunológico do bebê.

Ingredientes:

  • 1 maçã vermelha ou verde;
  • 1 litro de água filtrada.

Modo de preparo:

Lavar bem, retirar a casca e as sementes, e cortar a maçã em pedaços pequenos. Em uma panela, colocar a água e adicionar a maçã. Ferver por aproximadamente 5 minutos. Quando estiver cozida, retirar da panela, aguardar amornar e amassar a maçã com um garfo. Esperar esfriar e servir com uma colher em pequenas porções.

2. Papinha de banana com mamão

A papinha de banana com mamão é naturalmente doce e pode ser feita para prevenir e combater a prisão de ventre. Já a banana é rica em fibras que também ajudam na formação das fezes.

Ingredientes:

  • 1 fatia de mamão papaia sem sementes e sem casca;
  • ⅓ de banana nanica.

Modo de preparo:

Em um prato, amassar a fatia de mamão com um garfo. De forma separada, no mesmo prato, amassar a banana com um garfo e servir as frutas separadas para o bebê. É importante verificar que não ficou nenhum pedaço de fruta inteiro.

3. Papinha de abacate com pera

A papinha de abacate com pera é rica em nutrientes como vitamina A, vitamina do complexo B, vitamina C, vitamina E e vitamina K, além de ter boas quantidades de minerais, como potássio, fósforo e magnésio, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico do bebê e melhoram o funcionamento do intestino.

Ingredientes:

  • ½ pera sem casca;
  • 2 colheres de sopa de abacate picado.

Modo de preparo:

Raspar a metade da pera com uma colher e colocar em um prato. No mesmo prato, amassar o abacate com um garfo. Servir as frutas de forma separada e em pequenas porções para o bebê.

Papinhas "salgadas"

As papinhas "salgadas" devem ser feitas com vegetais, tubérculos ou cereais, leguminosas e proteínas e os alimentos podem passar a ser amassados com o garfo e a carne bem cozida e desfiada, tendo-se o cuidado de não deixar pedaços grandes.

Para o preparo das papinhas podem ser usados temperos e ervas frescas, omo cebola, alho, salsa ou coentro. No entanto, o sal não deve ser usado nas refeições dos bebês.

Algumas opções de papinhas salgadas são:

1. Papinha de batata e abobrinha

A papinha de batata com abobrinha é rica em fibras, vitamina A, vitamina do complexo B e vitamina C, e minerais como fósforo, potássio, cálcio e magnésio, nutrientes essenciais para o desenvolvimento saudável do bebê.

Além disso, a abobrinha tem uma grande quantidade de água, ajudando na hidratação do bebê e sendo fácil de digerir. Confira todos os benefícios da abobrinha para a saúde

Ingredientes:

  • 1 batata inglesa pequena sem casca;
  • ½ abobrinha pequena;
  • 1 colher de café de salsa fresca picada;
  • Água filtrada.

Modo de preparo:

Lavar bem a batata, a salsa e a abobrinha. Descascar a batata e cortar em cubos e colocar em uma panela. Cortar a abobrinha em cubos e colocar na panela. Cobrir os legumes com a água e cozinhar por aproximadamente 5 minutos ou até os legumes ficarem bem cozidos. Desligar o fogo, escorrer os legumes e adicionar a salsa picada.

Em um prato, colocar 1 colher de sopa de batata cozida e amassar com um garfo. Adicionar 1 colher de sopa de abobrinha cozida e amassar com um garfo. Acrescentar ao prato 1 colher de sopa de proteína (frango, carne ou peixe) e amassar ou desfiar e 1 colher de sopa de leguminosas (feijão, grão de bico ou soja) cozidas e amassar com um garfo. Esperar amornar e servir os alimentos de forma separada para o bebê.

2. Papinha de batata doce com cenoura

Papinhas para bebês de 6 meses: 7 receitas deliciosas

A papinha de batata doce com cenoura é rica em betacaroteno, vitamina A, vitamina B e vitamina C, além de ter boas quantidades de fibras, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, a manter o bom funcionamento do intestino.

Além disso, essa papinha é uma ótima fonte de energia para o crescimento e desenvolvimento saudável do bebê. 

Ingredientes:

  • 1 batata doce pequena;
  • ½ cenoura.
  • Água filtrada.

Modo de preparo:

Lavar e descascar a batata doce e a cenoura, cortar em cubos e levar para cozinhar em uma panela com água, em fogo médio, por 7 minutos ou até ficarem bem macias. Apagar o fogo e escorrer os legumes.

Em um prato, colocar 1 colher de sopa de cenoura cozida e amassar com um garfo. Colocar 1 colher de sopa de batata doce e amassar o garfo. Adicionar 1 colher de sopa de proteína (frango, carne ou peixe) e amassar ou desfiar e 1 colher de sopa de leguminosas (feijão, grão de bico ou soja) cozidas e amassar com um garfo. Esperar amornar e servir de forma separada para o bebê.

3. Papinha de beterraba com abóbora

A papinha de beterraba com abóbora é rica em nutrientes como betacaroteno, vitamina A, e vitamina C, ferro, zinco, potássio e cálcio, essenciais para o desenvolvimento dos ossos, para fortalecer o sistema imunológico e proteger o sistema nervoso do bebê.

Ingredientes:

  • 1 fatia de abóbora;
  • 1 beterraba sem casca;
  • Água filtrada.

Modo de preparo:

Lavar bem, descascar e cortar a abóbora em pequenos pedaços. Colocar a abóbora em uma panela com água e levar ao fogo para cozinhar em fogo médio por 10 minutos ou até ficar bem macia. Lavar bem, descascar e cortar a beterraba. Em outra panela, cozinhar a beterraba cortada em pedaços até ficar macia. Apagar o fogo e escorrer os legumes. 

Em um prato, colocar 1 colher de sopa de abóbora cozida e amassar com um garfo. Adicionar 1 colher de sopa de beterraba cosida e amassar com um garfo. Acrescentar ao prato 1 colher de sopa de proteína (frango, carne ou peixe) e amassar ou desfiar e 1 colher de sopa de leguminosas (feijão, grão de bico ou soja) cozidas e amassar com um garfo. Servir os alimentos de forma separada para o bebê.

4. Papinha de arroz com frango e legumes

A papinha de arroz com frango e legumes é rica em proteínas que ajudam na formação dos músculos. Além disso, essa papinha também tem boas quantidades de carboidratos, fornecendo energia para o desenvolvimento e o crescimento do bebê.

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de espinafre lavado e picado;
  • 1 colher de sopa de arroz lavado;
  • ½ cenoura pequena picada em cubos médios;
  • 2 colheres de sopa de frango cortado em cubos;
  • 1 colher de café de coentro fresco lavado e picado;
  • Água filtrada.

Modo de preparo:

Colocar todos os ingredientes, exceto o espinafre e o coentro, em uma panela e cobrir com água. Levar ao fogo médio e cozinhar até que todos os ingredientes estejam bem macios. Quando estiver faltando 3 minutos para ficar pronto, acrescentar as folhas de espinafre e de coentro. Esperar amornar.

Em um prato, colocar 1 colher de sopa da cenoura cozida e amassar. Acrescentar 1 colher de sopa do espinafre cozido e desfiar ou amassar com um garfo. Adicionar 1 colher de sopa do frango cozido e desfiar com um garfo. Por fim, colocar 1 colher de sopa do arroz cozido e amassar com um garfo, servindo os alimentos de forma separada para o bebê.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Manual de orientação do departamento de nutrologia: alimentação do lactente ao adolescente, alimentação na escola, alimentação saudável e vínculo mãe-fi lho, alimentação saudável e prevenção de doenças, segurança alimentar. 2012. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/publicacoes/14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf>. Acesso em 08 Mar 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia Alimentar Para Crianças Brasileiras Menores De 2 Anos. 2019. Disponível em: <http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf>. Acesso em 25 Fev 2021
Mais sobre este assunto: