Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Alimentação do bebê dos 9 aos 12 meses

A alimentação do bebê dos 9 aos 12 meses de idade ainda deve priorizar o leite materno ou a fórmula infantil, que devem ser oferecidos no café da manhã, nos lanches da manhã e da tarde, e antes de dormir. 

No entanto, a comida passa a fornecer mais nutrientes que o bebê precisa para se desenvolver nesta fase, sendo importante também oferecer uma papa de fruta nos lanches da manhã e da tarde, e uma papa principal no almoço e no jantar.

Dos 9 aos 12 meses é importante ficar atento aos sinais de fome e de saciedade do bebê, assim como é necessário prestar atenção na quantidade de comida que ele come. Além disso, é fundamental que se incentive o bebê a pegar os alimentos com as mãos e a levar a colher com alimento até a boca. Veja mais sobre a alimentação do bebê dos 0 aos 12 meses.

Alimentação do bebê dos 9 aos 12 meses

A alimentação do bebê deve ser feita de acordo com a idade:

1. Dos 9 aos 11 meses

A alimentação do bebê dos 9 aos 11 meses deve ser composta por 6 refeições diárias e as preparações devem passar gradativamente para as mesmas consumidas pela família, como nos exemplos a seguir:

  • Café da manhã: leite materno ou fórmula infantil;
  • Lanche da manhã e da tarde: papa de fruta fresca + leite materno ou fórmula infantil;
  • Almoço e jantar: papa principal, preparada com 1 colher de sopa de cereais, como arroz e milho, ou tubérculos, como cará e batata doce + 1 colher de sopa de vegetais, como chuchu, abobrinha e vagem + 1 colher de sopa de leguminosas, como lentilha + 1 colher de sopa de proteína, como carne ou ovo;
  • Antes de dormir: leite materno ou fórmula infantil.

Além disso, pode-se oferecer 1 pedaço pequeno de fruta no almoço e no jantar, para ajudar a melhorar a absorção do ferro das papas principais. Veja algumas receitas de papas para bebês a partir dos 9 meses.

É importante que os alimentos sejam servidos picados, amassados e as carnes desfiadas, e servidos separadamente no prato, para que se estimule o contato com os diferentes sabores e texturas, além de ajudar a desenvolver a mastigação do bebê.

Ingestão de água: a ingestão de água recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria para o bebê dos 9 aos 11 meses é de 800 ml por dia, considerando a água presente no leite materno ou usada no preparo da fórmula infantil, a água das sopas e ensopados e a água pura, que deve ser oferecida, em copos ou xícaras, nos intervalos das refeições.

2. A partir dos 12 meses

A alimentação a partir dos 12 meses deve ser a mesma que o resto da família. Além disso, nesta fase o bebê pode consumir uma quantidade um pouco maior de alimentos e mais frutas ao longo do dia. O bebê a partir dos 12 meses também faz 6 refeições por dia, como explicado no exemplo a seguir:

  • Café da manhã: ½  porção de fruta fresca + leite materno ou 200 ml de leite de vaca integral; ou cereais, como pão, aveia e cuscuz de milho + leite materno ou 200 ml de leite de vaca integral; ou raízes e tubérculos, como aipim, batata-doce e inhame + leite materno ou 200 ml de leite de vaca integral;
  • Lanche da manhã e da tarde: 1 porção de fruta fresca + leite materno ou 200 ml de  leite de vaca integral;
  • Almoço e Jantar: refeição preparada com 1 colher de sopa de cereais, como arroz e quinoa, ou tubérculos, como inhame e batata doce + 2 colheres de sopa de vegetais, como chuchu, tomate e espinafre + 2 colheres de sopa de leguminosas, como feijão fradinho + 1 colher de sopa de proteína, como carne, peixe ou ovo;
  • Antes de dormir: leite materno ou 200 ml de leite de vaca integral.

A partir dos 12 meses a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a ingestão do leite de vaca para os bebês que não mamam no peito, pois é uma bebida rica em cálcio, um mineral importante para a formação dos ossos e dentes da criança. No entanto, o consumo diário não deve ser acima de 600 ml, pois o leite pode diminuir a absorção do ferro, um mineral importante para evitar anemia.

Ingestão de água: é recomendado que se dê em torno de 1300 ml de água por dia para o bebê a partir dos 12 meses, incluindo a água do leite materno, a água usada em preparações como sopas e ensopados e a água pura, que deve ser oferecida entre as refeições e em copo ou xícara.

O que o bebê não deve comer

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o bebê não deve comer alimentos industrializados, como chocolates, salsichas, sorvetes, biscoitos, sucos de caixinha ou em pó, refrigerantes, pizza ou molhos prontos, como ketchup e maionese. Além disso, também não é recomendado usar sal ou açúcar na preparação das refeições de crianças até os 2 anos de idade. Veja outros alimentos que o bebê não pode comer até os 2 anos de idade.

Dos 9 aos 12 meses de idade, o paladar do bebê ainda está em desenvolvimento, por isso a ingestão de alimentos ricos em gordura, açúcar ou sal pode contribuir para um hábito alimentar ruim, causando obesidade ou outros problemas de saúde durante a infância ou adolescência.

Receitas para o bebê dos 9 aos 12 meses

Seguem abaixo 2 sugestões de receita para alimentação do bebê dos 9 aos 12 meses:

1. Arroz com feijão e peixe desfiado

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de feijão cozido;
  • 2  colheres de sopa de arroz cru;
  • 1 posta de peixe cru;
  • 2 colheres de chá de cebola ralada;
  • 1 colher de chá de alho picado;
  • 2 colheres de café de azeite;
  • 1 colher de chá de salsa fresca;
  • 2 xícaras e meia de água.

Modo de preparo:

Aquecer 1 colher de café de azeite em uma panela e refogar o alho e cebola por 2 minutos. Adicionar o arroz, refogar por mais 2 minutos e colocar 2 xícaras de água. Deixar o arroz cozinhar até que os grãos estejam macios e reservar. Aquecer uma panela, colocando 1 colher de café de azeite e 1 colher de chá de cebola ralada e refogar por 2 minutos. Adicionar o peixe e ½ xícara de água e cozinhar por 15 minutos. Adicionar a salsa fresca, misturando bem ao peixe. No prato, colocar separadamente, o feijão cozido, o peixe desfiado e o arroz e amassar com o garfo, servindo esta porção com 2 colheres de vegetais cozidos.

2. Cozido para criança

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa de patinho, coxão mole ou músculo;
  • 3 rodelas de banana da terra;
  • 1 colher de sopa de cenoura picada;
  • 1 colher de sopa de batata doce picada;
  • 1 colher de sopa de batata inglesa picada;
  • 1 colher de sopa de repolho branco;
  • 1 colher de chá de cheiro verde;
  • 1 colher de chá de alho;  
  • 1 colher de chá de cebola picada
  • 1 colher de chá de azeite;
  • 2 xícaras e meia de chá de água.

Modo de preparo:

Em uma panela, aquecer o azeite e refogar o alho por 2 minutos. Adicionar a carne e refogar por mais 4 minutos. Acrescentar a água e deixar cozinhar até que a carne fique macia. Descascar e cortar em cubos a batata, a batata doce, a cenoura, o repolho e a cebola. Colocar na panela, junto com a carne, cada um dos vegetais, deixando cozinhar por mais 15 a 20 minutos. Ao final, adicionar a banana em rodelas e o cheiro verde. 

Em um prato, colocar 1 colher de sopa de batata, 1 colher de sopa de batata doce, 1 colher de sopa de banana cozida, 2 colheres de sopa de cenoura com repolho e amassar ou picar e m pedaços pequenos esses vegetais. Adicionar 1 colher de sopa da carne e desfiar. É importante que todos os alimentos fiquem separados no prato para que o bebê possa reconhecer as diferentes texturas e sabores.

Veja com a nossa nutricionista o que fazer para que a criança coma melhor:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Receitas Regionais para crianças de 6 a 24 meses. 2010. Disponível em: <https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/11/12-receitas-regionais-para-criancas-de-6-a-24-meses.pdf>. Acesso em 14 Jul 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE, DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA, COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO. Guia alimentar para crianças menores de 2 anos. 2018. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/julho/12/Guia-Alimentar-Crianca-Versao-Consulta-Publica.pdf>. Acesso em 14 Jul 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. DEPARTAMENTO DE NUTROLOGIA. Manual de orientação para a alimentação do lactente, do pré-escolar, do escolar, do adolescente e na escola. 2012. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/publicacoes/14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf>. Acesso em 14 Jul 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Qual a quantidade de água que bebês e crianças precisam tomar?. 2018. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/qual-a-quantidade-de-agua-que-bebes-e-criancas-precisam-tomar/>. Acesso em 14 Jul 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...