Otoscopia: o que é, para que serve e como é feita

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
maio 2022

A otoscopia é um exame que serve para avaliar as estruturas do ouvido, como o canal auditivo e o tímpano, de forma a identificar alterações, infecções ou lesões.

Este exame pode ser feito em adultos e crianças através de um aparelho chamado de otoscópio, que possui um lente de aumento e uma luz para ajudar na visualização do interior do ouvido.

Geralmente a otoscopia é realizada quando existem sintomas como coceira, vermelhidão, dor e saída de secreção do ouvido, ou quando há suspeita de rutura do tímpano, por exemplo.

Para que serve

A otoscopia é um exame que permite visualizar as estruturas internas do ouvido, por isso permite identificar problemas como:

Para confirmar o diagnóstico de alguma doença do ouvido, o médico também poderá indicar outros exames complementares à otoscopia que podem ser a pneumo-otoscopia, que é quando se acopla um borracha pequena no otoscópio para verificar a mobilidade do tímpano, e a audiometria, que avalia a mobilidade e as variações de pressão do tímpano e do canal auditivo.

Qual médico consultar

A otoscopia é normalmente realizada pelo otorrinolaringologista no consultório, quando existem sintomas que possam indicar uma alteração no ouvido. No entanto, este exame também pode ser feito por um clínico geral, por exemplo.

Como é feito o exame

O exame de otoscopia serve para examinar o ouvido e é feito de acordo com as seguintes etapas:

  1. Antes do exame, a pessoa deve ficar na posição sentada, que é a maneira mais comum de realizar o exame;
  2. Primeiramente o médico avalia a estrutura da orelha externa, observando se a pessoa tem dor ao apertar um local específico ou se apresenta alguma lesão ou ferida nesta região;
  3. Se o médico observar a presença de muita cera no ouvido, fará uma limpeza, pois o excesso de cera atrapalha a visualização da parte interna do ouvido;
  4. Em seguida, o médico irá mexer a orelha para cima e se for criança, puxará a orelha para baixo, e introduzirá a ponta do otoscópio no orifício da orelha;
  5. O médico fará uma análise das estruturas do ouvido, olhando as imagens no otoscópio, que funciona como uma lupa;
  6. Se for observado secreções ou líquidos, o médico poderá fazer uma coleta para enviar para o laboratório;
  7. Ao final do exame, o médico retira o otoscópio e faz a limpeza do espéculo, que é a ponta do otoscópio que é introduzido dentro do ouvido.

O médico fará esse processo primeiro no ouvido sem sintomas e depois no ouvido que a pessoa se queixa de dor e coceira, por exemplo, para que se houver infecção não passe de um ouvido para o outro. 

Este exame também pode ser indicado para identificar algum objeto estranho dentro do ouvido e muitas vezes, pode ser necessária a realização de otoscopia com auxílio de vídeo, que permite a visualização das estruturas do ouvido de uma forma bem ampliada através de um monitor. 

Como deve ser o preparo

Para a realização de otoscopia no adulto não precisa ser feito nenhum tipo de preparo, já na criança é necessário mantê-la abraçada com a mãe, para que seja possível segurar os braços com uma mão e a outra mão fique apoiando a cabeça da criança, e assim ela fique tranquila e relaxada. Esta posição evita que a criança se mexa e machuque o ouvido na hora do exame.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em maio de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em fevereiro de 2020.

Bibliografia

  • PIGNATARI, Shirley S.N.; ANSELMO-LIMA, Wilma T. Tratado de Otorrinolaringologia. 3.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. 49-65.
  • INTERAMERICAN ASSOCIATION OF PEDIATRIC OTORHINOLARYNGOLOGY. Exame otológico da criança. Disponível em: <http://www.iapo.org.br/novo/secao.asp?s=69>. Acesso em 07 fev 2020
Mostrar bibliografia completa
  • MEDICINA RIBEIRÃO PRETO. Semiologia otorrinolaringologia. Disponível em: <http://revista.fmrp.usp.br/1996/vol29n1/semiologia_otorrinolaringologica.pdf>. Acesso em 07 fev 2020
  • ENDO, Luiza H.; CURI, Silvia B. Otoscopia e timpanometria no diagnóstico de otite média secretora. Jornal de Pediatria. Vol.74, n.5. 353-354, 1998
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.