Iodo: o que é, para que serve e quantidade recomendada

Setembro 2021

O iodo é um mineral essencial para o bom funcionamento do organismo, pois é fundamental para a formação dos hormônios T3 e T4, que são hormônios tireoidianos relacionados com o metabolismo das células, além de estarem relacionados com o crescimento e desenvolvimento.

Dessa forma, é importante ter níveis ideais de iodo circulando no sangue, o que corresponde a 150 mcg para pessoas acima de 14 anos e 220 mcg para mulheres grávidas, caso contrário há maior risco de desenvolver doenças e complicações relacionadas com a falta desse mineral, como hipertireoidismo, bócio e câncer de tireoide, por exemplo.

Assim, é importante que os alimentos ricos em iodo façam parte da alimentação do dia a dia, como o salmão, arenque, ovo cozido, queijo parmesão, couve-flor cozida, alface e sal iodado, por exemplo. Nos casos em que não é possível obter as quantidades ideais de iodo através da alimentação, pode ser recomendado pelo médico o uso de suplemento.

Alimentos ricos em iodo
Alimentos ricos em iodo

Para que serve

O iodo é um mineral essencial para o organismo, servindo para diversas funções, sendo as principais:

  • Formar os hormônios T3 e T4 pela tireoide, prevenindo doenças relacionadas com essa glândula, como hipertireoidismo, bócio e câncer;
  • Promover o crescimento fetal e o desenvolvimento do sistema nervoso;
  • Regular o metabolismo energético;
  • Promover a eliminação de gordura que está em excesso na circulação, prevenindo doenças cardiovasculares;
  • Prevenir infertilidade nas mulheres, já que mantém os hormônios tireoidianos adequados;

Além disso, cremes com iodo podem ser aplicados na pele para combater e prevenir infecções, melhorar a cicatrização de feridas na boca durante a quimioterapia e tratar feridas e úlceras em diabéticos.

Quantidade recomendada

Na tabela a seguir é indicada a recomendação mínima de ingestão diária para evitar a deficiência de iodo nas diferentes fases da vida:

Idade

Recomendação em mcg

De 0 a 6 meses

110 mcg / dia

De 7 meses a 1 ano

130 mcg / dia

De 1 a 9 anos

90 mcg / dia

De 9 a 13 anos

120 mcg / dia

A partir de 14 anos

150 mcg / dia

Gestantes

220 mcg / dia

Mulheres que amamentam

290 mcg / dia

Quando o suplemento é indicado

O suplemento de iodo é indicado quando é identificada deficiência desse mineral e os níveis não regularizam mesmo com o aumento do consumo de alimentos ricos em iodo. Assim, o médico pode indicar a realização da suplementação desse mineral, sendo principalmente indicada nos casos de bócio, hipertireoidismo e câncer de tireoide.

A suplementação de iodo para adultos não deve ultrapassar 1100 mcg por dia, isso porque quantidades excessivas de iodo podem causar náuseas, dor no estômago, dor de cabeça, corrimento nasal e diarreia. Em pessoas mais sensíveis, ele pode causar inchaço nos lábios, febre, dor nas articulações, coceira e hemorragias.

Alimentos ricos em iodo

O iodo pode ser encontrado em diversos alimentos, apresentando maior concentração em peixes e frutos do mar, como mexilhão, salmão, cavala, camarão, pescada, atum e sardinha, por exemplo. Além desses, outros alimentos em que podem ser encontradas boas quantidades de iodo são ovo cozido, queijo parmesão, queijo do tipo ricota, alface, couve-flor cozida, alga nori desidratada e sal iodado, por exemplo. Confira uma lista dos alimentos ricos em iodo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • DGS. Iodo - Importância para a saúde e o papel da alimentação. 2014. Disponível em: <http://ccipd.pt/wp-content/uploads/newsletter/15-12-11/Iodo_saude_alimentacao_DGS_2014.pdf>. Acesso em 28 Set 2021
  • NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH. Iodine. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Iodine-HealthProfessional/#h3>. Acesso em 28 Set 2021
  • NATIONAL INSTITUTE OF HEALTH - OFFICE OF DIETARY SYPLEMENTS. Nutrient Recommendations: Dietary Reference Intakes (DRI). 2019. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/HealthInformation/Dietary_Reference_Intakes.aspx>. Acesso em 28 Set 2021
  • USDA, FDA AND ODS-NIH . Database for the Iodine Content of Common Foods Release. 2020. Disponível em: <https://www.ars.usda.gov/northeast-area/beltsville-md-bhnrc/beltsville-human-nutrition-research-center/methods-and-application-of-food-composition-laboratory/mafcl-site-pages/iodine/>. Acesso em 28 Set 2021
  • COZZOLINO Silvia. Biodisponibilidade de nutrientes. 4º. Brasil: Manole Ltda, 2012. 767-791.
Mais sobre este assunto: