Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Norovírus: o que é, sintomas e tratamento

Atualizado em Setembro 2019

O norovírus é um tipo de vírus redondo e pequeno com alta capacidade infecciosa e de resistência, ou seja, é capaz de permanecer em superfícies nas quais a pessoa infectada teve contato, facilitando a transmissão para outras pessoas. Esse vírus pode ser encontrado em alimentos e água contaminados e é um dos principais responsáveis pela gastroenterite viral nos adultos, diferentemente do rotavírus, que infecta mais frequentemente bebês.

Os sintomas da infecção pelo norovírus incluem diarreia intensa seguida de vômitos e, muitas vezes, febre. Essa gastroenterite normalmente é tratada através de repouso e ingestão de bastante líquidos, isso porque o vírus possui alta capacidade mutacional, ou seja, existem vários tipos de norovírus, sendo difícil o seu controle.

Norovírus visualizado em microscópio
Norovírus visualizado em microscópio

Principais sintomas

A infecção pelo norovírus leva a sintomas graves e que podem levar a complicações como a desidratação, por exemplo. Assim, os principais sintomas da infecção pelo norovírus são:

  • Diarreia intensa e não sanguinolenta;
  • Vômitos;
  • Febre alta;
  • Dores abdominais;
  • Dor de cabeça.

Os sintomas surgem normalmente 24 a 48 horas após a infecção e duram em torno de 1 a 3 dias, mas ainda é possível transmitir o vírus para outras pessoas até 2 dias após o desaparecimento dos sintomas. Veja como identificar a gastroenterite.

A principal via de transmissão do norovírus é a fecal-oral, em que a pessoa torna-se infectada ao consumir alimentos e água contaminados pelo vírus, além de poder haver a transmissão por meio do contato com superfícies contaminadas ou contato direto com a pessoa infectada. Além disso, mais raramente, a transmissão do norovírus pode acontecer por meio da liberação dos aerossóis no vômito, por exemplo.

É possível que existam surtos dessa doença em ambientes fechados, como navios, escolas e hospitais, por exemplo, já que não há outros meio de propagação do vírus sem ser o organismo humano. Por isso, é importante lavar bem as mãos e evitar ficar no mesmo ambiente que a pessoa infectada.

Como é feito o tratamento

Não existe tratamento para a gastroenterite provocada pelo norovírus, sendo recomendado ficar em repouso e beber bastante líquidos para evitar a desidratação. Também pode ser utilizado medicamentos para aliviar as dores, como o Paracetamol, por exemplo.

Pelo fato de existirem várias formas do norovírus devido a diversas mutações, ainda não foi possível criar uma vacina para esse vírus, no entanto, cientistas estudam a possibilidade de desenvolver uma vacina atualizada periodicamente, como acontece com a gripe.

A melhor forma de evitar a infecção por esse vírus é lavar as mãos após ir ao banheiro e antes de manipular os alimentos, lavar bem frutas e verduras, desinfectar objetos e superfícies que estão potencialmente infectadas, evitar compartilhar toalhas e evitar consumir alimentos crus e não lavados. Além disso, se em contato com a pessoa infectada, lave bem as mãos e evite colocá-las na boca, nariz ou olhos, pois correspondem à porta de entrada para o vírus.


Bibliografia

  • MORILLO, Simone G.; TIMENETSKY, Maria do Carmo S. T. Norovírus: uma visão geral. Rev Assoc Med Bras. Vol 57. 4 ed; 462-467, 2011
  • NHS. Norovirus. 2008. Link: <www.nhs.uk>. Acesso em 16 Set 2019
  • BOSTON PUBLIC HEALTH COMMISSION. Norovírus (Norovirus). 2014. Link: <www.bphc.org>. Acesso em 16 Set 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem