Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o Cloridrato de Metformina

O cloridrato de metformina é um medicamento indicado para o tratamento da diabetes tipo 2, isoladamente ou associado a outros antidiabéticos orais e também pode ser utilizado para o tratamento da diabetes tipo 1, como complemento da insulina.

Além disso, este medicamento também pode ser usada para o tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos, que é uma condição que se caracteriza por ciclos menstruais irregulares e dificuldade para engravidar. Saiba como identificar.

A metformina pode ser comprada em farmácias por um preço de cerca de 5 a 20 reais, dependendo da dose, dimensão da embalagem e marca do medicamento, sendo necessária a apresentação de uma receita médica.

Para que serve o Cloridrato de Metformina

Como tomar

Os comprimidos devem ser ingeridos durante ou depois de uma refeição, iniciando o tratamento com doses pequenas que podem ser gradualmente aumentadas, o que permite reduzir a ocorrência de efeitos secundários gastrointestinais. Os comprimidos devem ser tomados no café da manhã, em caso de tomada única diária, no café da manhã e ao jantar, em caso de duas tomadas por dia e no café da manhã, almoço e jantar, em caso de três tomadas diárias.

A metformina está disponível em comprimidos de 500 mg, 850 mg e 1000 mg. A posologia depende so problema a tratar:

1. Diabetes tipo 2

Para adultos com diabetes tipo 2, que não são dependentes de insulina, a metformina pode ser usada isoladamente ou em combinação com outros medicamentos antidiabéticos, como as sulfonilureias. A dose inicial é de 500 mg ou 850 mg, duas vezes ao dia e se necessário, essa dose pode ser aumentada, semanalmente, até ao máximo de 2.500 mg.

Em crianças acima de 10 anos, a dose inicial é de 500 mg ao dia, e a dose máxima diária não deve exceder 2.000 mg.

2. Diabetes tipo 1

Para adultos com diabetes tipo 1, que são dependentes de insulina, a metformina e insulina podem ser utilizadas em associação, no sentido de se obter um melhor controle da glicemia. A metformina deve ser administrada na dose inicial usual de 500 mg ou 850 mg, 2 a 3 vezes por dia, enquanto que a dose de insulina deve ser ajustada com base nos valores da glicemia.

3. Síndrome dos Ovários Policísticos

A posologia é de, usualmente, 1.000 a 1.500 mg por dia divididos em 2 ou 3 tomadas. O tratamento deve ser iniciado com uma dose baixa e pode-se ir aumentando gradualmente a dose, a cada semana, até se atingir a posologia desejada. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de 1 comprimido de 850 mg, 2 a 3 vezes ao dia. Para a apresentação de 1 g, recomenda-se o uso de 1 a 2 comprimidos ao dia.

Qual o mecanismo de ação

As pessoas com diabetes não produzem insulina suficiente ou não são capazes de utilizar corretamente a insulina produzida, fazendo com que circulem níveis elevados de glicose no sangue. 

A metformina atua reduzindo estes níveis anormais de glicose no sangue, para níveis mais próximos do normal.

Quem não deve usar

O cloridrato de metformina não deve ser usado por pessoas com hipersensibilidade à metformina ou aos outros componentes da fórmula, com problema de funcionamento do fígado ou dos rins, diabetes não controlada, com hiperglicemia ou cetoacidose graves.

Além disso, também não deve ser usada em pessoas com desidratação, infecções graves, estejam a fazer tratamento de problemas cardíacos, tenham sofrido recentemente um ataque cardíaco, problemas circulatórios graves ou dificuldades respiratórias, consumam bebidas alcoólicas em excesso, tenham sido submetidas a cirurgia eletiva de grande porte ou a exame utilizando meio de contraste contendo iodo.

Este medicamento também não deve ser utilizado por mulheres grávidas, lactante ou crianças abaixo de 10 anos sem orientação médica.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com metformina são problemas digestivos como náusea, vômito, diarreia, dor na barriga, perda de apetite e alterações no paladar.

A metformina emagrece?

Em estudos clínicos, a metformina foi associada a uma estabilização do peso corporal ou a uma ligeira perda de peso. No entanto, este medicamento não deve ser usado com esta finalidade, a não ser que seja indicado pelo médico, uma vez que pode causar efeitos colaterais.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem