Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quais são as formas de Tratamento para Diabetes

Para o tratamento do diabetes, de qualquer tipo, é necessário usar medicamentos antidiabéticos que ajudam a diminuir as taxas de glicose no sangue, como Glibenclamida, Gliclazida, Metformina ou Vildagliptina, por exemplo, ou mesmo a aplicação da própria Insulina sintética. 

No diabetes tipo 1, é sempre preferível utilizar a Insulina, pois neste tipo de diabetes, o pâncreas não consegue produzir este hormônio. Já no diabetes tipo 2, é possível utilizar diferentes tipos de antidiabéticos, que podem ser combinados, como forma de diminuir as taxas de glicose no sangue. Entenda o que causa e como diferenciar os tipos de diabetes.

Além disso, tanto no diabetes tipo 1 quanto no tipo 2 é recomendado seguir uma dieta especial, com ajustes na quantidade de calorias e de glicose, além da realização de exercícios físicos, como caminhadas, dança ou ciclismo, por exemplo, pois fazem com que haja uma melhor captação de açúcar no sangue, assim como uma maior sensibilidade do organismo à insulina.

Quais são as formas de Tratamento para Diabetes

Tratamento com remédios

Existem diferentes tipos de medicamentos, conhecidos como antidiabéticos ou hipoglicemiantes, utilizados para tratar o diabetes. O remédio utilizado é escolhido pelo médico, de acordo com o tipo de diabetes, e também com outras características do paciente, como peso, alimentação ou possibilidades financeiras, por exemplo. 

1. Tratamento para diabetes tipo 1

No diabetes tipo 1, as células do pâncreas não conseguem produzir Insulina, o que leva ao acúmulo de glicose na circulação. Por isso, a principal forma de tratamento consiste na plicação de doses de Insulina sintética, diariamente, para que este hormônio faça o seu papel de levar a glicose do sangue para os tecidos do corpo. 

Existem diferentes tipos de insulina, divididos de acordo com a sua velocidade de ação, que são as de ação lenta, intermediária, rápida ou ultra-rápida. Geralmente, o médico combina entre 2 ou mais tipos de insulina, aplicadas cerca de 1 a 3 vezes por dia, para que a sua ação seja a mais parecida possível com a insulina produzida no organismo. Confira quais são os tipos de insulina, suas características e como aplicar

Para o controle da diabetes também é importante verificar a taxa de açúcar no sangue diariamente utilizando as tiras reagente e o glicosímetro. Os postos de saúde oferecem gratuitamente a insulina, seringas, agulhas e as tiras necessárias para o controle da diabetes. É possível se informar sobre este assunto no centro de saúde mais próximo de casa.

2. Tratamento para diabetes tipo 2

Costuma ser feito com medicamentos antidiabéticos que podem atuar tanto aumentando a produção de insulina no pâncreas, melhorando a sensibilidade do organismo à insulina, diminuindo a produção de glicose pelo corpo ou mesmo diminuindo a absorção de glicose na alimentação. 

Alguns dos principais exemplos destes remédios são Metformina, Glibenclamida, Gliclazida, Acarbose, Pioglitazona ou os mais novos como Vildagliptina, Siltagliptina ou Exenatida, por exemplo. A ingestão ou aplicação destes remédios costuma ser feita de 1 a 3 vezes ao dia, a depender do tipo e da gravidade da doença. Veja mais sobre as diferenças em: Remédios para diabetes.

Geralmente, inicia-se o tratamento utilizando somente 1 destes medicamentos e depois o médico avalia a necessidade da combinação de outros, inclusive da Insulina, o que se torna necessário à medida que a doença piora, ao longo dos anos. 

3. Tratamento para diabetes gestacional

O tratamento do diabetes gestacional é orientado pelo obstetra e pelo endocrinologista, e a principal forma de tratamento consiste na dieta pobre em carboidratos e a prática regular de exercício físico moderado.

No entanto, nos casos mais graves onde a quantidade de açúcar no sangue é muito superior ao esperado, o médico poderá orientar uso de antidiabéticos orais, como Metformina ou Glibenclamida, ou até mesmo a Insulina. 

O diabetes gestacional é detectado após as 22 semanas de gestação, e surge devido a disfunções na produção e ação da insulina no organismo, em mulheres neste período. Veja mais sobre o que causa, como identificar e tratar este tipo de diabetes

Quais são as formas de Tratamento para Diabetes

Opções de tratamento natural

Além de seguir as orientações de remédios indicados do médico, algumas dicas naturais incluem utilizar linhaça, farinha da casca de maracujá e tomar o suco de laranja regularmente porque estes alimentos ajudam a controlar a taxa de açúcar no sangue. Veja um ótimo remédio caseiro para diabetes.

Além disso, deve-se ter atenção para mudanças no estilo de vida, que incluem controle da dieta e prática de exercícios físicos.

1. Dieta para diabetes

A dieta para diabetes deve ser orientada pelo nutricionista ou nutrólogo, respeitando a idade e o estilo de vida do indivíduo. As recomendações gerais da dieta para diabetes são:

  • Comer de 3 em 3 horas;
  • Consumir alimentos diet;
  • Comer mais fibras e cereais;
  • Evitar a gordura saturada e carboidratos simples, como carne vermelha, arroz e batata;
  • Beber bastante água;
  • Evitar todo tipo de açúcar e adoçante.

Seguir estas regras de alimentação evita as complicações da diabetes, como neuropatia diabética, comprometimento nos rins, olhos e a má cicatrização. Saiba mais em: Dieta para diabetes.

2. Exercícios para diabetes

Exercícios aeróbicos são os mais indicados para quem tem diabetes, e alguns exemplos são a caminhada, corrida, dança, ciclismo, natação ou remo, por exemplo. Exercícios de resistência e fortalecimento muscular também deve ser realizados, pois o aumento da massa muscular melhora a sensibilidade da insulina. 

Os exercícios devem ser realizados diariamente ou, pelo menos, 3 vezes por semana, nunca permanecendo mais de 2 dias sem praticar. Os exercícios de moderada a alta intensidade, se aprovados pelo médico, são mais recomendados, no entanto, deve-se ter atenção para ajustar as doses dos medicamentos, pra evitar hipoglicemia. 

Veja os exercícios que melhoram a vida do diabético.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...