Ritalina precisa de receita médica?

“Acho que tenho TDAH e gostaria de começar a usar Ritalina. Até conheço um amigo que toma, mas não sei se ele faz acompanhamento com algum médico. Para comprar Ritalina precisa de receita médica?”

Jonathan Panoeiro

Neuropediatra

CRM 1101544-RJ

Jonathan Panoeiro
Não tem agenda disponível
Buscar Neurologista perto de você

A Ritalina só pode ser vendida com receita médica, porque é um medicamento controlado, sendo também necessário apresentar uma notificação de receita, que tem a cor amarela e é identificada com a letra “A” no canto superior esquerdo.

O metilfenidato, princípio ativo da Ritalina, é uma substância considerada estimulante do sistema nervoso central e, por isso, a sua prescrição é controlada com a finalidade de evitar o uso indiscriminado e possíveis riscos para a saúde. 

Este medicamento é indicado para o tratamento do TDAH e pode causar efeitos colaterais como insônia, dor no abdome, vômitos, coração acelerado, arritmias ou aumento da pressão arterial em algumas pessoas, especialmente quando usado sem orientação. Entenda melhor o que é Ritalina e os efeitos colaterais.

Por isso, se você acha que pode ter TDAH, o ideal é consultar um neurologista ou neuropediatra, que são os especialistas mais indicados para confirmar o diagnóstico e orientar o tratamento. A Ritalina não deve ser usada sem orientação médica.

33% dos leitores acham este conteúdo útil (3 avaliações nos últimos 12 meses)
  • Iremos publicar sua pergunta de forma anônima.
  • Faça uma pergunta clara, curta e sem incluir dados pessoais.
  • Não peça um diagnóstico ou 2ª opinião sobre tratamentos que já esteja realizando.
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta. O seu email nunca será publicado online.
Marque consulta com um Neurologista perto de você!

Atendemos mais de 150 convênios em 9 estados do Brasil*.

Marcar Consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.