Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Mania de perseguição: o que é, principais características e como tratar

A mania de perseguição é um transtorno psicológico que normalmente surge em função da baixa auto-estima e auto-confiança, o que leva a pessoa a achar que todos estão a olhando, comentando ou rindo dela, podendo muitas vezes interferir no comportamento da pessoa e levar ao isolamento.

Esse transtorno tem intensidade que varia de acordo com a pessoa e suas características, podendo ter grau leve, normalmente sendo um dos sinais da timidez, moderado ou grave, sendo normalmente um dos sintomas de problemas psicológicos mais sérios, como síndrome do pânico, depressão ou esquizofrenia, que é caracterizada por alterações no funcionamento da mente, levando a alterações do pensamento e das emoções. Entenda o que é a esquizofrenia, sintomas e como é feito o tratamento.

A melhor forma de tratar a mania de perseguição é por meio de acompanhamento psicológico ou psiquiátrico, em que será investigada a causa do transtorno e, assim, adotadas medidas para combater essa sensação que causa desconforto e mal-estar para a pessoa.

Mania de perseguição: o que é, principais características e como tratar

Principais características

As pessoas com mania de perseguição normalmente se encontram isoladas, não costumam conviver e nem interagir com outras pessoas, pois temem o que os outros acham sobre si e acabam por especular o que as outras pessoas podem achar sobre o seu comportamento ou sobre o que fala. As principais características da pessoa com mania de perseguição são:

  • Achar que todos a observam, fazem comentários ou riem dela;
  • Desconfiar de tudo e de todos, não estando aberta para novas relações e não aprofundando relações antigas;
  • Baixa auto-estima e auto-confiança, o que pode levar à insegurança e ao isolamento;
  • Achar que é culpada por todos os problemas, mesmo que não relacionados com a pessoa, o que pode causar angústia e mal-estar frequentes;
  • A comparação com os outros se torna frequente, aumentando a crítica em relação a si mesmo.

Dependendo da intensidade da mania de perseguição pode haver medo incontrolável, produção excessiva de suor e tremores, além de alucinações, alterações visuais ou auditivas, sendo mais comum nos casos em que a mania de perseguição é consequência da esquizofrenia, por exemplo.

Como tratar

Para tratar a mania de perseguição é indicado procurar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para que sejam avaliadas as características que a pessoa apresenta e, assim, indicar a causa da mania e poder se iniciado o tratamento.

O tratamento normalmente consiste, principalmente, em auto-conhecimento, em entender e aceitar suas características, além de ações que aumentem sua confiança e auto-estima, como praticar atividades físicas, procurar ambientes que trazem sensação de paz e tranquilidade e valorizar relações que trazem sensação de bem-estar.

Além disso, é importante se manter aberto para novas e antigas relações, estreitando os laços, e encarar os comentários, bons ou ruins, como algo construtivo e que possam ajudar a construir mais confiança sobre si mesmo, além de não ter receio sobre a opinião dos outros. Veja algumas atitudes que ajudam a aumentar a auto-estima.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...