Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Manchas de Bitot: principais sintomas, causas e tratamento

As manchas de Bitot correspondem a manchas brancas-acinzentadas, ovais, espumosas e de formato irregular, na parte interna do olhos. Essa mancha normalmente surge devido à falta de vitamina A no organismo, o que leva a um aumento na concentração de queratina na conjuntiva do olho.

A falta de vitamina A normalmente é característica de uma doença denominada xeroftalmia ou cegueira noturna, que corresponde à incapacidade de produzir lágrimas e dificuldade de enxergar, principalmente à noite. Assim, as manchas de Bitot geralmente correspondem a uma das manifestações clínicas da xeroftalmia. Entenda mais sobre a xeroftalmia e como identificar.

Manchas de Bitot: principais sintomas, causas e tratamento
Manchas de Bitot: principais sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

Além do aparecimento de manchas branca-acinzentadas na parte interna do olho, também pode haver:

  • Diminuição da lubrificação dos olhos;
  • Cegueira noturna;
  • Maior predisposição a infecções nos olhos.

O diagnóstico das manchas de Bitot pode ser feito através de uma biópsia do tecido lesionado e através da pesquisa da quantidade de vitamina A no sangue.

Possíveis causas

A principal causa do surgimento das manchas de Bitot é a deficiência de vitamina A, que pode acontecer tanto por diminuição de alimentos que contêm essa vitamina quanto devido a situações que dificultem a absorção da vitamina pelo organismo, como a síndrome de má absorção, por exemplo.

No entanto as manchas também podem aparecer como consequência da inflamação da conjuntiva, conhecida como conjuntivite. Veja quais são os tipos de conjuntivite.

Como é feito o tratamento

O tratamento normalmente é feito com o objetivo de eliminar a causa da mancha de Bitot, podendo se recomendado pelo médico o uso de suplementação vitamínica e o aumento do consumo de alimentos ricos em vitamina A, como por exemplo o fígado, cenoura, espinafre e manga. Veja quais são os alimentos ricos em vitamina A.

Além disso, pode ser indicado pelo oftalmologista o uso de colírios específicos para diminuir o ressecamento da córnea. Saiba quais são os tipos de colírio e para que servem.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar