8 causas de manchas brancas na pele e o que fazer

julho 2022

A mancha branca na pele pode aparecer devido à exposição prolongada ao sol ou ser consequência de infecção por fungo, por exemplo, que pode ser facilmente tratada com cremes e pomadas que podem ser indicados pelo dermatologista.

No entanto, em alguns casos, as manchas brancas podem ser indicativas de problemas de pele que necessitam de tratamento mais prolongado, como dermatite, hipomelanose ou vitiligo, por exemplo.

Dessa forma, ao notar o aparecimento de manchas brancas na pele, é importante ter atenção ao tamanho, localização e se existem outros sintomas, como coceira, pele seca ou descamação da pele. Além disso, é importante que o dermatologista seja consultado para que seja feita uma avaliação da mancha, identificada a causa e iniciado o tratamento mais adequado.

As principais causas de mancha branca na pele são:

1. Micose de pele

A micose de pele, popularmente conhecida como pano branco ou micose de praia, é uma das principais causas de manchas brancas na pele. A micose de pele é uma infecção por fungo que leva ao aparecimento de manchas que podem ou não coçar e que podem se espalhar por grandes áreas do corpo.

Normalmente, o fungo causador dessa micose habita naturalmente na pele, mas devido a alguma alteração pode se multiplicar e inibir a produção de melanina no local, resultando na mancha branca, que aparece mais frequentemente no tronco e nas costas.

O que fazer: é recomendado passar uma pomada antifúngica indicada pelo dermatologista, que pode ser Isoconazol, Cetoconazol ou Miconazol, além de também poder ser recomendado o uso de shampoo, sabonetes e géis para complementar o tratamento. Para evitar que outras pessoas dentro de casa sejam afetadas cada pessoa deve usar sua própria toalha de banho e não partilhar suas roupas. Veja algumas pomadas usadas para tratar a micose.

2. Manchas causadas pelo sol

A mancha branca causada pelo sol é mais comum em pessoas com pele clara ou morenas, principalmente quando não se usa protetor solar. Isso porque após a exposição prolongada ao sol, pode haver a descamação da pele, dando origem a pequenas manchas brancas que aparecem nos braços, peito e costas.

O que fazer: é importante hidratar a pele diariamente, e passar filtro solar sempre antes de se expor ao sol porque essa pele é mais fina e mais sensível, tendo maior risco de queimadura. O ideal é hidratar muito bem a pele cerca de 10 dias antes de ir à praia e comer sempre alimentos ricos em vitamina A como cenoura, tomate, ovo cozido, mamão e manga, por exemplo, porque quanto mais hidratada a pele estiver menor o risco de descamar e de ficar manchada.

3. Dermatite atópica

A dermatite atópica é um tipo de inflamação da pele que surge mais frequentemente em bebês, mas que pode surgir em qualquer idade. Normalmente, a dermatite causa o surgimento de manchas vermelhas, em placas ou caroços, mas que quando desaparecem podem deixar esse local mais esbranquiçado. Veja como identificar e tratar a dermatite atópica.

O que fazer: normalmente é necessário usar remédios corticoides prescritos pelo dermatologista, como Fenirax, duas vezes ao dia. Além disso, deve-se manter a pele hidratada, podendo também ser necessário um remédio anti-histamínico para aliviar a coceira.

4. Sardas brancas

Pessoas morenas claras podem desenvolver várias pequenas sardas brancas que podem surgir nas mãos, braços ou pernas, especialmente depois dos 40 anos de idade. Isso geralmente acontece em pessoas que têm a pele bastante clara ou que ficaram muitos anos se expondo ao sol sem filtro solar. Veja mais sobre as sardas brancas.

O que fazer: é aconselhado proteger adequadamente a pele do sol usando sempre protetor solar quando for na praia ou na piscina, ou sempre que ficar mais de 15 minutos exposto diretamente ao sol. Usar chapéu de luvas nas mãos também pode ser útil para evitar que os raios solares agravem as lesões na pele.

5. Vitiligo

O vitiligo é uma doença que leva ao surgimento de grandes manchas brancas na pele, que pode afetar até mesmo o interior da boca. Sua causa não é totalmente conhecida mas acredita-se que aconteça devido a uma alteração genética ou devido a alguma alteração no sistema imune, onde o corpo passa a combater os melanócitos. Saiba mais sobre o vitiligo e quais as opções de tratamento.

O que fazer: o médico pode indicar tratamentos como fototerapia ou aplicação de cremes e pomadas com remédios corticoides e/ou imunossupressores, para entender qual a melhor opção em cada caso. Um dos medicamentos que pode ser indicado é a Melagenina plus que estimula a produção de melanócitos e de melanina, uniformizando o tom da pele.

6. Hipomelanose

A hipomelanose, também conhecida como hipomelanose do mestiço, é uma situação em que algumas partes do corpo ficam mais claras que o tom de pele da pessoa e, apesar da exposição solar melhorar o contraste, as partes afetadas continuam sempre mais claras que o restante do corpo. Esse tipo de alteração na pele é mais comum em pessoas que tem algum tipo de alergia.

O que fazer: Apesar de não precisar de nenhum tratamento específico, a exposição solar no início da manhã ou no final da tarde podem ser úteis para tentar uniformizar o tom de pele da pessoa. Veja mais sobre o tratamento para hipomelanose.

7. Esclerose tuberosa

Também conhecida como doença de Bourneville ou somente Epiloia, a esclerose tuberosa é caracterizada pelo surgimento de manchas brancas isoladas umas das outras que podem afetar qualquer parte do corpo, embora no tronco seja mais comum. Frequentemente são identificadas pela primeira vez no bebê ou nas crianças até os 6 anos, podendo haver apenas 1 ou mais de 100 manchas espalhadas pelo corpo.

O que fazer: deve-se consultar um dermatologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento para evitar complicações como convulsões ou até problemas renais. Entenda melhor o que é a esclerose tuberosa e como é feito o tratamento.

8. Deficiências nutricionais

A diminuição da absorção ou do consumo de algumas vitaminas e minerais pode também levar ao aparecimento de manchas brancas na pele. As principais vitaminas e minerais que podem levar ao aparecimento de manchas brancas quando encontram-se em baixa quantidade no organismo são cálcio, vitamina D e E.

O que fazer: nesses casos é importante que sejam mudados os hábitos alimentares, dando preferência a alimentos que sejam ricos nesses nutrientes, como leite e derivados, sardinha, manteiga e amendoim, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em julho de 2022. Revisão médica por Drª. Aleksana Viana - Dermatologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
Especialista em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em 2007 com registro profissional no CRM/PE – 16907.