Liberação miofascial: o que é, para que serve e como é feita

novembro 2022

A liberação miofascial é uma técnica de fisioterapia usada para aliviar a tensão e dor muscular e promover o relaxamento da musculatura, ajudando a prevenir e tratar lesões, como contraturas, tendinite, dor no nervo ciático, fascite plantar e tensão muscular no pescoço, por exemplo.

A liberação miofascial atua diretamente na fáscia, que é o tecido que envolve os músculos, é deve ser feita pelo fisioterapeuta realizando um pouco de pressão na musculatura, o que pode ser feito com a mão ou usando acessórios específicos.

Essa técnica é mais comum de ser realizada em pessoas que praticam atividade física de alta intensidade ou com muita frequência, como praticantes de musculação ou crossfit, praticantes de atletismo ou de esportes de equipe.

Para que serve

A liberação miofascial serve para promover o relaxamento da musculatura, sendo útil para aliviar a dor e a tensão muscular, melhorar a mobilidade da articulação e promover o relaxamento muscular. Dessa forma, a liberação miofascial ajuda a prevenir e tratar lesões musculares, além de também poder melhorar o rendimento na atividade física.

Quando é indicada

A técnica de liberação miofascial pode ser indicada em caso de:

  • Dor na lombar;
  • Dor no nervo ciático;
  • Tensão muscular, principalmente na região do pescoço;
  • Contraturas;
  • Síndrome do túnel do carpo;
  • Tendinite;
  • Fascite plantar;
  • Após cirurgias;
  • Dor ou desconforto na perna, principalmente na coxa e na panturrilha;
  • Bursite.

É importante que liberação miofascial seja recomendada pelo fisioterapeuta ou pelo médico, pois assim é possível avaliar a causa da dor e do desconforto e, assim, ser possível indicar a melhor técnica de liberação miofascial e frequência que deve ser realizada, além de ser verificada a necessidade de realizar outros tratamentos.

A liberação miofascial pode ser realizada tanto antes da atividade física, para aumentar a mobilidade da articulação e promover o alongamento da musculatura, quanto depois para promover o relaxamento da musculatura.

Como é feita a liberação miofascial

É recomendado que a liberação miofascial seja feita pelo fisioterapeuta, pois assim é possível que seja feita a técnica mais adequada de acordo com o tipo e a localização da dor muscular e objetivo da realização da técnica.

A liberação miofascial pode ser realizada através de massagens manuais, em que o profissional aplica pressão suficiente no local para promover o alívio da tensão do local, ou ser feita com uso de equipamentos para fazer pressão no local, como rolos de espuma ou bolas específicas, que ajudam a relaxar a musculatura, sendo orientado que a pessoa fique em posições específicas para que seja possível promover o alívio da tensão local.

Em alguns casos, é possível também realizar a auto liberação fascial, em que a própria pessoa, com auxílio de uma bola de tênis, por exemplo, realiza movimentos que ajudam a aliviar a dor e o desconforto do local.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • Franco FRANCO, Márcio Alexandre P. Técnicas de libertação miofascial no tratamento da dor lombar inespecífica - Uma revisão da literatura. Projeto de estágio profissionalizante, 2017. Universidade Fernando Pessoa - ISIOTERAPIA PROJECTO E ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE II.
  • SILVA, Danilo L.; MONTEIRO, Estêvão R.; NETO, Victor G.; TRIANI, Felipe S. Efeitos da Liberação Miofascial Sobre a Flexibilidade: uma Revisão Sistemática. J Health Sci. Vol 19. 2 ed; 200-204, 2017
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.