Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a desnutrição do tipo Kwashiorkor

A desnutrição do tipo Kwashiorkor é um distúrbio de nutrição que acontece com mais frequência em regiões onde as pessoas passam fome, como como África Subsariana, Sudeste Asiático e América Central, acontecendo mais frequente em períodos de inundações, seca ou por questões políticas, por exemplo.

Esta síndrome acontece devido a uma má nutrição causada por falta de proteína na dieta, podendo causar sintomas como perda de peso, alterações na cor da pele e cabelo e inchaço nos pés e na barriga. 

A kwashiorkor puro é caracterizado pela ingestão inadequada de proteínas, na presença de consumo calórico adequado, podendo ser confundida com Marasmo, que consiste numa doença causada por uma dieta pobre em carboidratos e gordura. No entanto, existe também a desnutrição do tipo Kwashiorkor marasmática, em que há uma grande pobreza nutricional de proteínas, gorduras e carboidratos. Saiba o que é o marasmo, quais os sintomas e como é feito o tratamento.

O que é a desnutrição do tipo Kwashiorkor

Possíveis causas

Esta doença é causada por uma deficiência de proteínas na dieta, muito importante para as células do corpo, que contêm proteína que é necessária para reparar as células, produzir novas células e muito útil em processos metabólicos. Além disso, as proteínas são também muito importantes na infância, durante o crescimento e na gravidez, por isso, na sua ausência, o crescimento e as funções do corpo ficam comprometidos. Veja como saber se a criança está no peso certo.

Quando a Kwashiorkor acontece por exemplo, nos Estados Unidos, pode ser sinal de abuso, negligência ou de dietas muito ricas em gorduras, sendo, por isso, mais observado em crianças e idosos. No entanto, pode também ser um sinal de uma outra condição, como por exemplo HIV.

Quais os sinas e sintomas

Os sinais e sintomas mais comuns que podem ocorrer em pessoas com esta doença são:

  • Alterações na cor da pele e cabelo;
  • Cansaço;
  • Diarreia;
  • Perda de massa muscular;
  • Deficiências no crescimento ou ganho de  peso;
  • Inchaço dos tornozelos, pés e barriga;
  • Alterações do sistema imunológico;
  • Irritabilidade;
  • Erupção cutânea;
  • Magreza extrema;
  • Choque.

Além destes sintomas, pessoas com esta doença geralmente também têm o fígado aumentado, que é uma doença também conhecido por hepatomegalia. Saiba mais sobre fígado aumentado.

Além disto, estas pessoas costumam apresentar deficiência de micronutrientes específicos, como vitaminas A e D, ácido fólico e ferro, e de um ou mais nutrientes essenciais para o crescimento, incluindo proteínas, eletrólitos e zinco. Por todas estas razões, podem também sofrer com inúmeras complicações associadas, estando mais suscetíveis a infecções, especialmente sepse, pneumonia, e gastroenterite.

Em que consiste o diagnóstico

Se houver suspeita da doença de doença de Kwashiorkor, o médico pode examinar o tamanho do fígado e também observar se há presença de inchaço nos pés, tornozelos e barriga, o que é muito característico desta doença.

Além disso, o médico pode ainda fazer exames de sangue e urina, de forma a medir os sinais de má nutrição, através da avaliação dos níveis de proteína e açúcar no sangue.

O que é a desnutrição do tipo Kwashiorkor

Como é feito o tratamento

Esta doença pode ser facilmente tratada se se ingerir maior quantidade de proteína e mais calorias de uma forma nutricionalmente equilibrada, mas o tratamento deve começar o mais cedo possível.

Primeiro devem ser ingeridos alimentos com mais teor em carboidratos e gorduras e depois de receber energia suficiente desses alimentos, deve-se então introduzir alimentos ricos em proteína. As calorias devem ser aumentadas gradualmente, para que o corpo se ajuste a este aumento nutricional. O médico pode também recomendar adicionar suplementos de vitaminas e minerais à dieta.

Mesmo com este tratamento, as crianças que tiveram doença de Kwashiorkor, podem nunca mais alcançar o seu potencial crescimento e aumento de peso. Isto acontece muito frequentemente quando o tratamento é feito muito tarde, podendo causar na criança deficiências físicas e mentais permanentes.

Caso não seja tratada atempadamente, esta doença pode levar ao coma, choque e morte.

Como se alimentar

Depois da adaptação gradual, devem ser consumidos alimentos com quantidades de proteína, gordura e carboidratos numa proporção adequada.

As proteínas podem ser encontradas em alimentos como frutos do mar, ovos, carne, feijões, nozes e sementes, por exemplo. Conheça mais alimentos ricos em proteína.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...