Hormoskin creme: para que serve e como usar

junho 2022

O Hormoskin é um creme dermatológico para tirar manchas da pele que tem na sua composição hidroquinona, tretinoína e um corticoide, a fluocinolona acetonida, sendo principalmente indicado no tratamento do melasma moderado a grave.

O melasma é caracterizado pelo surgimento de manchas escuras no rosto, especialmente na testa e nas bochechas, que pode ocorrer devido a alterações hormonais comuns da gravidez, ou ser consequência do uso de anticoncepcionais ou da exposição à luz ultravioleta, por exemplo. Conheça mais sobre o melasma.

Os resultados do uso do Hormoskin creme costumam ser observados em cerca de 4 semanas de uso, no entanto, pode variar de acordo com as características da manchas, sendo importante que o uso do creme seja feito de acordo com as orientações do dermatologista.

Para que serve

O Hormoskin creme é indicado para o tratamento do melasma moderado a grave, pois ajuda a clarear as manchas escuras da pele, principalmente na bochecha e na testa.

Como usar

O Hormoskin deve ser usado aplicando uma fina camada do creme do tamanho aproximado de uma ervilha, sobre a pele limpa e seca, somente na área manchada e nas regiões em volta da mancha, 1 vez por dia. O creme deve ser aplicado à noite, pelo menos 30 minutos antes de dormir.

Na manhã seguinte, deve-se lavar o rosto com água e sabonete hidratante para remover o produto e depois aplicar uma fina camada de creme hidratante com filtro solar de no mínimo FPS 30, para o rosto, para proteger a pele do sol e evitar a piora das manchas. De qualquer forma, deve-se evitar ao máximo a exposição solar excessiva.

É importante lavar as mãos antes e após aplicar o Hormoskin, exceto nos casos em que a pomada é usada para tratar a pele das mãos.

Se o melasma reaparecer, o tratamento poderá ser reiniciado, até que ocorra novamente o clareamento das lesões. O tempo máximo de tratamento é de 6 meses, mas de forma não contínua, e deve ser feito com orientação do dermatologista.

Possíveis efeitos colaterais

O uso prolongado de cremes com hidroquinona em sua composição pode levar ao surgimento de manchas pretas-azuladas que vão surgindo gradualmente na região onde o produto é aplicado. Se isso acontecer deve-se interromper o uso desse medicamento imediatamente.

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso de Hormoskin são ardência, coceira, irritação, ressecamento, foliculite, erupções acneiformes, hipopigmentação, dermatite perioral, dermatite alérgica de contato, infecção secundária, atrofia da pele, estrias e miliária.

Quem não deve usar

O creme Hormoskin não deve ser usado por pessoas que tem algum tipo de alergia a algum dos componentes desse produto. Também não é indicado para crianças e adolescentes com menos de 18 anos, nem deve ser usado durante a gravidez ou amamentação porque pode prejudicar o bebê.

Este produto só deve ser usado durante a gravidez somente se os benefícios potenciais para a mulher justificarem o risco potencial para o feto e se indicado pelo médico.

O Hormoskin creme não deve ser aplicado nos olhos, lábios, boca, narinas, ouvidos, órgãos genitais, ou na pele com feridas abertas, queimada pelo sol, vento ou frio extremo, ou na pele seca, rachada ou irritada.

Assista o vídeo seguinte e veja outras formas de remover as manchas da pele:

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em junho de 2022.
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • Melhores Tratamentos para Manchas na Pele

    05:36 | 418345 visualizações