Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

As manchas escuras que surgem no rosto, mãos, braços ou em outras partes do corpo podem ser causadas por fatores como exposição solar, alterações hormonais, acne ou feridas na pele.

Mas nos casos mais graves, elas também podem indicar o câncer de pele, e por isso deve-se ficar atento às suas características, quando apareceram e a quanto tempo está ali. Sempre que uma mancha aumentar de tamanho, tiver cores diferentes ou estiver crescendo deve-se ir ao médico dermatologista para que ele possa examinar com uma luz especial. Também é recomendado ir ao médico se a mancha não tiver uma causa definida e estiver incomodando.

Você pode assistir a esse vídeo para saber como identificar e tratar os tipos de manchas na pele que indicamos no texto a seguir:

Como tirar manchas escuras na pele

Para tratar as manchas escuras na pele é preciso consultar um dermatologista para identificar o tipo específico de mancha e iniciar o tratamento adequado. No entanto, em casa é possível tentar identificar as manchas através de algumas características como cor, forma ou local onde surge, por exemplo. Indicamos a seguir os 6 tipos de manchas mais comuns:

1. Manchas causadas pelo sol

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

É o tipo de mancha escura mais frequente no rosto, braços ou pernas e surge devido à exposição solar ao longo dos anos, sendo, por isso, comum após os 45 anos de idade. Normalmente, este tipo de manchas pode tornar-se mais escuro ao longo dos anos, caso não se proteja a pele diariamente com protetor solar.

  • Como tratar: A esfoliação da pele feita 2 vezes por semana pode ajudar a retirar as manchas mais claras e superficiais, no entanto, o uso do laser ou da luz intensa pulsada são boas opções para uniformizar o tom da pele. Além disso é muito importante usa filtro solar diariamente para não escurecer as manchas existentes e para que não surjam novas manchas.

2. Manchas de gravidez

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

O melasma é um tipo de mancha escura na pele do rosto que se desenvolve após períodos prolongados de exposição solar e, por isso, também pode surgir após uma queimadura solar, por exemplo. O melasma também é muito comum durante a gravidez devido às alterações hormonais, no entanto, nestes casos é conhecido como cloasma gravídico.

  • Como tratar: Deve-se aplicar diariamente protetor solar na pele com fator de proteção mínimo de 30, evitar a exposição prolongada ao sol durante as horas de maior calor. Usar creme hidratante enriquecido com vitamina C é o máximo que se pode fazer durante a gravidez. Se as manchas não clarearem sozinhas depois do bebê nascer podem ser usados tratamentos como laser ou peeling de diamante ou com ácidos, por exemplo. Veja que cuidados deve ter durante o tratamento do melasma.

3. Ceratose seborreica

A ceratose seborreica é um tipo de sinal alto e escuro que surge na pele devido ao processo natural de envelhecimento e que, normalmente, é benigno, não apresentando qualquer tipo de perigo para a saúde.

  • Como tratar: devem ser sempre avaliados por um dermatologista para despistar câncer de pele, uma vez que podem ser confundidos. Geralmente, não é necessário tratamento, mas o médico pode utilizar uma pequena cirurgia para retirar o sinal.

4. Manchas depois da acne ou catapora

A hiperpigmentação pós-inflamatória é um tipo de mancha escura surge após lesões na pele e, por isso, são muito frequentes nas regiões do corpo que sofreram queimaduras, acne, catapora ou que foram sujeitas a tratamentos agressivos para a pele.

  • Como tratar: As manchas mais claras podem ser atenuadas com um peeling superficial, porém, as manchas mais escuras só podem ser clareadas com cremes despigmentantes, como óleo de rosa mosqueta. Uma outra opção é fazer um peeling com ácidos porque ele irá remover a camada superficial e intermédia da pele, fazendo surgir uma nova, livre de manchas. Veja como fazer esse tipo de tratamento em Peeling químico.

5. Manchas da diabetes

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

Pessoas negras ou mestiças que tem diabetes geralmente desenvolvem um tipo de mancha escuras na pele que aparece principalmente ao redor do pescoço e nas dobras cutâneas. Estas mancas são provocada pelo uso de antidiabéticos orais ou algumas alterações hormonais como hipotireoidismo ou ovários policísticos, por exemplo.

  • Como tratar: Para clarear a pele pode-se realizar uma esfoliação com sabonete líquido e açúcar 1 vez por semana, mas emagrecer e praticar exercícios físicos são muito importantes para o sucesso do tratamento, porque assim pode-se curar a diabetes tipo 2 e não precisar mais de remédios antidiabéticos que são o principal fator de risco para essas manchas. Veja o que mais se pode fazer para eliminar esse tipo de mancha.

6. Manchas nas mãos causada por limão

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

As manchas escuras que podem surgir nas mãos ou nos braços, devido ao contato com limão seguido de exposição solar, como pode acontecer ao fazer uma caipirinha e sair ao sol, por exemplo, podem ser tratadas com cremes que clareiam a pele.

As manchas escuras na pele que são causadas pelo limão são chamadas de fitofotomelanose, e podem demorar 2 ou 3 dias para aparecer. Para eliminar o ideal é lavar muito bem a pele manchada e sempre colocar protetor solar em cima da mancha para que ela não fique ainda mais escura. A tendência é a mancha do limão ir clareando com o passar do tempo, mas pode demorar até 4 meses para desaparecer.

  • O que fazer: Deve-se aplicar um creme ou loção clareadora como os que contém vitamina C, por exemplo. Estes podem ser comprados em farmácias ou lojas de produtos de estética. 

Saiba porque esse tipo de mancha pode aparecer aqui.

7. Como clarear as sardas

As sardas são comuns em pessoas de pele clara e geralmente surgem no rosto, colo e braços, e tendem a ficar mais escuras no verão quando a exposição ao sol é maior. Para clarear as sardas também pode-se usar cremes ou loções clareadoras contendo hidroquinona, por exemplo, mas como elas são uma característica genética normalmente não desaparecem completamente. Algumas opções caseiras são:

  • Usar creme caseiro misturando 1 lata de creme nívea, 1 tubo de hipoglós, 1 ampola de vitamina A e 1 vidro de óleo de amêndoa doce, diariamente e
  • Usar a seguinte máscara caseira preparada com 1 clara de ovo, 1 colher de sopa de leite de magnésia e 1 tampinha de bepantol líquido. Aplicar a mistura na pele durante 30 minutos e lavar com água a seguir. Esta mistura deve ser aplicada em dias alternados durante cerca de 3 a 4 semanas.

Além disso, também é aconselhado passar sempre o protetor solar, com FPS 15, diariamente no rosto, braços e mãos, para proteger a pele dos efeitos nocivos do sol, evitando o escurecimento das sardas que já existem.

Como reconhecer o câncer de pele

Como tirar os 7 tipos mais comuns de manchas escuras na pele

Normalmente, o câncer de pele aparece como uma pequena mancha escura que vai crescendo ao longo do tempo, apresentando várias cores e forma irregular. Para saber se uma mancha na pele pode ser câncer de pele deve-se observar se:

  • O mancha está bem separada de qualquer outra e encontra-se isolada;
  • Se a mancha tem mais de 6 mm e bordas irregulares;
  • Se há mais de 1 cor na mesma mancha, com tom azulado, por exemplo.

Como tratar: é aconselhado consultar o mais rápido possível um dermatologista para iniciar o tratamento adequado e ter maiores chances de cura.

Todos os cuidados ajudam a clarear as manchas escuras na pele em casa. No entanto, devem ser sempre feitos sob orientação de um dermatologista. Além disso, quando as manchas não diminuem após 1 mês de tratamento é aconselhável voltar ao médico para fazer uma nova avaliação e iniciar o tratamento adequado.

Assim, é importante estar atento a qualquer tipo de mancha escura que apareça na pele e que não estava presente desde o nascimento, pois caso aumente ao longo do tempo, mude de forma ou altere qualquer característica, deve ser avaliada por um dermatologista para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...