Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quando é temperatura baixa no bebê e o que fazer

Quando a temperatura corporal do bebê está abaixo dos 36,5º C, é considerada uma situação conhecida como hipotermia, que é relativamente comum nos bebês, especialmente nos prematuros, já que sua superfície corporal em relação ao seu peso é muito maior, facilitando a perda do calor corporal, especialmente quando está em ambientes frios. Este desequilíbrio entre a perda de calor e a limitação para produzir calor é a principal causa de hipotermia nos bebês saudáveis.

É importante que a hipotermia do bebê seja identificada e tratada de acordo com a orientação do pediatra, pois dessa forma é possível evitar complicações como hipoglicemia, acidez elevada do sangue e alterações respiratórias, o que pode colocar em risco a vida do bebê. Assim, é importante que os recém-nascidos sejam mantidos aquecidos logo após o nascimento.

Quando é temperatura baixa no bebê e o que fazer

Como identificar que o bebê está com hipotermia

É possível identificar a hipotermia no bebê a partir da observação de alguns sinais e sintomas, como pele fria, não somente nas mãos e nos pés, mas também no rosto, braços e pernas, além de mudança na cor da pele do bebê, que pode ficar mais azulada devido à diminuição do calibre dos vasos sanguíneos. Além disso, pode ser observado também em alguns casos a diminuição dos reflexos, vômitos, hipoglicemia, diminuição da quantidade de urina produzida durante o dia.

Além da observação dos sinais e sintomas de hipotermia, é importante medir a temperatura corporal do bebê utilizando um termômetro que deve ser colocado na axila do bebê. É considerada hipotermia temperatura abaixo dos 36,5ºC, podendo ser classificada de acordo com a temperatura como:

  • Hipotermia leve: 36 - 36,4ºC
  • Hipotermia moderada: 32 - 35,9ºC
  • Hipotermia grave: abaixo de 32ºC 

Assim que for identificada diminuição da temperatura corporal do bebê é importante vestir o bebê com roupa adequada, na tentativa de regular a temperatura corporal, além de consultar o pediatra para que seja indicado o melhor tratamento e possam ser evitadas complicações.

Caso a hipotermia não seja identificada ou tratada, o bebê pode desenvolver complicações que podem colocar sua vida em risco, como insuficiência respiratória, alteração da frequência cardíaca e aumento da acidez do sangue.

O que fazer 

Ao observar que o bebê está com a temperatura abaixo do ideal deve-se buscar estratégias para esquentar a criança, com roupa adequada, gorro e manta. Deve-se levar o bebê ao hospital para iniciar o tratamento o quanto antes, se o bebê não aquecer ou apresentar dificuldade para sugar, diminuição dos movimentos, tremores ou extremidades azuladas.

O pediatra deve avaliar o bebê e identificar a causa da diminuição da temperatura, que pode estar relacionada com ambiente frio e roupa inadequada, hipoglicemia ou outros distúrbios metabólicos, problemas neurológicos ou cardíacos.

O tratamento consiste em esquentar o bebê com roupas adequadas, temperatura ambiente agradável, podendo ser preciso em alguns casos colocar o bebê numa encubadora com luz direta para elevar a temperatura corporal. Quando a baixa temperatura do corpo acontece devido a algum problema de saúde, este deve ser solucionado o quanto antes. 

Como vestir o bebê de forma adequada 

Para evitar que o bebê fique com hipotermia é recomendado que seja vestido com roupa adequada ao ambiente, mas o bebê recém nascido perde calor muito rapidamente, e por isso deve estar sempre com roupa de manga comprida, calça comprida, gorro e meias. As luvas são necessárias quando a temperatura ambiente está abaixo de 17ºC, mas deve-se ter cuidado para não colocar roupa demais no bebê e causar sobreaquecimento, que é igualmente perigoso para saúde infantil.

Assim, uma boa forma de descobrir se o bebê está com a roupa adequada é colocar as costas da sua própria mão no pescoço e no peito do bebê. Se houver sinais de suor, pode-se eliminar uma camada de roupa, e se os braços ou pernas estiverem frios, deve-se acrescentar mais uma camada de roupa. 

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Atenção à Saúde do Recém-Nascido. 2011. Disponível em: <http://www.redeblh.fiocruz.br/media/arn_v4.pdf>. Acesso em 03 Jun 2020
  • DIREÇÃO GERAL DA SAÚDE. Frio » Hipotermia. Disponível em: <https://www.dgs.pt/saude-ambiental/areas-de-intervencao/frio/hipotermia.aspx>. Acesso em 05 Jun 2020
  • NHS. Hypothermia. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/hypothermia/>. Acesso em 05 Jun 2020
  • ST JOHN AMBULANCE. Hypothermia in babies. Disponível em: <https://www.sja.org.uk/get-advice/first-aid-advice/effects-of-heat-and-cold/hypothermia-in-babies/>. Acesso em 05 Jun 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem