Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a heroína e quais os efeitos da droga

A heroína é uma droga ilegal, também conhecida por diacetilmorfina, fabricada a partir do ópio extraído da papoila, que é geralmente traficada em forma de pó marrom ou branco. Geralmente, esta droga é consumida por via injetável, porque é uma forma de obter efeitos mais rápidos e intensos, porém algumas pessoas também fumam ou inalam a substância.

A heroína é uma substância derivada da morfina, mas ainda mais lipossolúvel, o que lhe confere facilidade para penetrar na barreira hematoencefálica, do cérebro, produzindo uma rápida e intensa euforia.

Porém, apesar da euforia que provoca, além de outros efeitos que levam algumas pessoas a consumir esta droga, a heroína pode causar efeitos colaterais muito graves, dependência, síndrome da abstinência e, em alguns casos, morte.

O que é a heroína e quais os efeitos da droga

Quais os efeitos imediatos da heroína

A heroína, assim como outras drogas, provoca efeitos desejáveis e indesejáveis, como:

Efeitos desejáveis

Quando consumida, a heroína é capaz de produzir efeitos, como sensação de euforia e bem estar, relaxamento, fuga à realidade, alívio da dor e da ansiedade e sensação de calma e tranquilidade.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais indesejáveis que podem ocorrer com o consumo da heroína são náuseas e vômitos, depressão respiratória, diminuição da pressão arterial e da pulsação, paralisia respiratória ou mesmo paragem cardíaca.

Além disso, dependendo da via pela qual a droga é administrada, pode ocorrer:

  • Injetada: inflamação nas veias, infecções no caso de se partilhar a seringa, risco de overdose em consumidores que usam a droga pontualmente ou em toxicodependentes após um período de desmame;
  • Aspirada: lesões nas mucosas nasais e doenças infecciosas caso a pessoa partilhe o material de inalação;
  • Fumada: lesões nos brônquios e pulmões.

Além disso, umas horas após o consumo da droga, a pessoa sente necessidade de consumir heroína novamente, para evitar a síndrome da abstinência. Esta síndrome é conhecida popularmente por ressaca, em que se manifestam sintomas como náuseas, vômitos, suores, arrepios de frio, espasmos musculares, dores no corpo, dificuldade para dormir, ansiedade, lacrimejamento e pingo no nariz, que podem causar muito desconforto, levando a pessoa a consumir novamente, para se sentir melhor.

Quais os efeitos do consumo continuado

Se for consumida diariamente, a heroína pode causar graves efeitos adversos, como letargia, depressão, disfunção sexual, degradação física e social, afeções dermatológicas, tolerância e dependência física e psicológica.

A dependência da heroína pode começar ao fim de algumas semanas, caso seja consumida com regularidade. Saiba em que consiste o tratamento para parar de usar drogas.

Bibliografia >

  • COMISSÃO PARA A DISSUASÃO DA TOXICODEPENDÊNCIA DE AVEIRO. Heroína. Disponível em: <http://www.sicad.pt/BK/Intervencao/Materiais/Lists/SICAD_MATERIAIS/Attachments/19/Heroina.pdf>. Acesso em 08 Jan 2020
  • GONTIJO, Bernardo et. al.. Manifestações cutâneas decorrentes do uso de drogas ilícitas Skin manifestations of illicit drug use. An Bras Dermatol. Vol.81. 4.ed; 307-17, 2006
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem