Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é gripe suína, sintomas e como é a transmissão

A gripe suína, popularmente conhecida como gripe H1N1, é uma doença respiratória causada pelo vírus Influenza do tipo A que foi identificado primeiramente em porcos, no entanto foi verificada a presença de um tipo variante nas pessoas. Esse vírus pode ser transmitido facilmente por meio de gotículas de saliva e de secreções respiratórias que ficam suspensas no ar após a pessoa infectada espirrar ou tossir.

Os sintomas da gripe suína costumam surgir 3 a 5 dias após o contato com o vírus e são semelhantes ao da gripe comum, havendo febre, mal estar geral, dor no corpo e na cabeça. No entanto, a infecção pelo vírus da gripe suína pode resultar em graves complicações e, por isso, em 2009 foi declarada emergência em saúde devido ao aumento da circulação desse vírus entre a população e o elevado número de mortes associados à infecção.

O que é gripe suína, sintomas e como é a transmissão

Sintomas de gripe suína

Os sintomas da gripe suína costumam surgir 3 a 5 dias após o contato com o vírus, havendo o desenvolvimento de sinais e sintomas de gripe comum, como:

  • Febre;
  • Cansaço;
  • Dor no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Perda de apetite;
  • Tosse persistente;
  • Falta de ar;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dor de garganta;
  • Diarreia.

Em alguns casos, a pessoa infectada com a espécie variante do vírus responsável pela gripe suína pode desenvolver complicações respiratórias graves poucos dias após o início dos sintomas, o que pode resultar em falência respiratória. Além disso, como em alguns casos é necessário respirar com ajuda de aparelhos, pode também haver infecções bacterianas secundárias, havendo maior risco de sepse, o que pode colocar a vida da pessoa em risco.

Como acontece a transmissão

A transmissão da gripe suína acontece através de gotículas de saliva e de secreção respiratória que ficam suspensas no ar quando a pessoa infectada, tosse, espirra ou fala. Além disso, esse vírus é capaz de permanecer até 8 horas em superfícies e, por isso, é possível que a doença também seja transmitida através do contato com superfícies contaminadas.

A gripe suína também pode ser transmitida através do contato direto com porcos infectados, no entanto a transmissão não acontece quando se consome carne desses porcos, isso porque o vírus é inativado e eliminado quando exposto a altas temperaturas.

O que fazer

Caso haja sinais e sintomas suspeitos de gripe suína, é importante ir ao hospital para que possam ser feitos exames que permitam realizar o diagnóstico da doença, sendo então possível iniciar o tratamento mais adequado. O tratamento normalmente é feito com a pessoa em isolamento, para evitar a transmissão do vírus para outra pessoa, e envolve o repouso, ingestão de líquidos e o uso de alguns antivirais.

Nos casos mais graves, pode ser necessário também a ventilação mecânica para evitar a falência respiratória e, nesses casos, pode ser indicado também o uso de antibióticos para prevenir infecções bacterianas secundárias, o que pode complicar ainda mais o estado de saúde da pessoa.

É importante que sejam adotadas medidas que ajudem a prevenir a infecção e a transmissão de doenças, sendo recomendado evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal, evitar permanecer muito tempo em ambiente fechado ou com pouca circulação de ar em que existam várias pessoas, evitar o contato com pessoas com suspeita de gripe suína, cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar e realizar a higienização das mãos com regularidade.

Veja no vídeo a seguir como lavar as mãos corretamente para evitar doenças:

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Influenza: aprender e cuidar. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/influenza_aprender_cuidar_banalizar_superestimar.pdf>. Acesso em 07 Jul 2020
  • CDC. Key Facts about Swine Influenza (Swine Flu) in Pigs. Disponível em: <https://www.cdc.gov/flu/swineflu/keyfacts_pigs.htm>. Acesso em 07 Jul 2020
  • CDC. Key Facts about Human Infections with Variant Viruses. Disponível em: <https://www.cdc.gov/flu/swineflu/keyfacts-variant.htm>. Acesso em 07 Jul 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem