Frutas ácidas: quais são e como afetam o estômago

As frutas ácidas como a laranja, o abacaxi ou o morango, por exemplo, são ricas em vitamina C, fibras e potássio, e também são conhecidas como frutas cítricas.

A sua riqueza em vitamina C é essencial para evitar doenças como o escorbuto, que surge quando existe carência desta vitamina.

As frutas ácidas não são tão ácidas quanto o suco gástrico do estômago, entretanto elas podem causar irritação, aumentando a acidez e, por isso, devem ser evitadas em caso de gastrite ou refluxo gastroesofágico, por exemplo. Veja quais os alimentos mais ricos em vitamina C.

Frutas ácidas: quais são e como afetam o estômago

Lista de frutas ácidas

As frutas ácidas são aquelas ricas em ácido cítrico, que é o responsável pelo sabor meio amargo e picante dessas frutas, que podem ser divididas em dois grupos:

  • Frutas ácidas ou cítricas:

Abacaxi, acerola, ameixa, amora, caju, cidra, cupuaçu, framboesa, maracujá groselha, jabuticaba, laranja, lima, limão, marmelo, morango, nêspera, pêssego, romã, tamarindo, tangerina e uva.

  • Frutas semi-ácidas:

Caqui, maçã vermelha, goiaba, pera, manga, carambola e uva passa.

​​As frutas semi-ácidas têm menor teor de ácido cítrico em sua composição, sendo normalmente melhor toleradas em casos de problemas estomacais como gastrite ou refluxo. Todas as outras frutas podem ser consumidas normalmente em casos de gastrite.

Frutas ácidas na gastrite e no refluxo

As frutas ácidas devem ser evitadas em casos de úlceras e crises de gastrite, pois o ácido pode causar aumento da dor quando o estômago já está inflamado. O mesmo vale para casos de refluxo em que há feridas ou inflamação no esôfago e na garganta, pois a dor aparece quando ácido da fruta entra em contato com a ferida.

No entanto, alguns estudos têm mostrado que a tolerância à frutas ácidas durante as crises de gastrite ou refluxo varia de pessoa para pessoa. Sendo importante avaliar junto com um gastroenterologista ou um nutricionista a possibilidade de incluir ou não estes tipos de frutas na alimentação.

Quando o estômago não está mais inflamado ou quando não há lesões na garganta, as frutas cítricas podem ser consumidas à vontade, pois seu ácido das frutas irá ajudar a prevenir problemas como a gastrite. Veja como deve ser a dieta para gastrite e úlcera.

Frutas ácidas na gravidez

As frutas ácidas na gravidez podem ajudar a diminuir os enjoos uma vez que o ácido das frutas vai estimulam a formação dos ácidos digestivos, favorecendo o esvaziamento gástrico. Além disso, estas frutas têm também boas quantidades de vitamina C, ácido fólico e vitaminas do complexo B que são fundamentais para a prevenção de anemias e para auxiliar no desenvolvimento do bebê.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Karla S. Leal, Nutricionista - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Novembro de 2021.

Bibliografia

  • INTERNATIONAL FOUNDATION FOR GASTROINTESTINAL DISORDERS. Diet Changes for GERD (gastroesophageal reflux disease). Disponível em: <https://aboutgerd.org/treatment/diet-lifestyle-changes/diet-changes-for-gerd/>. Acesso em 02 Nov 2021
  • REVISTA DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA. Doença do refluxo gastroesofágico: tratamento não farmacológico. 2012. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ramb/a/H5rHmySgjghkZ7HWMwjc3nd/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em 04 Out 2021
Mais sobre este assunto: