O que você precisa saber?

Entenda como funciona a fotodepilação

Cientificamente, a fotodepilação consiste na eliminação do pêlo corporal através do uso de raios de luz e, por isso, pode incluir dois tipos de tratamento, que são a luz pulsada e a depilação a laser. No entanto, a fotodepilação é frequentemente ligada apenas à luz pulsada, ficando diferenciada da depilação a laser.

O uso da luz pulsada ajuda a destruir lentamente as células que produzem os pêlos, pois este tipo de luz é absorvida pelo pigmento escuro do pêlo. Depois de absorvida, a luz provoca um aumento da temperatura no local, enfraquecendo as células. Como a técnica apenas funciona nos pêlos que estão diretamente ligados às células, o que acontece apenas em 20 a 40% dos pêlos corporais, podem ser necessárias até cerca de 10 sessões de fotodepilação para atingir todas as células e obter o resultado de eliminação definitiva do pêlo.

Entenda como funciona a fotodepilação

Qual o preço do tratamento

O preço da fotodepilação pode variar de acordo com a clínica selecionada e do equipamento utilizado, no entanto o preço médio é de 70 reais por área e sessão, sendo mais econômica que a depilação a laser, por exemplo.

Que áreas que podem ser depiladas

O uso de luz pulsada apresenta melhores resultados na pele clara com pelos escuros e pode ser usada em quase todas as partes do corpo, especialmente no rosto, braços, pernas e virilha. Já outras áreas mais sensíveis, como a região íntima ou as pálpebras, não devem ser expostas a este tipo de depilação.

Diferença entre fotodepilação e depilação a laser

Considerando que a fotodepilação se refere apenas ao uso da luz pulsada, as principais diferenças em relação à depilação a laser incluem:

  • Potência dos aparelhos utilizados: o tipo de luz utilizada na depilação a laser é mais potente do que a luz pulsada da fotodepilação;
  • Surgimento dos resultados: os resultados da fotodepilação demoram mais tempo para surgir, pois, enquanto na depilação a laser a célula que produz o pelo é destruída quase de imediato, na fotodepilação o pelo vai ficando mais fraco até deixar de aparecer;
  • Preço: geralmente, a fotodepilação é mais econômica do que a depilação a laser.

Para melhorar os resultados em ambos os casos, é importante evitar a a depilação com cera durante o tratamento, pois a remoção completa do pêlo dificulta a passagem da luz até à celula que produz o pêlo.

Entenda como funciona a fotodepilação

Quem não deve fazer fotodepilação

Embora a fotodepilação com luz pulsada seja uma técnica bastante segura, pois utiliza uma potência que não danifica a pele, ela não deve ser utilizada por pessoas com vitiligo, pele bronzeada ou com infecções na pele, pois pode ocorrer um escurecimento ou clareamento local.

Além disso, pessoas que utilizam medicamentos que aumentam a sensibilidade da pele, como é o caso de adolescentes que utilizam produtos para o acne, não devem fazer este tipo de depilação no local que está a ser tratado.

Principais riscos do tratamento

A maior parte das sessões de fotodepilção não produzem qualquer tipo de complicação, principalmente quando são feitas por profissionais treinados. No entanto, a fotodepilação pode sempre trazer alguns riscos como:

  • Queimaduras;
  • Cicatrizes na pele;
  • Manchas escuras.

Normalmente, estes riscos podem ser evitados, sendo que é aconselhado consultar um dermatologista antes de iniciar o tratamento de fotodepilação.

Saiba mais sobre como estes riscos podem ser evitados.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...