Depilação masculina: como fazer e cuidados

Atualizado em maio 2023

Na maior parte dos casos, a depilação masculina é feita apenas por estética, especialmente em locais como o peito, costas, barriga e pernas. No entanto, a depilação também pode ser uma boa forma de controlar a transpiração e, por isso, muitos homens podem optar por fazer a depilação quando sofrem com hiperidrose, nas axilas, por exemplo, uma condição onde existe uma produção exagerada de suor.

Existem várias técnicas de depilação, como cera, cremes depilatórios, laser, lâmina e até máquinas depiladora, sendo que cada técnica possui suas vantagens e desvantagens, dependendo do tempo que se espera que depilação dure, por exemplo, e do local a depilar.

É importante que antes e após a depilação seja mantida a hidratação da pele e que antes de realizar a depilação, o homem faça o preparo adequado de acordo com a técnica a ser realizada.

Imagem ilustrativa número 6

Como fazer

A depilação masculina pode ser feita usando mais de uma técnica, dependendo do local que será feita a depilação:

1. Cera

A depilação a cera promove a remoção completa do pelo desde a raiz, de forma que o efeito da depilação dura mais tempo, podendo manter-se por 2 a 4 semanas. Quando a depilação a cera é feita com regularidade, os pelos podem demorar mais tempo para crescer.

Esse tipo de depilação pode ser usada no peito, barriga, costas, braços e pernas, mas também pode ser usada com cuidado no rosto.

Como é feita: na depilação a cera, deve ser aplicada uma fina camada de cera derretida no local, que vai esfriando enquanto gruda em todos os pelos. Depois, essa camada é retirada rapidamente para que os pelos sejam completamente removidos.

Existe ainda a opção de fazer a depilação com cera fria, na qual são usadas pequenas faixas de cera que podem ser compradas na farmácia ou no supermercado. Veja como fazer corretamente a depilação com cera quente ou fria.

Para garantir um melhor resultado com a cera, deve-se aparar o pelo com uma máquina de barbear antes de passar a cera, assim como tomar banho de água morna, para abrir os poros e retirar qualquer tipo de creme que se tenha no corpo, pois pode dificultar que a cera grude no corpo.

Desvantagens: é um método doloroso, que pode causar irritação da pele e que não deve ser usados em áreas mais sensíveis, como a região íntima.

2. Creme depilatório

A depilação com creme depilatório é fácil de realizar e não causa qualquer tipo de desconforto, já que não provoca a remoção dos pelos desde a raiz. O creme depilatório funciona como uma lâmina química, pois contém um conjunto de substâncias que tornam o pelo mais fino e destroem a sua base, fazendo com que possam cair, em poucos minutos.

O creme depilatório geralmente é indicado para fazer a depilação no peito, barriga, costas, braços e pernas e, por isso, também não deve ser usado na região íntima.

Como é feita: para fazer a depilação com o creme depilatório, deve-se aplicar uma camada do creme no local e deixar por 5 a 10 minutos, de acordo com as indicações da embalagem. Em seguida, deve-se fazer a remoção do creme juntamente com os pelos usando uma pequena espátula. Após a retirada do pelo, deve-se lavar a pele com água morna e um sabão de pH neutro.

Existem diferentes tipos de cremes depilatórios, especialmente para peles normais ou sensíveis e, por isso, o ideal é escolher um creme e aplicar numa pequena região, antes de usar em uma área grande do corpo, para observar se surge algum tipo de irritação.

Desvantagens: por não retirarem o pelo pela raiz provocam um efeito mais curto e, por isso, o pelo pode voltar a surgir em 1 a 2 semanas. Além disso, se deixado na pele por mais tempo do que o indicado na embalagem, pode causar irritação da pele.

3. Lâmina

A depilação com lâmina é uma das técnicas mais antigas para a remoção do pelo e, por isso, também é utilizada frequentemente. No entanto, com este método existe uma maior risco de cortes na pele, que podem resultar em infecções, por exemplo.

Na maior parte das vezes, a lâmina está indicada para quem tem poucos pelos, ou para quando se pretende depilar regiões mais sensíveis, como a região íntima, já que permite regular a intensidade da depilação, desde que feita com cuidado e suavemente.

Como é feita: no caso da depilação com lâmina, deve-se passar um creme próprio para lâmina, como os cremes de barbear, por exemplo, mas também é possível usar o sabonete. É importante evitar passar a lâmina na pele seca, já que há maior atrito, aumentando risco de cortes, irritação da pele e pelos encravados. Veja tudo o que precisa saber para fazer a depilação com lâmina.

Desvantagens: existe maior risco de cortes na pele e de pelos encravados, já que o pelo não é removido pela raiz, nem é enfraquecido como acontece com o creme depilatório.

4. Depilação a laser

A depilação com laser é uma boa opção para fazer a depilação e pode, até, resultar em uma depilação definitiva, já que é feita a remoção da raiz do pelo. A depilação a laser pode ser feita em qualquer parte do corpo, incluindo a virilha.

Como é feita: na depilação a laser é usado um tipo de laser, que pode ser de diodo ou alexandrite, que dispara uma grande quantidade de energia para o pelo, de forma a destruir a raiz, eliminando o pelo e diminuindo as chances de que volte a crescer.

Este tipo de depilação pode causar alguma dor e, por isso, deve sempre ser feito em clínicas especializadas em depilação a laser para evitar complicações como queimaduras na pele ou até feridas. Normalmente, é preciso fazer entre 4 a 6 sessões para que o pelo deixe de crescer em uma determinada região, mas isso pode variar de homem para homem, de acordo com a cor da pele, por exemplo.

Desvantagens: é comum que após a depilação a laser a pele fique um pouco irritada e sensível, sendo indicado passar bastante hidratante, fazer esfoliação com alguma regularidade no local e evitar a exposição da região ao sol.

Saiba mais sobre a depilação a laser no vídeo seguinte:

5. Máquina depiladora

A máquina depiladora, também conhecida como depilador elétrico, é um pequeno aparelho que arranca o pelo pela raiz, funcionando de forma semelhante que a cera. Normalmente, este tipo de aparelho pode ser usado com a pele seca ou molhada e, dessa forma, pode ser usado durante o banho, por exemplo.

A depilação com a máquina depiladora pode ser indicada para barriga, peito, costas, braços e pernas.

Como é feita: antes de fazer a depilação com a máquina depiladora, é recomendado aparar pelo com um barbeador antes de usar o depilador elétrico, pois o pelo comprido pode dificultar o funcionamento do aparelho. Embora estas máquinas possam ser usadas durante o banho, a depilação geralmente é mais fácil com a pele seca, já que o pelo fica menos grudado na pele, sendo mais facilmente agarrado pelo depilador.

Desvantagens: causa algum desconforto ao arrancar os pelos da pele e pode deixar a pele irritada.

Como fazer a depilação íntima

Uma vez que a região íntima é uma área extremamente sensível, o ideal é apenas aparar os pelos, utilizando uma tesoura ou um barbeador, por exemplo. No entanto, caso se pretenda remover completamente o pelo e deixar a pele lisa, uma das melhores opções é fazer a depilação com lâmina.

Para fazer a depilação com a lâmina, deve-se ter muito cuidado para evitar cortes na pele, especialmente na região do escroto e anal. Os cremes, embora possam ser facilmente aplicados nesta região, podem causar muita irritação, mesmo quando são próprios para peles sensíveis e, por isso, também devem ser evitados.

A cera pode ser utilizada para remover pelos da região da virilha ou púbis, entretanto não é recomendado para a utilização em região mais sensíveis. Além disso, muito homens também têm recorrido à depilação definitiva, como a com laser, para diminuir os pelos da região e facilitar a higiene, no entanto, este método é bastante mais doloroso e fica limitado apenas para a região da virilha também. Veja mais detalhes da depilação a laser.

Cuidados na depilação

Para garantir um melhor resultado da depilação e evitar problemas, como pele irritada ou pelos encravados, existem alguns cuidados que se deve ter sempre antes e depois de depilar, e que incluem:

  • Alguns dias antes da depilação, aparar o pelo usando um barbeador;
  • Fazer esfoliação da pele 2 a 3 dias antes da depilação;
  • Tomar banho com água morna para retirar qualquer tipo de creme ou produto da pele e abrir os poros;
  • Manter uma hidratação adequada da pele, passando creme hidratante todos os dias.
  • Evitar sair no sol ou ficar tomando sol por muito tempo, depois do procedimento;
  • Evitar nadar em piscinas ou entrar em jacuzzis, devido à presença de cloro, o que pode deixar a pele mais irritada após a depilação;

Além disso, cerca de 2 a 3 dias após a depilação também é aconselhado fazer uma esfoliação da pele para remover os restos de pelo e células mortas. Esta esfoliação pode ser suave e pode ser feita até aos 10 primeiros dias após a depilação.

Vídeos relacionados