Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Fosfatidilserina: o que é, para que serve e como consumir

Atualizado em Setembro 2019

A fosfatidilserina é um composto derivado de um aminoácido que é encontrado em grandes quantidades no cérebro e no tecido neural, já que faz parte da membrana celular. Por este motivo, pode contribuir para a função cognitiva, principalmente em idosos, ajudando a melhora a memória e a atenção.

Este composto é produzido pelo organismo, podendo também ser obtido através da alimentação e também por meio da suplementação, o que aparentemente demonstrou vários benefícios em algumas situações.

Fosfatidilserina: o que é, para que serve e como consumir

Para que serve a Fosfatidilserina

A suplementação com fosfatidilserina pode ter vários benefícios para a saúde e, por isso, pode ser usado para diversas situações, como por exemplo:

1. Melhorar a função cognitiva e a memória

Foram encontrados diversos benefícios da suplementação com fosfatidilserina, sendo verificado em alguns estudos que ajuda a melhorar a função cognitiva e a memória em idosos, incluindo pacientes com Alzheimer e pessoas com comprometimento da memória associado à idade, prevenindo ou retardando a deficiência cognitiva e a demência.

Isso acontece porque a fosfatidilserina aparentemente aumenta a comunicação neuronal, aumentando a fluidez das membranas celulares e os níveis de acetilcolina, que é um importante neurotransmissor. Além disso, a fosfatidilserina também protege as membranas celulares dos danos oxidativos e dos radicais livres.

Em pessoas saudáveis ainda não existem estudos suficientes que comprovem essa melhoria, no entanto acredita-se que seja positiva.

2. Reduzir os sintomas de Déficit de atenção de hiperatividade

Acredita-se que a suplementação com fosfatidilserina poderia melhorar os sintomas de déficit de atenção e os transtornos de hiperatividade em crianças com TDAH, observando-se também uma melhoria na memória auditiva a curto prazo na impulsividade. Saiba reconhecer os sintomas de TDAH.

3. Melhorar a atenção e a aprendizagem

De acordo com alguns estudos, no caso dos adultos, esse suplemento poderia melhorar significativamente a capacidade de processar informações, assim como a precisão das respostas feitas em alguns testes que medem a capacidade cognitiva.

4. Aliviar os sintomas de estresse

A suplementação prolongada com fosfatidilserina pode exercer efeitos anti-estresse em pessoas saudáveis, no entanto ainda não se sabe exatamente como esse composto atua no organismo para gerar esse efeito, sendo necessários mais estudos para confirmar essa ação da fosfatidilserina.

Fosfatidilserina: o que é, para que serve e como consumir

Alimentos que contém Fosfatidilserina

Atualmente acredita-se que a ingestão de fosfatidilserina, devido à sua presença natural na dieta, seja entre 75 a 184 mg por pessoa por dia. Algumas fontes alimentares de fosfatidilserina são as carnes vermelhas, frango, peru e peixe, principalmente nas vísceras, como fígado ou rins.

O leite e os ovos também possuem pequenas quantidades desse composto. Algumas fontes vegetais são feijão branco, sementes de girassol, soja e derivados.

Como consumir o suplemento

O FDA (Food, Drug, Administration) aprovou a fosfatidilserina como suplemento, sendo recomendada uma dose máxima de 300 mg por dia. De forma geral, para prevenir a deficiência cognitiva é recomendada a ingestão de 100 mg, 3 vezes por dia, no entanto é importante ler as instruções do fabricante, já que os suplementos podem variar de acordo com a dose.

No caso das crianças e adolescentes, para melhorar a atenção é recomendada a ingestão de 200 mg/d, e a dose de 200 a 400 mg/d pode ser utilizada para adultos saudáveis.

Efeitos secundários e contraindicações

A ingestão do suplemento de fosfatidilserina é aparentemente seguro, observando-se apenas problemas gastrointestinais, como náuseas, vômitos e indigestão. Este suplemente não deve ser ingerido por gestantes, mulheres que suspeitem de gravidez ou durante a lactância devido a falta de estudos que comprovem a sua segurança.

Bibliografia >

  • KATO-KATAOKA Akito, SAKAI Masashi, et al. Soybean-Derived Phosphatidylserine Improves Memory Function of the Elderly Japanese Subjects with Memory Complaints. Journal of Clinical Biochemistry and Nutrition. 47. 3; 246-255,
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem