Faringoamigdalite: o que é, sintomas, causas e tratamento

Atualizado em janeiro 2024

Faringoamigdalite é a inflamação da faringe e das amígdalas que pode causar sintomas como dor, vermelhidão e/ou placas esbranquiçadas na garganta, desconforto para engolir, ínguas dolorosas no pescoço ou febre. 

Na maioria das vezes, a faringoamigdalite é causada por uma infecção pelos mesmos vírus que provocam resfriados ou gripes, mas também pode ser causada por bactérias, podendo ser mais grave neste caso.

Em caso de suspeita de faringoamigdalite, é recomendado consultar um clínico geral. O tratamento depende da causa da infecção, podendo envolver o uso de medicamentos, como antibióticos e/ou analgésicos, e medidas como a realização de gargarejos. 

Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

Os principais sintomas de faringoamigdalite são:

  • Dor e/ou vermelhidão na garganta;
  • Inchaço na região das amígdalas;
  • Desconforto para engolir;
  • Náusea e/ou vômitos;
  • Pontos ou placas esbranquiçadas na garganta e/ou amígdalas;
  • Febre acima de 37,2ºC;
  • Ínguas no pescoço.

A faringoamigdalite normalmente se inicia repentinamente e os primeiros sintomas a surgir são a vermelhidão na garganta e as ínguas no pescoço, que podem causar dor quando a região é tocada.

Principalmente nos casos de faringoamigdalite bacteriana, a febre pode ser maior que 38ºC. Além disso, normalmente estão ausentes sintomas, como tosse, nariz escorrendo, conjuntivite, rouquidão ou diarreia, nestes casos.

Leia também: Amigdalite bacteriana: o que é, sintomas, causas e tratamento tuasaude.com/amigdalite-bacteriana

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de faringoamigdalite é feito pelo clínico geral ou, em caso de crianças, pediatra baseado nos sintomas apresentados e exame da cavidade oral, em que se pode verificar alterações como vermelhidão e pontos brancos nas amígdalas. 

Caso deseje marcar uma consulta, encontre um clínico geral mais próximo de você utilizando a ferramenta abaixo:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Clínicos Gerais e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Em alguns casos, o médico também pode indicar exames, como o teste rápido para a detecção das bactérias mais comuns ou a cultura de secreções da orofaringe, para confirmar a causa da faringoamigdalite e indicar o tratamento mais adequado.

Possíveis causas

A principal causa de faringoamigdalite é a infecção da faringe e amígdalas por vírus como o rinovírus, adenovírus ou coronavírus, mas também pode ser causada por infecções bacterianas, sendo a bactéria Streptococcus pyogenes a mais comum.

Como é feito o tratamento

Na maioria dos casos, tratamento da faringoamigdalite bacteriana é feito com o uso de antibióticos, como a amoxicilina por via oral durante 7 a 10 dias ou a injeção de penicilina benzatina em dose única, de acordo com a orientação médica.

No entanto, nos casos em que a faringoamigdalite provocou a formação de um abscesso, o tratamento pode necessitar ser feito com a pessoa internada no hospital e envolver o uso de antibióticos diretamente na veia e, algumas vezes, a cirurgia para a drenagem do pus. 

Já nos casos de faringoamigdalite viral, o tratamento normalmente envolve apenas o uso de medicamentos analgésicos, como paracetamol ou ibuprofeno, e medidas como a realização de gargarejos com água morna e sal para aliviar os sintomas.

Leia também: 10 remédios caseiros para dor de garganta tuasaude.com/remedio-caseiro-para-dor-de-garganta