Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exame T4: para que serve e como é feito

O exame T4 tem como objetivo avaliar o funcionamento da tireóide por meio da dosagem do hormônio T4 total e T4 livre.

Em condições normais, o hormônio TSH estimula a tireóide a produzir T3 e T4, que são hormônios responsáveis por auxiliar o metabolismo, fornecendo a energia necessária para o funcionamento correto do organismo. O T4 encontra-se quase totalmente conjugado a proteínas para que possa ser transportado na corrente sanguínea para vários órgãos e possa exercer sua função.

Esse exame pode ser recomendado pelo médico em exames de rotina, mas é mais indicada a sua realização quando a pessoa apresenta sintomas de hipo ou hipertireoidismo, por exemplo, ou quando há resultado alterado do TSH. Veja para que serve o exame TSH e os valores de referência.

Exame T4: para que serve e como é feito

Como é feito o exame

O exame é feito com uma amostra de sangue e não é necessário qualquer preparo antes de realizá-lo. No entanto, caso a pessoa esteja fazendo uso de algum medicamento que interfira na tireoide, deve comunicar ao médico para que isso seja levado em consideração na hora da análise.

A amostra de sangue coletada é enviada ao laboratório, onde é feita a dosagem de T4 livre e total. Os valores normais de T4 livre são entre 0,7 - 1,5 ng/dL, enquanto que os valores normais de T4 total variam de acordo com a idade:

IdadeValores normais de T4 total
1ª semana de vida15 µg/dL
Até o 1º mês8,2 - 16,6 µg/dL
Entre 1 e 12 meses de vida7,2 - 15,6 µg/dL
Entre 1 e 5 anos7,3 - 15 µg/dL
Entre 5 e 12 anos 6,4 - 13,3 µg/dL
A partir dos 12 anos 4,5 - 12,6 µg/dL

Valores elevados ou diminuídos de T4 podem indicar hipo ou hipertireoidismo, câncer de tireoide, tireoidite, bócio e infertilidade feminina, por exemplo. Além disso, valores diminuídos de T4 livre podem indicar má nutrição ou tireoidite de Hashimoto, por exemplo, que é uma doença autoimune caracterizada pela inflamação da tireoide levando ao hipertireoidismo seguido de hipotireoidismo. Saiba o que é a tireoidite de Hashimoto e como tratar.

Quando fazer

O exame de T4 é normalmente solicitado pelo endocrinologista em situações como:

  • Resultado alterado do exame de TSH;
  • Fraqueza, diminuição do metabolismo e cansaço, podendo ser indicativo de hipotireoidismo. Veja como identificar e tratar o hipotireoidismo;
  • Nervosismo, aumento do metabolismo, aumento do apetite, podendo indicar hipertireoidismo. Saiba quais são os sintomas de hipertireoidismo;
  • Suspeita de câncer de tireoide;
  • Investigação causa da infertilidade feminina.

A partir da avaliação dos resultados do exame e dos sintomas da pessoa, o endocrinologista pode definir o diagnóstico e a melhor forma de tratamento, normalizando, assim, os níveis de T4. Veja outros exames essenciais para avaliar a tireoide.

O que é T4 total e T4 livre?

Tanto o T4 livre quanto o T4 total são utilizados para avaliar a função da tireóide, ou seja, verificar se a glândula produz quantidade normal e suficiente de hormônios para fornecer energia para as atividades metabólicas do organismo. Menos de 1% do T4 se encontra na forma livre, e é essa forma que é metabolicamente ativa, ou seja, que possui função. O T4 ligado a proteínas não possui atividade, é apenas transportado na corrente sanguínea para os órgãos, e quando necessário, é separado da proteína para ter atividade.

O T4 total corresponde à quantidade total de hormônio produzido, sendo avaliado tanto a quantidade que está conjugada a proteínas quanto a que está livre circulante no sangue. No entando, a dosagem de T4 total pode ser um pouco inespecífica, pois pode haver interferência com as proteínas que o hormônio pode se ligar. 

O T4 livre, por outro lado, já é mais específico, sensível e permite avaliar melhor a tireoide, pois é dosada somente a quantidade de hormônio que está funcional e ativa no organismo

Mais sobre este assunto:


Carregando
...