Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Espondiloartrose cervical e Como tratar

A espondiloartrose cervical é um tipo de artrose que afeta as articulações da coluna na região do pescoço, levando ao surgimento de sintomas como dor no pescoço que irradia para o braço, tonturas ou zumbidos frequentes.

Este problema da coluna deve ser diagnosticado por um ortopedista e o tratamento normalmente é feito com fisioterapia e o uso de anti-inflamatórios, que podem ser ingeridos na forma de comprimido ou administrados diretamente na coluna através de uma injeção.

O que é Espondiloartrose cervical e Como tratar

Principais sintomas

Os sintomas mais comuns da espondiloartrose cervical incluem:

  • Dor constante no pescoço que pode irradiar para 1 ou os 2 braços;
  • Dificuldade para movimentar o pescoço;
  • Sensação de formigamento no pescoço, ombros e braços;
  • Tonturas ao virar rapidamente a cabeça;
  • Sensação de "areia" dentro da coluna na região do pescoço;
  • Zumbido frequente no ouvido.

Alguns destes sintomas também podem ser sinal de outros problemas na coluna, como hérnia cervical, por exemplo, e por isso deve-se sempre consultar um ortopedista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado. Confira quais os sintomas mais comuns da hérnia de disco.

Como confirmar o diagnóstico

A espondiloartrose cervical normalmente é diagnosticada pelo ortopedista através do exame físico e de vários exames como raio X, ressonância magnética, ecodoppler ou tomografia computadorizada, por exemplo.

Como é o tratamento

O tratamento da espondiloartrose cervical normalmente é feito com a toma de analgésicos e anti-inflamatórios, como o Diclofenaco, por aproximadamente 10 dias e sessões de fisioterapia, para aliviar a inflamação das articulações.

Porém, caso o desconforto não melhore, o médico pode recomendar a injeção de anti-inflamatório junto da articulação afetada e, nos casos, mais graves, cirurgia. Veja ainda algumas formas naturais de aliviar a dor no pescoço.

Fisioterapia para espondiloartrose

As sessões de fisioterapia para espondiloartrose cervical devem ser realizadas cerca de 5 vezes por semana, com duração aproximada de 45 minutos. O fisioterapeuta deverá avaliar as necessidades do paciente e traçar um plano terapêutico com objetivos a curto e a médio prazo.

O tratamento fisioterapêutico para este tipo de lesão cervical pode incluir o uso de aparelhos como ultrassom, TENS, micro-correntes e laser, por exemplo. Além disso o paciente pode beneficiar-se do uso de bolsas de água morna que devem ser utilizadas várias vezes ao dia por aproximadamente 20 minutos de cada vez.

Mesmo que seja necessário fazer cirurgia, é importante fazer sessões de fisioterapia no pós-operatório para garantir boa mobilidade do pescoço e evitar posturas inadequadas.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...