Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é espermocultura e para que serve

A espermocultura é um exame que tem como finalidade avaliar a qualidade do sêmen e detectar a presença de microrganismos causadores de doenças. Como esses microrganismos podem estar presentes em outras regiões da genitália, é muito importante fazer uma higiene rigorosa antes de proceder à coleta, de forma a evitar contaminar a amostra.

Caso o resultado seja positivo para alguma bactéria, por exemplo, pode ser necessário realizar posteriormente um antibiograma, de forma a determinar qual o antibiótico que a bactéria é sensível, sendo o mais indicado para o tratamento.

O que é espermocultura e para que serve

Para que serve

A espermocultura serve para diagnosticar infecções bacterianas ou fúngicas nas glândulas acessórias do aparelho reprodutor do homem, como uma prostatite ou prostovesiculite, por exemplo, ou quando é detetado um aumento de leucócitos na urina. Saiba como tratar a prostatite.

Como é feito o procedimento

Geralmente, para realizar uma espermocultura, não é necessário fazer uma marcação prévia, nem abstinência sexual.

A colheita do sêmen deve ser efetuada em boas condições de higiene, para não contaminar a amostra. Para isso, antes de proceder à coleta, deve-se lavar o pênis com sabão e água corrente, secar bem com uma toalha limpa e recolher a urina do jato médio em frasco coletor esterilizado.

Em seguida, deve-se utilizar um frasco coletor esterilizado e coletar a amostra de sêmen, por meio de masturbação, de preferência no laboratório onde será feita a análise e entregar ao técnico em frasco fechado. Caso a colheita não possa ser realizada no laboratório, a amostra deve ser entregue até no máximo 2 horas após a recolha.

A amostra recolhida pode ser semeada em vários meios de cultura diferentes, como PVX, COS, MacConkey, Manitol, Sabouraud ou Tubo de Tioglicolato, destinados ao crescimento e identificação de determinadas bactérias ou fungos.

Interpretação de resultados

O resultado deve ser interpretado levando em conta diversos fatores, como qual o microrganismo que foi isolado, o número de bactérias contadas e a presença de leucócitos e eritrócitos.

Este exame inclui a pesquisa de diversos microrganismos, como N. gonorrhoeae e G. vaginalis., E. coli, Enterobacter spp., Klebsiella spp., Proteus spp., Serratia spp., Enterococcus spp., e mais raramente S. aureus, que geralmente são associados a doença.

Qual a diferença entre espermocultura e espermograma

O espermograma é um exame em que é analisado o sêmen e avaliada a quantidade e qualidade dos espermatozoides, de forma a perceber o potencial de fertilização do óvulo feminino. Geralmente este exame faz-se quando é necessário avaliar as funções dos testículos e das glândulas seminais, após cirurgia de vasectomia, ou quando se desconfia de algum problema de fertilidade. Veja como é feito o espermograma.

A espermocultura apenas analisa o sêmen de forma a detetar a presença de microrganismos patológicos.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...