Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é, sintomas e como tratar a Gardnerella

A Gardnerella Vaginalis e a Gardnerella Mobiluncus sp são duas bactéria que normalmente vivem na vagina sem causar qualquer tipo de sintoma. No entanto, quando se multiplicam de forma exagerada, podem causar uma infecção conhecida popularmente como vaginose bacteriana, que levam à produção de corrimento acizentado e cheiro fétido. 

O tratamento é feito com remédios antibióticos, como Metronidazol ou Clindamicina, em forma de comprimido oral ou pomadas que devem ser aplicadas na vagina, embora, em alguns casos, a cura possa ser alcançada apenas com a lavagem adequada da região.

A infeção por Gardnerella geralmente ocorre em mulheres, porém os homens também podem ser infectados através de relações sem preservativo com uma parceira infectada.

O que é, sintomas e como tratar a Gardnerella

Sintomas da Gardnerella

A presença da Gardnerela manifesta-se de forma diferente na mulher e no homem, apresentando sintomas como:  

Sintomas na mulherSintomas no homem

Corrimento amarelado ou acinzentado

Vermelhidão no prepúcio, glande ou uretra
Pequenas bolhas na vagina

Dor ao urinar

Odor desagradável que se intensifica após o contato íntimo desprotegidoCoceira no pênis
Dor durante o contato íntimo

Secreção amarelada na uretra

Em muitos homens, é mais comum que a infecção por Garnerella vaginalis não provoque qualquer sintoma e, por isso, também pode não ser necessário fazer tratamento. Porém, se a mulher se tornar muito frequente na mulher pode ser recomendado, pelo médio, que o homem também faça o tratamento, pois pode estar passando de novo para a mulher, especialmente se praticarem o contato íntimo sem preservativo.

Além disso, se houver infecção em simultâneo com outras bactérias, as mulheres podem apresentar inflamações no útero e nas trompas, o que pode gerar um quadro de infertilidade caso o tratamento não seja feito.

O que causa a infecção por Gardnerella

Não existe uma causa específica para este tipo de infecção, no entanto é mais comum em mulheres com fatores de risco como vários parceiros sexuais, uso de cigarro, prática regular de lavagens vaginais ou uso de DIU como método contraceptivo.

Assim, a a infecção genital por Gardnerella não é considerada uma DST e, o período de incubação da doença é de 2 a 21 dias, que é o tempo em que a bactéria está presente mas não se manifestam os sintomas. 

Diagnóstico da Gardnerella

O diagnóstico da Gardnerella é feito através da análise de um esfregão da vagina em laboratório, de forma a identificar a bactéria presente. No entanto, em alguns casos, o médico pode suspeitar da infecção apenas através da avaliação dos sintomas.

Como é feito o tratamento

A infecção por Gradnerella é de fácil cura e seu tratamento normalemnte é feito com remédios antibióticos, como Metronidazol, Secnidazol ou Clindamicina, tomados em forma de comprimidos, ou aplicados como pomadas na região íntima.

Geralmente, o tratamento dura cerca de 7 dias, para o caso do antibiótico em comprimidos, ou 5 dias para os cremes. Durante esse tempo deve-se manter uma adequada higiene íntima, lavando somente a região genital externa com sabonete neutro ou apropriado para a região.

Já na gravidez, o tratamento deve apenas ser feito com o antibiótico em comprimido e a higiene adequada da região.

Saiba mais sobre o tratamento e como fazer o tratamento caseiro.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...