Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Escoliose, tipos e como tratar

A escoliose é um desvio lateral da coluna em forma de C ou S. Apesar de ser mais comum jovens e adolescentes, as crianças também podem ser afetadas, especialmente quando estão presentes outras alterações neurológicas, como a paralisia cerebral, e os idosos podem desenvolver escoliose devido a osteoporose, por exemplo. 

Na maior parte das vezes a escoliose é idiopática, o que significa que sua causa exata não pode ser identificada, estando relacionada com diversos fatores como genética, falta de atividade física, má postura e ficar muito tempo sentado ou deitado com a coluna torta.

O diagnóstico é feito com base em exames e o tratamento pode incluir fisioterapia, coletes ou cirurgia, nos casos mais graves. 

O que é Escoliose, tipos e como tratar

Sintomas de escoliose

É possível suspeitar de uma escoliose na coluna quando a pessoa apresenta:

  • Um desvio na coluna em forma de C ou S;
  • Um ombro mais alto que o outro;
  • Escápulas, que são os ossos das costas que também são popularmente chamados de 'asas', inclinados;
  • Um lado do quadril está inclinado para cima;
  • Uma perna é mais curta que a outra.

O diagnóstico deve ser feito pelo médico ortopedista com base na observação da coluna, realização de exames de imagem, como o raio-x ou ressonância magnética, nos casos mais graves. 

Como confirmar a escoliose

Para confirmar a escoliose pode-se realizar inicialmente, o seguinteteste:

  • Ficar de pé, com as pernas afastadas à largura do quadril e inclinar o corpo para frente, para tocar com as mãos no chão, mantendo as pernas esticadas. Se a pessoa não conseguir colocar as mãos no chão, não é preciso forçar muito.
  • Nessa posição o profissional pode observar se surge uma região mais alta da coluna de um dos lados.
  • Se for possível observar este 'alto', chamado de gibosidade, isso indica que há uma escoliose desse mesmo lado.

Quando a pessoa apresenta os sintomas de escoliose, mas não apresenta gibosidade, a escoliose é leve e pode ser tratada apenas com fisioterapia. 

O raio-x da coluna deve ser solicitado pelo médico e deve mostrar as vértebras da coluna e também o quadril, importantes para avaliar o ângulo de Cobb, que indica o grau de escoliose que a pessoa possui, o que ajuda a definir o tratamento mais indicado.

A primeira imagem é a realização do teste e a segunda evidencia um raio-X de coluna com escoliose:

Teste da gibosidade
Teste da gibosidade
Raio-X da coluna com escoliose
Raio-X da coluna com escoliose

Tipos de escoliose

A escoliose pode ser classificada de acordo com a sua causas e com a região afetada.

De acordo com a causa da escoliose, pode ser:

  • Idiopática, quando não se conhece a causa, acontece de 65-80% dos casos;
  • Congênita, em que o bebê já nasce com escoliose devido à má-formação das vértebras;
  • Degenerativa, que surge na fase adulta devido a lesões, como fraturas ou osteoporose, por exemplo;
  • Neuromuscular, que acontece como consequência de condições neurológicas, como a paralisia cerebral, por exemplo.

Em relação a região afetada, a escoliose pode ser classificada como sendo:

  • Cervical: C1-C6
  • Cervico-torácica: C7-T1
  • Torácica ou dorsal: T2-T12 
  • Toracolombar: T12-L1
  • Lombar: L2-L4
  • Lombossacral: L5-S1

Além disso, deve-se saber se a curvatura é para a esquerda ou para a direita; e em forma de C, o que indica que tem apenas uma curvatura, ou em forma de S, quando existem 2 curvaturas. 

Tratamento para escoliose 

O tratamento para escoliose pode ser feito com fisioterapia, uso de colete ou cirurgia na coluna, dependendo do tipo de escoliose que a pessoa apresenta, e do seu grau:

Fisioterapia

A fisioterapia é indicada para tratar a escoliose de 10-35 graus de curvatura e pode ser feita através de exercícios terapêuticos, exercícios de Pilates Clínico, técnicas de manipulação vertebral, osteopatia e exercícios corretivos como o método de reeducação postural. 

Colete

Quando a pessoa possui entre 20-40 graus de curvatura, além da fisioterapia também é recomendado usar um colete especial chamado Charleston que deve ser usado à noite durante o sono, e o colete de Boston, que é para ser usado durante o dia para estudar, trabalhar e fazer todas as atividades, devendo ser retirado somente para o banho. O colete deve ser recomendado pelo ortopedista e para que tenha o efeito esperado deve-se utiliza-lo durante 23 horas por dia.

Cirurgia

Quando a coluna possui mais de 30 graus de curvatura, em jovens e mais de 50 graus em adultos, é indicada a realização de uma cirurgia para reposicionar as vértebras da coluna no eixo central. Geralmente a cirurgia é indicada para crianças ou adolescentes, que é quando os resultados são melhores e o tratamento mais efetivo. A cirurgia pode ser feita para a colocação de placas ou parafusos para centralizar a coluna.

Saiba mais detalhes sobre cada tratamento da escoliose.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar