Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Equimose: o que é, 9 principais causas e o que fazer

A equimose é o extravasamento de sangue dos vasos sanguíneos da pele que se rompem formando uma área de cor roxa e, normalmente, está relacionada a traumas, contusões ou efeito colateral de alguns medicamentos, por exemplo. 

A equimose pode durar de 1 a 3 semanas e nesse período ocorre mudança da cor roxa para amarelo esverdeado. Na maioria das vezes, a equimose não necessita de tratamento específico, no entanto, se aparecer frequentemente, é importante procurar um clínico geral ou hematologista. 

O diagnóstico das causas da equimose baseiam-se em exames laboratoriais através do hemograma e da dosagem das plaquetas e dos fatores de coagulação no sangue e, nos casos de suspeita de fratura óssea, o médico poderá solicitar exames como raio-X ou ressonância magnética. 

Equimose: o que é, 9 principais causas e o que fazer

As principais causas da equimose são:

1. Contusão

A principal causa da equimose são as contusões ou lesões que ocorrem ao praticar atividade esportiva ou em casos de acidentes domésticos, escolares, profissionais ou de trânsito. As contusões provocam rompimento dos vasos sanguíneos superficiais, causando o aparecimento da equimose e pode acontecer em qualquer região do corpo.

O que fazer: geralmente, a equimose desaparece espontaneamente, entretanto, se a área afetada estiver dolorida pode-se utilizar compressas frias ou gelo no local da lesão nas primeiras 24 a 48 horas e compressa quente após esse período ou tomar anti-inflamatórios como o ibuprofeno, por exemplo. Confira os remédios caseiros para eliminar as manchas roxas da pele.

2. Cirurgias 

A equimose pode surgir no pós-operatório de cirurgias plásticas, como lipoaspiração, abdominoplastia ou rinoplastia, devido ao trauma mecânico sobre a pele ou em cirurgias que necessitam de cortes ou incisões, causando o rompimento dos vasos sanguíneos e extravasamento de sangue na pele.

O que fazer: no caso das cirurgias de lipoaspiração ou abdominoplastia, o uso de cintas de compressão ou drenagem linfática diminui a pressão nos vasos sanguíneos e ajuda a prevenir a equimose. Se a cirurgia for feita no rosto, como a rinoplastia, deitar com a cabeça mais inclinada, acima da altura do coração. Nestes casos, ainda pode-se aplicar compressa fria no local nas primeiras 48 horas para contrair os vasos sanguíneos, reduzindo o sangramento local e o aparecimento da equimose. Veja o passo a passo de como fazer drenagem linfática em casa.

3. Fraturas nos ossos

Geralmente, ao quebrar um osso, pode ocorrer rompimento dos tecidos da pele ao redor do osso, levando aparecimento da equimose próximo à fratura. A fratura da base do crânio ou de ossos da face, por exemplo, podem levar ao aparecimento da equimose periorbital em que a mancha roxa aparece em volta dos olhos, conhecida como  "sinal de guaxinim".

O que fazer: é importante buscar ajuda médica no caso de suspeita de fratura óssea para imobilizar a região afetada. Entretanto, para reduzir o inchaço e sangramento local, pode-se elevar o membro e aplicar compressa fria ou gelo para evitar a formação da equimose e controlar a dor e o inchaço.

Equimose: o que é, 9 principais causas e o que fazer

4. Varizes

No caso das varizes, também conhecidas como veias varicosas, a equimose pode ocorrer por causa de maior fragilidade dos vasos sanguíneos, sendo mais comum em idosos ou outros fatores como ficar de pé por tempo prolongado, obesidade ou gravidez, por exemplo.

O que fazer: pode-se usar meias de compressão para ajudar a prevenir a equimose e, nos casos mais graves, podem ser necessárias injeções no local em que as veias estão dilatadas ou cirurgia laser. Entenda melhor como é feito o tratamento para varizes

5. Uso de medicamentos 

Alguns remédios anticoagulantes, como o ácido acetil salicílico ou varfarina, alteram o tempo da formação de coágulos no sangue que são importantes para interromper sangramentos e, em casos de batidas e contusões, podem ocorrer equimoses com maior frequência. 

O que fazer: pode-se fazer compressa fria no local para reduzir o sangramento e evitar o aumento da equimose. Durante o uso dos anticoagulantes, é importante fazer acompanhamento médico e exames de sangue regularmente para evitar qualquer descontrole na coagulação sanguínea e comunicar ao médico caso apareçam equimoses frequentemente ou sem motivo aparente.

6. Plaquetas baixas

As plaquetas são importantes para formar o coágulo que é responsável por parar sangramentos. Quando ocorre uma diminuição da quantidade de plaquetas, chamada trombocitopenia ou plaquetopenia, pode ocorrer a equimose. 

O que fazer: o ideal é não realizar atividades que exijam esforço ou esportes de contato para evitar a formação da equimose. No caso da trombocitopenia já diagnosticada pelo médico, deve-se fazer um acompanhamento rigoroso para controlar os níveis das plaquetas. Uma dieta rica em ácido fólico e vitamina B12 também pode ajudar reduzir o aparecimento da equimose, pois esses nutrientes aumentam a formação de células sanguíneas e plaquetas. Confira a lista de alimentos ricos em vitamina B12.

Equimose: o que é, 9 principais causas e o que fazer

7. Hemofilia

A hemofilia é uma doença rara caracterizada pela deficiência de fatores de coagulação, importantes para formar coágulos e interromper sangramentos. Neste caso, essa deficiência pode ocasionar equimoses mais facilmente.

O que fazer: deve-se evitar situações que podem provocar sangramentos como atividades físicas de contato e impacto, e uso de medicamentos como ácido acetil salicílico ou varfarina, e corticoides como dexametasona ou betametasona, por exemplo, para evitar o aparecimento da equimose. Nos casos mais graves de hemofilia, podem ser necessárias transfusões de sangue e, por isso, deve-se consultar regularmente o médico hematologista para controlar a hemofilia.

8. Leucemia 

A leucemia ocorre por diminuição da formação de glóbulos brancos pela medula óssea, interferindo na função normal da medula óssea e da formação de plaquetas, o que pode ocasionar sangramentos e aparecimento de equimoses.

O que fazer: geralmente, o aparecimento de equimoses é um sintoma comum das leucemias. No caso de equimoses frequentes, espalhadas por todo o corpo e sem motivo aparente como contusões ou batidas, deve-se procurar ajuda médica para diagnosticar e iniciar o tratamento, que geralmente é a quimioterapia. 

9. Dengue

A dengue é uma infecção viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti que pode causar alterações na coagulação do sangue levando ao aparecimento de equimoses.

O que fazer: geralmente, as equimoses são acompanhadas de outros sintomas como dor no corpo, febre, dor de cabeça e dor nos olhos, por exemplo, e duram cerca de 7 dias. No caso de suspeita de dengue, deve-se fazer repouso e consultar um médico para para realizar exames de sangue e iniciar o tratamento que é feito com analgésicos como o paracetamol ou antitérmicos como a dipirona, por exemplo, e hidratação. 

Qual a diferença entre equimose e hematoma? 

A equimose e o hematoma são dois tipos de hemorragia, caracterizados pelo sangramento devido a ruptura de vasos sanguíneos. No entanto, na equimose ocorre rompimento de vasos sanguíneos mais superficiais da pele, já no hematoma ocorre ruptura de vasos mais profundos, podendo atingir músculos e camadas mais internas, além de formar uma saliência no local e causar dor. 

Bibliografia >

  • EPPERLA, Narendranath; MAZZA, Joseph J.; YALE, Steven H.. A Review of Clinical Signs Related to Ecchymosis. WMJ. 114. 2; 61-65, 2015
  • FILHO, Geraldo B. Bogliolo: Patologia Geral. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. 145-174.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem