O que fazer em caso de choque anafilático

O choque anafilático é uma grave reação alérgica que pode levar ao encerramento da garganta, impedindo a respiração adequada, pode levar à morte em poucos minutos. Dessa forma, o choque anafilático deve ser tratado o mais rápido possível.

Os primeiros socorros neste caso são importantes para garantir as chances de sobrevivência da vítima, devendo-se chamar a ambulância ou levar a vítima rapidamente para o pronto socorro, assim que se identificam os primeiros sintomas.

O que fazer

Os primeiros socorros em caso de choque anafilático são:

  1. Chamar uma ambulância, ligando par ao número 192 ou levar a pessoa imediatamente para o pronto-socorro;
  2. Observar se a pessoa está consciente e respirando. Se a pessoa desmaiar e deixar de respirar, deve-se iniciar a massagem cardíaca. Veja aqui como fazer corretamente.
  3. Se estiver respirando, deve-se deitá-la e levantar as suas pernas para facilitar a circulação sanguínea.

Além disso, deve-se procurar se a pessoa tem alguma seringa de adrenalina na roupa ou bolsa, por exemplo, e injetá-la na pele o mais rápido possível. Normalmente, pessoas com alergia alimentares, que têm grande risco de ter um choque anafilático, costumam transportar este tipo de injeções para serem usadas em situações de emergência.

Já no caso de o choque ter acontecido após uma picada de inseto ou cobra, deve-se retirar o ferrão do animal da pele, aplicar gelo no local para diminuir a disseminação do veneno.

O que fazer em caso de choque anafilático

Como reconhecer um choque anafilático

Os primeiros sintomas do choque anafilático são:

  • Aumento dos batimentos cardíacos;
  • Dificuldade para respirar e presença de tosse e chiado no peito;
  • Dor no estômago;
  • Náuseas e vômitos;
  • Inchaço nos lábios, na língua ou na garganta;
  • Pele pálida e suor frio;
  • Coceira no corpo;
  • Tontura e desmaio;
  • Parada cardíaca.
O que fazer em caso de choque anafilático

Esses sintomas podem surgir segundos ou horas após o contato com a substância que causa a reação alérgica, que normalmente é um medicamento, o veneno de animais como abelhas e maribondos, alimentos como camarão e amendoim, e luvas, camisinha ou outros objetos feitos de látex.

O que fazer para não ter choque anafilático

A melhor forma de prevenir o choque anafilático é não ter contato com a substância que causa a alergia, evitando consumir camarão e frutos do mar ou o contato com objetos feitos de látex, por exemplo.

Outra medida de prevenção é pedir ao médico para prescrever um kit de tratamento do choque, e aprender a aplicar a injeção de adrenalina em si mesmo, caso necessário.

Além disso, deve-se avisar a amigos e familiares sobre a alergia e ensiná-los a usar o kit de emergência, sendo também importante usar em locais públicos e aglomerados uma pulseira que informa sobre a alergia, para facilitar os primeiros socorros.

Tratamento no hospital

No hospital, o paciente em choque anafilático irá rapidamente ser tratado com máscara de oxigênio para facilitar a respiração e remédio na veia com adrenalina, que irá atuar no organismo diminuindo a reação alérgica e normalizando as sua funções vitais da pessoa. Veja mais detalhes do tratamento em Choque Anafilático.

Mais sobre este assunto: