Dor de dente na gravidez: como aliviar, remédios e causas

novembro 2022

A dor de dente na gravidez normalmente é causada pelo aumento da sensibilidade dentária ou pela inflamação das gengivas, que acontece mais frequentemente durante a gestação.

É importante consultar o dentista sempre que surgir dor de dente na gravidez, principalmente se for acompanhada por febre, alteração no paladar, inchaço ou vermelhidão. O dentista irá identificar a causa e, recomendar o tratamento mais adequado e seguro durante a gestação, que pode incluir o uso de antibióticos.

Enquanto se espera pela consulta, existem algumas medidas simples e naturais que permitem aliviar a dor de dente na gravidez, como fazer bochecho com água morna e sal ou aplicar uma compressa gelada na bochecha.

Como aliviar a dor de dente na gravidez

Para aliviar a dor de dente na gravidez, existem algumas medidas simples:

1. Bochechar com água morna e sal

A solução de água morna e sal tem ação anti-inflamatória e antibacteriana, ajudando a reduzir a inflamação e a dor de dente ou gengivite, além disso, a água salgada é um antisséptico natural que ajuda a reduzir a quantidade de bactérias na boca. 

Para fazer a solução de água morna e sal, deve-se colocar uma colher de chá de sal em um copo de água morna e misturar. Enxaguar a boca, fazendo bochecho com a solução por 20 a 30 segundos, 2 a 3 vezes por dia. Cuspir a solução em seguida.

É recomendado o uso da solução de água morna com sal, por no máximo uma semana, pois utilizar por mais tempo pode danificar o esmalte dos dentes, por ser uma solução ácida.

A solução de água morna e sal deve ser usada com precaução no casos da grávida ter pressão alta ou esteja fazendo uma dieta que limite o consumo de sal. Nestes casos, recomenda-se consultar o médico obstetra antes de utilizar a solução de água morna e sal.

2. Aplicar uma compressa gelada

Aplicar uma compressa gelada sobre a bochecha, pode ajudar a aliviar a dor de dente e o inchaço no rosto.

Para fazer a compressa de gelo, deve-se colocar gelo dentro de uma bolsa térmica ou colocar o saco de gel no congelador para resfriar, e depois envolver a bolsa ou o saco de gel em uma toalha limpa e seca e aplicar sobre a bochecha, deixando-a atuar por cerca de 10 a 15 minutos, 1 ou 2 vezes ao dia.

3. Usar pasta para dentes sensíveis

A pasta para dentes sensíveis, como Sensodyne ou Colgate Sensitive, pode ajudar a aliviar a dor de dente, além de manter os dentes e as gengivas limpas, e evitar o acúmulo de placa bacteriana que pode levar ao surgimento de cáries ou gengivite.

É recomendado que a pasta de dentes não contenha flúor ou que contenha poucas quantidades, pois o flúor em excesso pode diminuir a absorção de minerais essenciais para a gestação, podendo trazer complicações para o bebê. Desta forma, o ideal é consultar o dentista para que possa ser indicada a pasta de dente mais adequada durante a gravidez.

Remédios para dor de dente na gravidez

No caso da dor de dente na gravidez, o único remédio recomendado é o paracetamol, que é um analgésico indicado para o alívio da dor. No entanto, recomenda-se entrar em contato com o obstetra que faz o acompanhamento pré-natal para garantir o uso seguro e na dose correta durante a gravidez. Saiba como tomar o paracetamol na gravidez.  

É importante ressaltar que o paracetamol promove um alívio temporário da dor de dente, sendo importante consultar o dentista para que seja indicado o tratamento mais adequado. Em alguns casos, o dentista ou o obstetra podem indicar o uso de antibióticos para combater a infecção no dente e evitar complicações para o bebê, como o parto prematuro, por exemplo.

Principais causas de dor de dente na gravidez

Geralmente, a dor de dente é provocada pela presença de cárie em um dente, especialmente quando a higiene bucal não é feita de forma adequada. No entanto, existem outras causas para a dor de dente que incluem:

  • Gengivite: uma inflamação causada pelo aumento da progesterona na gravidez, que levam ao sangramento durante a escovação dos dentes;
  • Dente quebrado: a rachadura do dente pode não ser visível a olho nu, porém pode provocar dor em contato com alimentos quentes ou frios;
  • Abcesso: provoca o surgimento de um inchaço na boca devido à infecção de um dente ou da gengiva;
  • Dente do siso: provoca a inflamação da gengiva e, normalmente, é acompanhada de dor de cabeça e de ouvido.

Quando a dor de dente não passa, deve-se consultar um dentista, pois pode ser necessário tomar remédios como antibiótico, para tratar a infecção ou fazer limpeza, obturação, tratamento de canal ou extração do dente. 

As causas de dor de dente podem provocar lesões graves na polpa do dente e, nesses casos, é necessário fazer o tratamento do canal da raiz do dente no dentista. Veja como é feito o tratamento do canal

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em novembro de 2022. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • VASCONCELOS, Rodrigo G et al. Atendimento odontológico a pacientes gestantes: como proceder com segurança. Revista Brasileira de Odontologia. Vol 69. 1 ed; 120-124, 2012
  • CODATO, Lucimar A. B et al. Atenção odontológica à gestante: papel dos profissionais de saúde. Ciência & Saúde Coletiva. Vol 16. 4 ed; 22997-2301, 2011
Mostrar bibliografia completa
  • DA SILVA, Mara Elaine A. Protocolo Clínico para o Atendimento às Gestantes de Ribeirão das Neves. Trabalho de conclusão de curso de especialização, 2012. Universidade Federal de Minas Gerais.
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Clínico geral
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878

Tuasaude no Youtube

  • Como Aliviar a dor de dente

    06:45 | 285633 visualizações
  • ALIMENTOS QUE PREVINEM CÁRIES

    04:03 | 62971 visualizações