Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Dor na vagina na gravidez: 8 causas e o que fazer

A dor na vagina na gravidez pode acontecer principalmente devido ao desenvolvimento do bebê, que pode causar pressão na vagina e diminuir o fluxo de sangue para a região, causando dor. No entanto, a dor pode ser também indicativo de infecção urinária, infecção sexualmente transmissível ou ser consequência de vaginismo, por exemplo.

Assim, na presença de outros sintomas além da dor na vagina, como sangramento, coceira ou dor e ardor ao urinar, é importante que o ginecologista seja consultado para que possa ser identificada a causa da dor na vagina e, assim, ser indicado o tratamento mais adequado.

Dor na vagina na gravidez: 8 causas e o que fazer

As principais causas de dor na vagina na gravidez são:

1. Desenvolvimento do bebê

O crescimento e ganho de peso do bebê aumenta a pressão nos músculos do assoalho pélvico, que são os músculos que suportam o útero a vagina, provocando desconforto e dor na vagina, sendo mais comum de acontecer durante o terceiro trimestre de gravidez. Além disso, devido à pressão exercida pelo bebê em crescimento, é possível que exista diminuição do fluxo sanguíneo para a região pélvica, o que pode fazer com que a vagina fique mais inchada e exista dor. Conheça outras alterações comuns do terceiro trimestre de gravidez.

O que fazer: existem algumas formas de tentar aliviar a pressão e reduzir a dor, como evitar ficar muitas horas de pé, colocar uma compressa gelada na região pélvica e repousar. Embora este desconforto seja normal no final da gravidez, é importante consultar o obstetra caso a dor seja muito intensa e que impeça a mulher de andar, de fazer as atividades normais do dia a dia ou se for acompanhada de sangramento, por exemplo.

2. Ressecamento da vagina

O ressecamento da vagina é um problema relativamente comum durante a gravidez e acontece, principalmente, devido ao aumento do hormônio progesterona e a ansiedade que a mulher sente com as rápidas mudanças que acontecem na sua vida. Assim, como consequência, é possível haver diminuição da lubrificação da vagina, o que pode causar dor durante a relação sexual.

O que fazer: é importante identificar a causa do ressecamento, sendo importante consultar o ginecologista para que possa ser avaliada a necessidade de lubrificantes, mudança nos hábitos alimentares e/ou prática de atividades que ajudem a diminuir a ansiedade, por exemplo. Veja como aumentar a lubrificação feminina e combater o ressecamento da vagina.

3. Relação sexual intensa

A dor na vagina na gravidez pode surgir após uma relação sexual intensa em que, devido ao atrito causado na penetração ou pela falta de lubrificação, pode haver irritação da vagina, inchaço e dor.

O que fazer: antes de iniciar a penetração é essencial que a mulher esteja lubrificada para evitar lesões na parede da vagina e dor durante a relação sexual e, para isso, pode ser necessário o uso de lubrificantes. No entanto, nesse caso é também aconselhado diminuir a frequência e a intensidade das relações sexuais, pois assim a vagina consegue "recuperar" mais rapidamente, diminuindo a dor. Nos casos em que é percebido também sangramento durante a relação sexual, é fundamental que o ginecologista seja consultado.

Dor na vagina na gravidez: 8 causas e o que fazer

4. Vaginismo

O vaginismo acontece quando os músculos da vagina ficam contraídos e não conseguem relaxar de forma natural, provocando dor na vagina e dificuldade na penetração. Esta situação pode surgir durante a gravidez ou manter-se desde antes da gravidez.

O que fazer: nesse caso é importante que o ginecologista ou fisioterapeuta pélvico seja consultado, pois é necessário que seja feita uma avaliação dos músculos pélvicos para identificar a causa do vaginismo e, assim, ser indicado o tratamento mais adequado. Conheça mais sobre o vaginismo.

5. Alergia na região íntima

A alergia na região íntima pode acontecer quando a grávida usa algum produto como sabonetes, preservativos, cremes vaginais ou óleos lubrificantes, que contém ingredientes irritantes, o que pode provocar inchaço, coceira, vermelhidão e dor na vagina.

O que fazer: é importante identificar o produto que causou a alergia e deixar de utilizá-lo. Para aliviar os sintomas, pode-se colocar uma compressa gelada na região externa da vagina. No entanto, nos casos em que os sintomas não melhoram ou ficam mais intensos, é importante ir ao obstetra para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado. Conheça os sintomas de alergia à camisinha e o que fazer.

6. Infecção urinária

A infecção urinária é uma situação comum de acontecer durante a gravidez, isso porque as alterações que acontecem no organismo podem favorecer o desenvolvimento das bactérias e fungos naturalmente presentes na região vaginal. Assim, é possível que a mulher apresente dor e desconforto na vagina, coceira, ardor para urinar e urina mais turva. 

O que fazer: como é uma situação desconfortável, é importante que a gestante consulte o ginecologista para que seja indicado o tratamento mais adequado, podendo ser indicado o uso de antibióticos ou antifúngicos, por exemplo. Além disso, é importante que a gestante beba bastante água durante o dia, tenha uma alimentação leve e pobre em açúcar, faça uso de roupas leves e confortáveis e calcinha de algodão. Saiba mais sobre a infecção urinária na gravidez.

Dor na vagina na gravidez: 8 causas e o que fazer

7. Infecções sexualmente transmissíveis

As infecções sexualmente transmissíveis, conhecidas como IST’s, podem causar dor na vagina da grávida, como é o caso da clamídia ou do herpes genital e, além disso, também podem provocar coceira e sensação de queimação.

O que fazer: na presença de sintomas que possam indicar uma IST, a grávida deve ir ao ginecologista para que seja confirmada a infecção e indicado o tratamento adequado, que pode envolver o uso de medicamentos de acordo com a doença, além de ser recomendado não ter relações sexuais durante o tratamento, bem como o parceiro também fazer o tratamento, assim é possível evitar reinfecção e risco para o bebê. Veja quais são as principais IST’s na gravidez e o que fazer

8. Cisto de Bartholin

A dor na vagina durante a gravidez também pode acontecer quando existem cistos nas glândulas de Bartholin, que surgem devido à obstrução da glândula, o que pode causar dor e inchaço na vagina, principalmente nos casos em que há inflamação da glândula.

O que fazer: se surgirem sintomas de inflamação da glândula de Bartholin, é importante consultar o ginecologista para que possa ser feita uma avaliação da vagina e indicar o tratamento mais adequado, que normalmente consiste em usar remédios para a dor e antibióticos, caso exista uma infecção associada. Confira como deve ser o tratamento para o cisto de Bartholin.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE. O que é cisto de Naboth?. Disponível em: <https://aps.bvs.br/aps/o-que-e-cisto-de-naboth/>. Acesso em 27 Jan 2021
  • SOCIEDADE PORTUGUESA DE GINECOLOGIA. REVISÃO DOS CONSENSOS EM INFECÇÕES VULVOVAGINAIS. 2012. Disponível em: <https://www.spginecologia.pt/uploads/revisao_dos_consensos_em_infeccoes_vulgovaginais.pdf>. Acesso em 27 Jan 2021
  • FEMINA. A fisioterapia pélvica melhora a dor genitopélvica/desordens da penetração?. 2017. Disponível em: <https://docs.bvsalud.org/biblioref/2020/02/1050721/femina-2017-453-187-192.pdf>. Acesso em 27 Jan 2021
  • FEMINA. Disfunção sexual feminina. 2019. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/media/k2/attachments/FeminaZ02Z-ZFevZ2019.pdf>. Acesso em 27 Jan 2021
  • NEUROENDOCRINOLOGY LETTERS. Sexual activity during Pregnancy. 2016. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/299072479_Sexual_activity_during_Pregnancy/link/5713c26608aeebe07c0639ab/download>. Acesso em 27 Jan 2021
  • UNM HOSPITALS. What to Know During Your Pregnancy: Weeks 34-42. Disponível em: <https://unmhealth.org/_media/files/womens-health/patient-education/pregnancy-weeks-34-42-english.pdf>. Acesso em 27 Jan 2021
  • HEALTHLINE. Why Vaginal Pressure During Pregnancy Is Totally Normal. Disponível em: <https://www.healthline.com/health/pregnancy/vaginal-pressure>. Acesso em 27 Jan 2021
  • NASCER: SÃO JOÃO. Queixas na gravidez que devem levar à Urgência. Disponível em: <https://portal-chsj.min-saude.pt/uploads/document/file/887/Queixas_na_gravidez_que_devem_levar___Urg_ncia_v3.pdf>. Acesso em 27 Jan 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...