Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Doença coronariana: o que é e seus sintomas

A doença arterial coronariana é caracterizada pela obstrução dos vasos sanguíneos que irrigam o coração, devido ao acúmulo de placas de gordura no interior desses vasos, o que acaba dificultando o trabalho do sangue para passar até ao músculo cardíaco.

Além disso, quando uma dessas placas se rompe, ocorre uma cascata de ações inflamatórias que acabam resultando numa obstrução do vaso, fazendo com que o sangue deixe de passar completamente até ao coração e provocando morte dos tecidos cardíacos com complicações graves como angina de peito, infarto, arritmia ou, até mesmo, morte súbita.

Dessa forma, é importante evitar que a doença arterial coronariana surja ou, se já existir, fazer o tratamento adequado para que não se agrave. Para isso, é importante fazer uma alimentação equilibrada e manter a prática regular de exercício físico. Pode ainda ser necessário utilizar alguns medicamentos, quando indicados pelo cardiologista.

Doença coronariana: o que é e seus sintomas

Principais sintomas

Alguns dos sintomas da doença coronariana incluem:

  • Dor constante no peito;
  • Sensação de aperto no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Cansaço fácil.

Geralmente, estes sinais são difíceis de identificar e, assim, é muito comum que a doença só seja identificada quando está num grau muito desenvolvido ou quando causa alguma complicação grave, como o infarto.

Além disso, pessoas com fatores de risco como colesterol alto, diabetes ou estilo de vida sedentário, têm maior risco de ter a doença e, por isso, devem fazer exames frequentes no cardiologista para identificar se estão em risco de ter uma complicação grave, iniciando o tratamento assim que necessário.

Quais os exames para diagnosticar

O diagnóstico da doença coronariana pode ser feito pelo cardiologista através de exames como angiografia das coronárias, eletrocardiograma, tomografia computadorizada do coração ou teste de esforço físico.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a doença coronariana inclui praticar regularmente exercício físico, liberar o estresse e fazer uma boa alimentação, evitando alimentos muito gordurosos ou açucarados, além de evitar outros fatores de risco da doença, como fumar ou beber álcool, por exemplo.

Para isso, geralmente o tratamento é orientado por um cardiologista, que avalia também a necessidade de iniciar o uso de medicação para controle de colesterol, hipertensão ou diabetes. Esses medicamentos devem ser usados conforme orientação e por toda a vida. 

Já nos casos mais graves, pode ser necessária a realização de cateterismo cardíaco e, se necessário, angioplastia para colocação de uma rede dentro do vaso ou até mesmo, uma cirurgia de revascularização com colocação de pontes mamárias e de safena.

Prevenção da doença coronariana

A prevenção da doença coronariana pode ser feita através de bons hábitos de vida como deixar de fumar, alimentar-se corretamente, fazer atividade física e baixar os níveis de colesterol. Os níveis adequados de colesterol são:

  • HDL: acima de 60 mg/dl;
  • LDL: abaixo de 130 mg/dl; sendo abaixo de 70 para pacientes que já infartaram ou que têm diabetes, pressão alta ou fumam, por exemplo.

Quem tem elevado risco de desenvolver uma doença coronária, além de adoptar um estilo de vida saudável deve, ainda, fazer acompanhamento junto com um cardiologista, pelo menos, 1 a 2 vezes por ano.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...