Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é dismorfia corporal e como é o tratamento

A dismorfia corporal caracteriza-se por um transtorno psicológico em que existe preocupação excessiva pelo corpo, fazendo com que a pessoa sobrevalorize pequenas imperfeições ou imagina essas imperfeições, resultando num impacto muito negativo para a sua auto-estima, além de afetar sua vida no trabalho, escola e no convívio com amigos e familiares.

Este distúrbio afeta igualmente homens e mulheres, podendo ser influenciado por fatores genéticos ou ambientais. A dismorfia corporal, pode ser tratada com medicamentos antidepressivos e realização de sessões de psicoterapia, com ajuda de um psicólogo ou psiquiatra.

O que é dismorfia corporal e como é o tratamento

Possíveis causas

Ainda não se sabe ao certo quais as causas que podem estar na origem deste distúrbio psicológico, mas pensa-se que pode estar relacionado com a deficiência de serotonina, e ser influenciado por fatores genéticos e pela educação da criança, num meio em que há uma preocupação excessiva com a imagem.

Como identificar os sintomas

As pessoas que sofrem de dismorfia corporal, preocupam-se com a aparência do corpo, mas, na maior parte dos casos, preocupam-se mais com pormenores  do rosto, como com o tamanho do nariz, das orelhas ou com a presença excessiva de acne, por exemplo.

Os sinais e sintomas característicos deste distúrbio, são ter baixa auto-estima, ter uma preocupação excessiva com determinadas partes do corpo, que se torna numa obsessão, estar sempre a olhar-se no espelho ou, por outro lado, evitar ver-se ao espelho, dificuldade para se concentrar em outras coisas do dia-a-dia, evitar a vida social, tentativas obsessivas para esconder as pequenas imperfeições, podendo recorrer, em alguns casos, a cirurgias plásticas.

Em que consiste o diagnóstico

O diagnóstico consiste na observação, por parte de um psicólogo ou psiquiatra, dos comportamentos da pessoa, nomeadamente da forma como fala do seu corpo e da maneira como tenta esconder as suas imperfeições.

Como é feito o tratamento

Geralmente, o tratamento para a dismorfia corporal é feito com sessões de psicoterapia, nomeadamente através da terapia cognitivo comportamental. A terapia cognitivo-comportamental consiste na junção da terapia cognitiva e terapia comportamental, que se foca na forma como a pessoa processa e interpreta as situações, que podem gerar sofrimento. Saiba o que é a terapia cognitivo comportamental e veja como funciona.

Além disso, pode ser necessário tomar antidepressivos e ansiolíticos, que podem ser prescritos pelo psiquiatra. Estes remédios, podem ajudar a diminuir os comportamentos obsessivos associados à dismorfia corporal, contribuindo para melhorar a auto-estima e aumentar a qualidade de vida.

Bibliografia >

  • BJORNSSON, Andi S. et. al.. Body dysmorphic disorder. Dialogues Clin Neurosci.. Vol.12. 2.ed; 221–232, 2010
  • BONFIM, Grazielle Willian et. al.. Transtorno Dismórfico Corporal: revisão da literatura. Contextos Clínicos. Vol.9. 2.ed; 240-252, 2016
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem