Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Como baixar o potássio dos alimentos

Existem algumas doenças e situações em que é necessário diminuir ou evitar o consumo de alimentos ricos em potássio, como no caso da diabetes, insuficiência renal, transplante de órgãos ou alteraçõs na glândulas adrenais. No entanto, esse mineral pod ser encontrado em muitos alimentos, principalmente nas frutas, grãos e vegetais.

Por esse motivo, é importante conhecer quais são os alimentos que possuem baixos níveis de potássio para que possam ser consumidos com moderação no dia a dia, e quais são os que possuem níveis médios ou altos desse mineral. Além disso, existem algumas estratégias que podm ser aplicadas para diminuir a quantidade de potássio no alimento, como retirar as cascas, deixar de molho ou cozinhá-lo em bastante água, por exemplo.

A quantidade de potássio a ser ingerida por dia deve ser determinado pelo nutricionista, pois depende não só da doença que a pessoa possui, mas também da concentração de potássio verificada circulante no sangue, que é verificada por meio de exames de sangue.

Como baixar o potássio dos alimentos

Dicas para diminuir o potássio dos alimentos

Para diminuir o teor de potássio dos grãos, frutas e vegetais, uma dica é descascá-los e cortar em cubos antes de serem cozidos. Em seguida,  devem ser colocadas de molho durante cerca de 2 horas e, quando for cozinhar, colocar bastante água, mas sem sal. Além disso, a água deverá se trocada e descartada quando os gãos e vegetais estiverem cozidos pela metade, já que nesta água pode ser encontrada mais da metade do potássio que havia nos alimentos.

Outras dicas que podem ser seguidas são:

  • Evitar o uso de sal light ou diet, já que são compostos por 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio;
  • Diminuir o consumo de chá preto e chá mate, pois possuem elevado teor de potássio;
  • Evitar o consumo de alimentos integrais;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, uma vez que grandes quantidades podem reduzir a quantidade de potássio excretado na urina, sendo verificada, portanto, maior quantidade no sangue;
  • Comer apenas 2 porções de frutas por dia, de preferência cozidas e sem casca;
  • Evitar cozinhar os legumes em panela de pressão, no vapor ou no microondas.

Também é importante lembrar que pacientes que urinam normalmente devem ingerir pelo menos 1,5 litros de água para ajudar os rins a eliminarem o excesso de potássio. No caso dos pacientes cuja urina está sendo produzida em menor quantidade, o consumo de líquidos deve ser orientado pelo nefrologista ou nutricionista.

Quais são os alimentos ricos em potássio

Para o controle de potássio é importante conhecer quais são os alimentos com alto, médio e baixo teor de potássio, como é mostrado na tabela a seguir:

AlimentosAlto > 250 mg/ porçãoModerado 150 a 250 mg/ porçãoBaixo < 150 mg/ porção
Vegetais e tubérculosBeterraba (1/2 xícara), suco de tomate (1 copo), molho de tomate pronto (1/2 xícara), batata cozida com casca (1 unidade), purê de batata (1/2 xícara), batata doce (100 g)Ervilhas cozidas (1/4 de xícara), aipo cozido (1/2 xícara), abobrinha (100 g), couve de bruxelas cozidas (1/2 xícara), acelga cozida (45 g), brócolis (100 g)Feijão verde (40 g), cenoura crua (1/2 unidade), berinjela (1/2 xícara), alface (1 xícara), pimentão 100 g), espinafres cozidos (1/2 xícara), cebola (50 g), pepino (100 g)
Frutas e frutos secosAmeixa seca (5 unidades), abacate (1/2 unidade), banan (1 unidade), melão (1 xícara), uvas passas (1/4 de xícara), kiwi (1 unidade), mamão (1 xícara), suco de laranja (1 copo), abóbora (1/2 xícara), suco de ameixa (1/2 xícara), suco de cenoura (1/2 xícara), manga (1 unidade média)Amêndoas (20 g), nozes (30 g), avelãs (34 g), caju (32 g), goiaba (1 unidade), castanha do Pará (35 g), castanha de caju (36 g), coco seco ou fresco(1/4 de xícara), mora (1/2 xícara), suco de abacaxi (1/2 copo), melancia (1 xícara), pêssego (1 unidade), tomate fresco cortado (1/2 xícara), pêra (1 unidade), uvas (100 g), suco de maçã (150 mL), cerejas (75 g), laranja (1 unidade, suco de uva (1/2 xícara)Pistache (1/2 xícara), morangos (1/2 xícara), abacaxi (2 rodelas finas), maçã (1 média)
Grãos, sementes e ceraisSementes de abóbora (1/4 de xícara), gão de bico (1 xícara), feijão branco (100 g), feijão preto (1/2 taça), Feijão vermelho (1/2 xícara), lentilha cozida (1/2 xícara)Sementes de girassol (1/4 de xícara)Farinha de aveia cozida (1/2 xícara), gérmen de trigo (1 colher de sobremesa), arroz cozido (100 g), macarrão cozido (100 g), pão branco (30 mg)
OutrosFrutos do mar, percados cozidos e cozidos em geral (100 g), iogurte (1 xícara), leite (1 xícara)Levedura de cerveja (1 colher de sobremesa), chocolate (30 g), tofu (1/2 xícara)Margarina (1 colher de sopa), azeite de oliva (1 colher de sopa), queijo cottage (1/2 xícara), manteiga (1 colher de sopa

Quantidade de potássio que pode ser consumida por dia

A quantidade de potássio que pode ser ingerida por dia depende da doença que a pessoa possui, devendo ser estabelecido por um nutricionista clínico, no entanto, de forma geral, as quantidades de acordo com a doença são:

  • Insuficiência renal aguda: varia entre 1170 - 1950 mg/ dia, ou de acordo com as perdas;
  • Doença renal crônica: pode variar entre 1560 e 2730 mg/ dia;
  • Hemodiálise: 2340 - 3510 mg/ dia;
  • Diálise peritoneal: 2730 - 3900 mg/ dia;
  • Outras doenças: entre 1000 e 2000 mg/ dia.

Em uma dieta normal, cerca de 150 g de carne e 1 copo de leite possuem mais ou menos 1063 mg desse mineral. Veja a quantidade de potássio nos alimentos.

Como fazer uma alimentação baixa em potássio

Veja a seguir um exemplo de cardápio de 3 dias com quantidade aproximada de 2000 mg de potássio. Esse cardápio foi calculado sem aplicar a técnica de cozimento duplo, sendo importante recordar as dicas anteriomente mencionadas para diminuir a concentração de potássio presente nos alimentos.

Refeições principaisDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã1 xícara de café com 1/2 xícara de leite + 1 fatias de pão branco e duas fatias de queijo1/2 copo de suco de maça + 2 ovos mexidos + 1 fatia de pão torrado1 xícara de café com 1/2 xícara de leite + 3 torradas com 2 colheres de queijo cottage
Lanche da manhã1 pêra média20 g de amêndoas1/2 xícara de morangos cortados
Almoço120 g de salmão + 1 xícara de arroz cozido + salada de alface, tomate e cenoura + 1 colher de de chá de azeite100 g de carne de vaca + 1/2 xícara de brócolis temperado com 1 colher de chá de azeite120 g de peito de frango sem pele + 1 xícara de macarrão cozido com 1 colheres de molho de tomate natural com orégano
Lanche da tarde2 torradas com 2 colheres de manteiga2 fatias finas de abacaxi1 pacote de bolacha maria
Jantar120 g de peito de franfo cortado em tiras salteado com azeite de oliva + 1 xícara de vegetais (abrobrinha, cenoura, berinjela e cebola) + 50 g de batata cortada em cubosSalada de alface, tomate e cebola com 90 g de peru cortado em tiras + 1 colher de de chá de azeite de oliva100 g de salmão + 1/2 xícara de aspargos com 1 colher de azeite de oliva + 1 batata média cozida
Total de potássio1932 mg1983 mg1881 mg

As porções dos alimentos apresentados na tabela acima variam de acordo com a idade, sexo, atividade físcia e se a pessoa possui alguma doença associada ou não, por isso o ideal é que o nutricionista seja consultado para que seja feita uma avaliação completa e seja elaborado um plano nutricional adaptado às suas necessidades.

Os níveis elevados de potássio no sangue podem causar palpitações cardíacas, náuseas, vômitos e infarto, devendo ser tratado com alterações na alimentação e, quando necessário, com o uso de medicamentos recomendados pelo médico. Entenda o que pode acontecer se o potássio no sangue estiver alterado.

Bibliografia >

  • ÁLVAREZ María Luisa et al. Nutrición en pediatría . 2ª. Caracas, Venezuela: Cania, 2009. 1032.
  • MARTINS Cristina. Nutrição para pacientes em hemodiálise. 3º. Paraná, Brasil: UFPR, 2003. 28.
  • COZZOLINO Silvia. Biodisponibilidade de nutrientes. 4º. Brasil: Manole Ltda, 2012. 567-568.
  • COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS. Plataforma Portuguesa de Informação Alimentar: Vários alimentos. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/foodcomp/food?11718>. Acesso em 08 Nov 2019
  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS . Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 30 Ago 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem