Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser diarreia constante

A diarreia constante pode ser causada por inúmeros fatores, sendo os mais frequentes infecções por vírus e bactérias, uso prolongado de medicamentos, alergias alimentares, distúrbios intestinais ou doenças, que geralmente provocam outros sintomas como mal estar, dor abdominal, enjoos e vômitos.

O tratamento depende da  causa que está na sua origem mas para todas elas é muito importante evitar a desidratação através da ingestão de líquidos ou de soluções de reidratação oral. Existem também remédios que podem ajudar a parar a diarreia, mas que só devem ser usados por indicação médica, devendo-se dar preferência aos remédios caseiros

1. Vírus, bactérias e parasitas

O que pode ser diarreia constante

As infecções por vírus e bactérias geralmente causam o surgimento repentino de diarreia intensa, acompanhada de outros sintomas como náuseas e vômitos, dor de cabeça e dor muscular, febre, arrepios, perda de apetite e perda de peso. Porém, no caso de infecções por parasitas, esses sintomas demoram mais tempo para surgir e duram por mais tempo, podendo levar ao surgimento de diarreia constante.

Este tipo de infecções geralmente ocorre devido à ingestão de água contaminada, peixe cru ou mal cozinhado que esteja contaminado ou por manusear alimentos sem lavar bem as mãos. Algusn dos alimentos mais frequentemente contaminados são o leite, carne e ovos. Saiba como identificar os sintomas de uma intoxicação alimentar.

Como tratar

No caso da infecção ser provocada por vírus, o tratamento consiste na prevenção da desidratação, através da ingestão de líquidos e soluções de reidratação oral. Em casos mais graves, pode ser necessário administrar fluídos na veia.

Já o tratamento da intoxicação alimentar por parasitas e bactérias depende da gravidade da infecção, e embora possa ser curado em casa, ingerindo muitos líquidos e evitando alimentos com gordura, lactose ou cafeína, em muitos casos é necessário consultar um gastroenterologista para iniciar o tratamento com antibióticos e remédios antiparasitários.

2. Uso prolongado de remédios

O que pode ser diarreia constante

Alguns medicamentos, como por exemplo os antibióticos, remédios para o câncer ou antiácidos contendo magnésio podem causar diarreia. A diarreia provocada pelos antibióticos acontece porque estes atacam as bactérias boas e más do organismo, destruindo assim a flora intestinal e dificultando a digestão. Dependendo do tipo de medicamento, a diarreia pode ser constante, especialmente se o medicamento precisar ser ingeridos todos os dias por muito tempo.

Como tratar

No caso dos antibióticos, uma boa solução para evitar ou atenuar a diarreia é tomar junto um probiótico, que tem na sua composição bactérias boas para o intestino que vão ajudar a restabelecer a flora intestinal. Veja outros benefícios dos probióticos. No caso dos antiácidos com magnésio, o ideal é optar por associações que além desta substância ativa, contenham também alumínio, que ajuda a reduzir a diarreia.

3. Intolerância à lactose

O que pode ser diarreia constante

A lactose é um açúcar que pode ser encontrado no leite e derivados. Algumas pessoas são intolerantes a este açúcar porque não têm ou têm quantidade insuficiente de uma enzima chamada lactase, que é responsável por degradar este açúcar em açúcares mais simples, para depois serem absorvidos. Por isso, nestes casos, caso se ingira frequentemente lacticínios é comum o desenvolvimento de diarreia constante. Veja como saber se tem intolerância à lactose.

Os bebês também podem ter diarreia quando ingerem lactose porque como o seu sistema digestivo é ainda imaturo, podem não ter quantidades de lactase suficientes para digerir corretamente o leite.

Como tratar

Para evitar os efeitos gastrointestinais provocados pela lactose, deve-se reduzir o consumo de leite e derivados ou optar por aqueles que não tenham lactose na composição, em que esta foi degradada industrialmente em açúcares mais simples. Existem também remédios como o Lactosil ou Lactaid, que têm esta enzima na composição, que podem ser tomados antes das refeições.

4. Distúrbios intestinais

O que pode ser diarreia constante

Pessoas com distúrbios e doenças intestinais como doença de Crohn, colite ulcerativa, doença celíaca ou síndrome do cólon irritável, têm muitas vezes episódios de diarreia constante, enjoos e vômitos, principalmente em situações em que haja ingestão de alimentos mais fortes ou contra-indicados para estes distúrbios.

Como tratar

Muitas destas doenças não têm cura e o tratamento consiste geralmente no alívio dos sintomas com medicamentos para a dor abdominal, náuseas e vômitos e soluções de reidratação oral.

Além disso, dependendo do tipo de doença em questão, devem ser evitados alimentos com cafeína verduras cruas e frutas com casca, lacticínios, aveia, gorduras e fritos, doces ou carnes vermelhas, por exemplo.

5. Alergias alimentares

O que pode ser diarreia constante

A alergia alimentar é uma reação exagerada do sistema imune a determinados alimentos como ovo, leite, amendoim, trigo, soja ou frutos do mar por exemplo, que pode manifestar-se em várias regiões do corpo como pele, olhos ou nariz e provocar vômitos, dor abdominal e diarreia. Saiba como identificar uma alergia alimentar.

Como tratar

O tratamento para a alergia alimentar depende da gravidade dos sintomas, podendo ser feito com remédios anti-histamínicos como Allegra ou Loratadina ou com corticoides como a Betametasona. Nos casos mais graves, quando ocorre choque anafilático e falta de ar, pode ser necessário tomar uma injeção de adrenalina e usar uma máscara de oxigênio para ajudar na respiração.

Além disso, devem-se evitar os alimentos que provocam alergia alimentar. Para saber quais os alimentos que podem provocar a alergia, pode realizar-se um teste de intolerância alimentar. Saiba mais sobre o tratamento.

6. Câncer do intestino

O que pode ser diarreia constante

Geralmente o câncer do intestino causa diarreias frequentes com presença de sangue, associadas a dor de barriga, cansaço, perda de peso e anemia. Caso estes sintomas persistam por mais de um mês deve-se ir ao médico para que seja estabelecido um tratamento o mais rápido possível. Confira 8 sintomas que podem indicar câncer intestinal.

Como tratar

O tratamento para câncer de intestino pode ser feito com cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia, dependendo da localização, tamanho e desenvolvimento do tumor.

Assista ao seguinte vídeo e veja que alimentação deve fazer durante os períodos de diarreia:

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...