Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exames que confirmam a Meningite

O diagnóstico da meningite é feito através da observação clínica dos sintomas da doença e confirmado por meio de um exame chamado punção lombar, que consiste na retirada de uma pequena quantidade de liquor do canal vertebral. Este exame consegue mostrar se há inflamação nas meninges e qual o agente causador sendo essencial para o diagnóstico e para direcionar o tratamento da doença.

Os testes e exames que podem ser solicitados pelo médico são:

Exames que confirmam a Meningite

1. Avaliação dos sintomas

O diagnóstico inicial da meningite é feito por meio da avaliação dos sintomas pelo médico, sendo observado se a pessoa sente dor ou dificuldade em mover o pescoço, apresenta febre alta e repentina, tontura, dificuldade de concentração, sensibilidade à luz, falta de apetite, sede e confusão mental, por exemplo.

A partir da avaliação dos sintomas apresentados pelo paciente, o médico pode solicitar a realização de outros exames para concluir o diagnóstico. Conheça outros sintomas da meningite.

2. Cultura do LCR

A cultura do liquor, também chamado líquido cefalorraquidiano ou LCR, é um dos principais exames laboratoriais solicitados para a realização do diagnóstico da meningite. Esse exame consiste na retirada de uma amostra do LCR, que é líquido encontrado em volta do sistema nervoso central, por meio de uma punção lombar, que é enviada para o laboratório para análise e pesquisa de microrganismos.

Esse exame é desconfortável, porém rápido, e geralmente causa dor de cabeça e tontura após o procedimento, mas em alguns casos pode aliviar os sintomas da meningite por diminuir a pressão craniana.

A aparência deste líquido já pode indicar se a pessoa tem meningite bacteriana porque neste caso, o líquido pode ficar turvo e no caso da meningite tuberculose pode ficar ligeiramente turvo, nos outros tipos a aparência pode continuar sendo limpa e transparente como a água.

3. Exame de sangue e urina

Os exames de urina e de sangue também podem ser solicitados para auxiliar o diagnóstico da meningite. O exame de urina pode indicar a presença de infecções, devido à visualização de bactérias e inúmeros leucócitos na urina, e, assim, pode ser indicada a realização da cultura de urina para identificar o microrganismo.

O exame de sangue também é muito solicitado para que saiba o estado geral da pessoa, podendo indicar aumento no número de leucócitos e neutrófilos, além de poder ser identificados linfócitos atípicos, no caso do hemograma, e aumento na concentração de PCR no sangue, sendo indicativo de infecção.

Normalmente quando há sinal de infecção por bactéria, pode ser recomendada a realização de bacterioscopia e, caso a pessoa esteja internada, hemocultura, que consiste na cultura da amostra de sangue em laboratório para verificar a presença de infecção no sangue. No caso da bacterioscopia, a amostra coletada do paciente é corada pela coloração de Gram e, em seguida, analisada no microscópio para verificar as características da bactéria e, assim, ajudar no diagnóstico.

De acordo com o resultado dos exames microbiológicos, é possível verificar também qual o antibiótico que o microrganismo é sensível, sendo o mais recomendado para o tratamento da meningite. Saiba como é feito o tratamento para meningite.

4. Exames de imagem

Exames de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética, só são indicadas quando há suspeita de lesão cerebral ou de sequelas deixadas pela meningite. Existem sinais suspeitos quando a pessoa apresenta convulsões, alteração no tamanho das pupilas dos olhos e se houver suspeita de meningite tuberculosa.

Ao diagnosticar a doença o paciente deve permanecer internado no hospital por alguns dias para que o tratamento seja iniciado, à base de antibióticos em caso de meningite bacteriana ou medicamentos para baixar a febre e diminuir o desconforto em caso de meningite viral.

5. Teste do copo

O teste do copo é um teste simples que pode ser utilizado para auxiliar no diagnóstico de meningite meningocócica, que é um tipo de meningite bacteriana caracterizada pela presença de pintinhas vermelhas na pele. O teste consiste em pressionar um copo de vidro transparente no braço e verificar se as pintinhas vermelhas se mantém e se podem ser vistas através do copo, o que pode caracterizar a doença.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar