Dextrocardia: o que é, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista
março 2022

A dextrocardia é uma condição congênita rara em que a pessoa nasce com o coração do lado direito do corpo, ao invés do esquerdo, causado por problemas no desenvolvimento do coração durante a gestação, ou devido a problemas em outros órgãos, como fígado, baço ou intestino, por exemplo, fazendo com que o coração se desloque para o lado direito.

A dextrocardia pode não causar sintomas, principalmente quando só o coração se encontra do lado direito do corpo e não tem o seu funcionamento alterado. No entanto, quando a dextrocardia ocorre associada a uma condição chamada situs inversus, em que outros órgãos, como fígado ou baço, também estão posicionados do lado contrário do corpo, podem surgir sintomas como falta de ar, cansaço excessivo, ou pele e lábios azulados. Entenda melhor o que é o situs inversus.  

O tratamento da dextrocardia deve ser feito com orientação do pediatra ou do cardiologista, de acordo com os sintomas, podendo ser indicado uso de remédios para prevenir complicações ou, em alguns casos, cirurgia.

Principais sintomas

A dextrocardia pode não afetar o funcionamento do coração, não causando sintomas, sendo nesses casos, diagnosticada em exames de rotina. No entanto, pode aumentar o risco de infecções pulmonares ou pneumonia.

Além disso, quando o funcionamento do coração é afetado ou quando a dextrocardia ocorre associada ao posicionamento incorreto de outros órgãos do corpo, como fígado, baço, estômago ou intestino, por exemplo, podem surgir sintomas como:

  • Pele ou lábios azulados;
  • Falta de ar;
  • Cansaço excessivo;
  • Pele ou olhos amarelados;
  • Palidez;
  • Diminuição da tolerância à exercícios físicos;
  • Hidrocefalia;
  • Arritmia cardíaca;
  • Obstrução intestinal;
  • Tosse produtiva e com sangue;
  • Chiado no peito;
  • Dor no peito;;
  • Dificuldade para aumentar de peso e crescer;
  • Falta de apetite;
  • Respiração rápida;
  • Inchaço das pernas e barriga.

Esses sintomas da dextrocardia podem surgir dependendo do outro órgão que se encontra na posição contrária do corpo, que geralmente são causados por outras condições congênitas, como o situs inversus ou a síndrome de Kartagener, que é uma doença genética caracterizada por alteração na organização dos cílios que revestem o trato respiratório. Entenda melhor o que é a síndrome de Kartagener

No caso de surgirem sintomas da dextrocardia, é importante consultar o pediatra, no caso de crianças, ou o cardiologista, no caso de adultos, para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da dextrocardia é feito pelo pediatra ou cardiologista, através do exame físico, análise dos sintomas e exames de imagem como raio X do tórax, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Outros exames que o médico pode solicitar exames como eletrocardiograma ou ecocardiograma.

Além disso, também pode ser solicitado pelo médico uma biópsia nasal ou o teste de óxido nítrico nasal para diagnosticar a síndrome de Kartagener.

Possíveis causas

As causas da dextrocardia não são totalmente conhecidas, no entanto, estão relacionadas a anormalidades no desenvolvimento do coração do bebê durante a gestação e geralmente está relacionada à história familiar dessa condição. 

Além disso, problemas no desenvolvimento em outros órgãos, como pulmões ou abdômen, podem fazer com que o coração seja deslocado para o lado direito do corpo, causando a dextrocardia.

Como é feito o tratamento

O tratamento da dextrocardia deve ser orientado pelo pediatra ou cardiologista. Nos casos do  coração se desenvolver do lado direito mas tem o funcionamento normal, geralmente, não é necessário fazer qualquer tipo de tratamento.

No entanto, nos casos de problemas no funcionamento do coração, por defeitos nos átrios, ventrículos ou válvulas cardíacos, ou mau posicionamento de artérias, o médico pode indicar a realização de uma cirurgia para corrigir o defeito. 

Além disso, dependendo dos sintomas apresentados, o médico pode indicar uso de remédios antibióticos para tratar infecções pulmonares, expectorantes ou mucolíticos para ajudar a eliminar o catarro, além de diuréticos ou anti-hipertensivos, por exemplo. 

No caso de obstrução intestinal, também pode ser indicado pelo médico a realização de cirurgia, pois é uma situação grave que pode colocar a vida em risco. Saiba como é feita a cirurgia para desobstruir o intestino.  

Possíveis complicações 

A dextrocardia pode causar algumas complicações como pneumonias frequentes, obstrução intestinal ou insuficiência cardíaca. 

Além disso, no caso da dextrocardia causada pela síndrome de Kartagener, podem ocorrer pneumonias frequentes, sinusites recorrentes, ou até infertilidade em homens.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Drª. Ana Luiza Lima - Cardiologista, em março de 2022.

Bibliografia

  • LEUNG, A. K.; ROBSON, W. L. Dextrocardia with situs [corrected] solitus. CMAJ. 175. 3; 244, 2006
  • QUEIROZ, R. M.; FILHO, F. B. Kartagener's syndrome. Pan Afr Med J. 29. 160; 2018
Mostrar bibliografia completa
  • NAIR, R.; MUTHUKURU, S. R. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Dextrocardia. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK556074/>. Acesso em 14 fev 2022
Revisão médica:
Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista
Médica Cardiologista, formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional nº CRM/PE – 16886.