Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser o corrimento branco e o que fazer

O corrimento branco quando acompanhado de cheiro e consistência diferente do costume pode ser sinal de infecção vaginal como candidíase ou de alguma alteração na flora vaginal normal como a vaginose bacteriana. Nestes casos, o corrimento vem acompanhado de outros sintomas, como ardência e coceira vaginal, sendo recomendado consultar o médico ginecologista logo que possível, para que este possa recomendar o melhor tratamento.

Porém, nem todo o corrimento é sinal de doença ou infecção, pois é normal na mulher existir a saída de pequenas quantidades de secreção branca ou transparente, fluida e sem odor, que mantêm a lubrificação vaginal. Além disso, o corrimento semelhante à clara do ovo pode indicar o período fértil da mulher.

O que pode ser o corrimento branco e o que fazer

Principais causas do Corrimento Branco

O corrimento branco tipo leite coalhado quando acompanhado de outros sintomas como coceira, vermelhidão e sensação de queimação na região da vulva e vagina pode ter diferentes causas, que incluem:

1. Candidíase Vaginal

A candidíase vaginal é uma infecção muito comum na mulher que surge devido ao desenvolvimento do fungo do gênero Candida sp., mais frequentemente Candida albicans, que além do corrimento de cor branca causa também coceira na região genital, ardor ao urinar, dor durante o contato íntimo e vermelhidão na região íntima.

Como tratar: O tratamento para candidíase é feito com o uso de remédios antifúngicos, em comprimidos, pomada ou comprimidos vaginais, como o Fluconazol. O tratamento pode durar entre 3 a 7 dias e deve ser recomendado pelo ginecologista. Entenda melhor como é feito o tratamento da candidíase.

2. Vaginose bacteriana

A Vaginose bacteriana é uma alteração na flora vaginal normal, onde existe um maior desenvolvimento da bactéria Gardnerella vaginalis, que pode causar corrimento de cor branca, cinza ou amarela, cheiro desagradável semelhante a cheiro de peixe podre, coceira e ardência na região genital. Saiba como identificar os sintomas de vaginose bacteriana.

Como tratar: O tratamento para a infecção por Gardnerella vaginalis é feito por meio do uso do antibiótico Metronidazol, que deve ser recomendado pelo ginecologista. Além disso, durante o período de recuperação, é recomendado o uso de preservativo e cuidados relacionados relacionados com a higiene.

3. Corrimento branco antes da menstruação

É normal que antes de menstruar a mulher apresente corrimento branco e grosso, sendo considerado parte do ciclo menstrual. Esse corrimento não tem cheiro, não está associado a nenhum outro sintoma e aparece com o objetivo de impedir o deslocamento do espermatozoide e posterior fecundação do óvulo e também como forma de proteger o organismo da mulher e de promover a lubrificação.

No entanto, se antes da menstruação surgir corrimento amarelo, marrom ou rosa, além de outros sintomas, é importante ir ao ginecologista para que seja feita avaliação da região genital e seja indicada a realização de exames, pois pode ser sinal de infecção vaginal ou infecções sexualmente transmissíveis, sendo necessário tratamento. Veja qual o tratamento mais adequado para cada tipo de corrimento.

Cuidados para evitar o Corrimento Branco

Como o corrimento branco pode ser indicativo de infecções, é importante que a mulher tenha alguns cuidados para evitar alteração na microbiota vaginal e desenvolvimento da infecção, como por exemplo:

  1. Evitar ficar com a roupa íntima úmida ou molhada;
  2. Não usar calcinhas de material sintético, optando pelas peças de algodão;
  3. Usar roupas leves e evitar as calças jeans e shorts muito apertados;
  4. Evitar os alimentos doces e os ricos em carboidratos, pois diminuem a imunidade potenciando o surgimento de infecções;
  5. Não usar as duchas vaginais diretamente sobre a região genital e lavar a região externa da vagina usando um sabonete íntimo;
  6. Dormir sem calcinha;
  7. Depois de evacuar, limpar sempre no sentido da frente para trás, para evitar que as bactérias fecais entrem na vagina e provoquem infecções.

Além disso, os lenços umedecidos perfumados ou o papel higiênico com perfume também podem prejudicar a saúde íntima da mulher, aumentando o risco do desenvolvimento de infecções. Confira como deve ser feita a higiene íntima para evitar infecções.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem