Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Causas comuns de Corrimento Amarelado

A presença de corrimento amarelado com cheiro fétido não é normal e pode ser indicativo tricomoníase, por exemplo, que é uma doença sexualmente transmissível que na mulher pode ainda haver dor durante o contato íntimo e ardor ao urinar. Veja como identificar a tricomoníase.

O diagnóstico da causa do corrimento amarelo é feito pelo urologista, no caso dos homens, e pelo ginecologista, no caso das mulheres, por meio do exame papanicolau ou observação da secreção vaginal. Assim que for feito o diagnóstico, é importante iniciar o tratamento, que normalmente é feito com Metronidazol ou Secnidazol, já que a tricomoníase aumenta o risco de outras infecções, inclusive a AIDS.

Causas comuns de Corrimento Amarelado

Principais causas

A principal causa de corrimento amarelado é a tricomoníase, no entanto outras doenças sexualmente transmissíveis , como a gonorreia e a clamídia, por exemplo, também podem causar corrimento amarelo. Tanto a gonorreia quanto a clamídia também cursam com dor ao urinar e dor durante o contato íntimo e o tratamento pode ser feito com antibióticos. Saiba mais sobre a clamídia.

No homem, o corrimento amarelo também pode ser indicativo de tricomoníase, gonorreia ou clamídia e, apesar de não ser acompanhado de outros sintomas, o homem pode apresentar dor ao urinar e inchaço nos testículos.

No caso das mulheres, caso o corrimento amarelo não apresente odor corresponde a uma situação normal, principalmente se a mulher estiver em idade fértil. Isso porque as glândulas do colo do útero liberam um muco transparente que em contato com o ar pode adquirir a cor amarelada. Este corrimento amarelado sem cheiro pode ser mais frequente antes da menstruação. Entenda o que quer dizer cada cor de corrimento vaginal.

Corrimento amarelado na gravidez

Durante a gravidez, o corrimento amarelado pode ser causado também pela tricomoníase, o que pode resultar em parto prematuro ou recém-nascido com baixo peso. Veja quais são as possíveis causas de corrimento na gravidez e quando pode ser grave.

Assim, é importante que a mulher consulte o ginecologista ou obstetra para que possa ser feito o melhor tratamento, que pode ser feito com o uso de Metronidazol ou Tinidazol, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para o corrimento amarelo esverdeado com odor fétido causado pela tricomoníase, tanto no homem como na mulher, pode ser feito com o uso de medicamentos antibióticos e antiparasitários como o Metronidazol, Secnidazol ou Tinidazol. Já o tratamento para o corrimento amarelado causado pela gonorreia ou clamídia pode ser feito com antibióticos como a Ceftriaxona, Azitromicina ou Ciprofloxacino, por exemplo, sempre com a recomendação médica.

O parceiro também deve fazer o tratamento, mesmo que não apresente sintomas, para evitar que a pessoa seja contaminada novamente. O tratamento do corrimento amarelado na mulher deve ser indicado pelo ginecologista e no homem pelo urologista. Veja alguns remédios para corrimento.

Durante o tratamento, é recomendado:

  • Utilizar camisinha para não contaminar o parceiro;
  • Evitar fazer duchas vaginais porque as duchas removem a camada bacteriana da região íntima responsável por proteger essa região de infecções;
  • Evitar usar perfumes ou sprays de higiene íntima, pois alteram o pH vaginal;
  • Usar roupa íntima de algodão, porque o algodão não causa irritação;
  • Evitar usar calças ou shorts apertados, preferindo usar saias ou vestidos para permitir arejar a região.

Outra dica para o tratamento do corrimento amarelo é evitar absorventes internos, preferindo os externos.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...