Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Contágio do herpes zoster: Como se pega e quem tem mais Risco

O herpes zoster não pode ser transmitido de uma pessoa para outra, no entanto, o vírus que provoca a doença, e que também é responsável pela catapora, pode, através do contato direto com as lesões que surgem na pele ou com suas secreções.

Porém, o vírus só é transmitido para quem nunca pegou catapora antes e também não fez a vacina contra a doença. Isso porque, quem já foi infectado pelo vírus em algum momento da vida, não pode voltar a ser infectado, já que o corpo produz anticorpos contra uma nova infecção.

Contágio do herpes zoster: Como se pega e quem tem mais Risco

Como se pega o vírus do herpes zoster

O risco de passar o vírus do herpes zoster é maior quando ainda existem bolhas na pele, pois o vírus se encontra nas secreções liberadas pelas feridas. Assim, é possível pegar o vírus quando se:

  • Toca nas feridas ou nas secreções liberadas;
  • Veste roupas que foram usadas por alguém infectado;
  • Usa uma toalha de banho ou outros objetos que tenham entrado em contato direto com a pele de alguém infectado.

Dessa forma, quem tem herpes zoster deve ter alguns cuidados para evitar passar o vírus, especialmente se existir alguém próximo que nunca teve catapora. Alguns desses cuidados incluem lavar as mãos regularmente, evitar coçar as bolhas, cobrir as lesões da pele e nunca compartilhar objetos que tenham estado em contato direto com a pele.

O que acontece quando o vírus é transmitido

Quando o vírus passa para outra pessoa, não provoca o herpes zoster, mas sim catapora. O herpes zoster só se aparece em quem já teve catapora anteriormente, em algum momento da vida, e quando o sistema imune está enfraquecido e, é por essa razão que não se pode pegar o herpes zoster de outra pessoa.

Isso acontece porque, depois de se ter catapora, o vírus fica adormecido dentro do corpo e pode voltar a acordar quando o sistema imune está enfraquecido por uma doença, como uma gripe grave, uma infecção generalizada ou uma doença autoimune, como AIDS, por exemplo. Quando volta a acordar, o vírus não dá origem à catapora, mas sim ao herpes zoster, que é uma infecção mais grave e que causa sintomas como sensação de queimação na pele, bolhas na pele e febre persistente.

Saiba mais sobre o herpes zoster e quais os sintomas que deve estar atento.

Quem tem maior risco de pegar o vírus

O risco de pegar o vírus que causa o herpes zoster é maior em pessoa que nunca tiveram contato com a catapora. Assim, os grupos de risco incluem:

  • Bebês e crianças que nunca tiveram catapora;
  • Adultos que nunca tiveram catapora;
  • Pessoas que nunca tiveram catapora nem fizeram a vacina contra a doença.

No entanto, mesmo que o vírus seja transmitido, a pessoa não irá desenvolver herpes zoster, mas sim catapora. Anos mais tarde, caso tenha o sistema imune comprometido, é que poderá surgir o herpes zoster.

Veja quais os primeiros sinais que podem indicar que se pegou catapora.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...