Condromalácia patelar: o que é, sintomas, causas e tratamento

A condromalácia patelar, também chamada de condropatia patelar, é um desgaste da articulação do joelho que leva ao aparecimento de alguns sintomas como dor profunda no joelho e em volta da rótula ao realizar determinados movimentos.

A condromalácia patelar pode acontecer devido à realização de movimentos repetitivos com o joelho, excesso de peso ou ser consequência de lesões no joelho, sendo importante consultar o ortopedista para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequados, que pode envolver o uso de anti-inflamatórios, fisioterapia e, em alguns casos, cirurgia.

Condromalácia patelar: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas da condromalácia patelar surgem devido ao desgaste da cartilagem da articulação do joelho, sendo os principais:

  • Dor no joelho ao subir e descer escadas, correr ou levantar-se da cadeira, por exemplo;
  • Dor em volta da rótula do joelho especialmente ao dobrar a perna;
  • Ardência ou dor no joelho ao ficar com a perna dobrada por algum tempo;
  • Sensação de crepitação (ter areia dentro do joelho) ou estalos no joelho;
  • Joelho um pouco mais inchado.

Na presença desses sinais e sintomas, é importante que o ortopedista seja consultado, pois assim é possível que seja feita uma avaliação dos sintomas e seja realizado um exame físico, além de ser indicada a realização de exames de imagem, como raio-X e ressonância magnética, para confirmar o diagnóstico e, assim, indicar o tratamento mais adequado.

Causas de condromalácia patelar

A condromalácia patelar pode acontecer como consequência do envelhecimento, já que é normal observar o desgaste das articulações ao longo do tempo. Além disso, a falta de atividade física pode também aumentar o risco de condromalácia patelar, já que há maior enfraquecimento do músculo quadríceps, o que também pode estar relacionado com o desenvolvimento da alteração.

Esse desgaste também pode acontecer devido ao excesso de peso, realização de movimentos repetitivos com o joelho, prática de atividades físicas de alto impacto, desalinhamento do joelho e lesões no joelho. Conheça outras causas de dor no joelho.

Condromalácia patelar: o que é, sintomas, causas e tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento para condromalácia depende da causa e grau do desgaste da cartilagem, podendo ser indicado pelo ortopedista o uso de remédios, realização de exercícios de fortalecimento do músculos da perna, sessões de fisioterapia e, nos casos mais graves, realização de cirurgia.

Durante o tratamento, é importante evitar usar sapatos com salto alto, não cruzar as pernas quando sentado, manter boa postura, evitar subir rampas ou fazer exercícios em locais íngremes, além de ser recomendado emagrecer, caso essa seja uma das causas da condromalacia, para diminuir o peso sobre o joelho. É importante também usar sapatos que apoiem bem os pés, evitando impacto desnecessário nos joelhos.

A condromalacia patelar tem cura quando a pessoa faz o tratamento de forma correta, sendo possível alcançar a cura em algumas semanas. Para alcançar a cura, é importante desinflamar a região, recuperar a integridade da articulação, fortalecer e alongar os músculos da perna e adequar o posicionamento da rótula e dos pés.

1. Remédios

Os remédios indicados no tratamento da condromalácia tem como objetivo promover o alívio da dor e desconforto, podendo ser recomendado o uso de medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos em forma de comprimido ou pomada, que deve ser aplicada diretamente no local da dor.

Normalmente os medicamentos são indicados por 7 dias, logo no início do tratamento para aliviar a dor e facilitar a movimentação, mas não devem ser usados por mais tempo porque podem prejudicar o estômago. Além disso, antes de tomar qualquer anti-inflamatório é indicado tomar um protetor gástrico, para proteger as paredes do estômago. Tomar o remédio após as refeições também ajuda a diminuir o desconforto gástrico que ele pode provocar.

As pomadas podem ser usadas 2 ou 3 vezes por dia, com uma pequena massagem, até que seja totalmente absorvida pela pele. Aplicar a pomada após um banho morno pode aumentar a sua eficácia, porque faz com que ela seja mais facilmente absorvida.

2. Fisioterapia

A fisioterapia pode ser indicada com o objetivo de promover o alongamento dos músculos da parte de trás da coxa e fortalecimento dos músculos da perna, especialmente dos músculos da parte da frente da coxa, podendo ser feita através de exercícios ou de equipamentos, como laser, ultrassom, cinesioterapia ou microcorrentes, por exemplo.

3. Cirurgia

A cirurgia é normalmente indicada nos casos mais graves de condromalácia patelar, em que não há melhora dos sintomas mesmo após o uso de remédios e realização de fisioterapia. Dessa forma, pode ser indicado pelo médico a realização da artroscopia, que consiste em um pequeno procedimento cirúrgico realizado para observar as estruturas no interior da articulação e reparar a lesão. Após a artroscopia, é normalmente indicada a realização de fisioterapia para favorecer a recuperação e melhorar a amplitude dos movimentos do joelho. Entenda o que é a artroscopia e como é a recuperação após a cirurgia.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SILVA, MARIA RACHEL P.; MEJIA, DAYANA PRISCILA M. Fortalecimento muscular em pacientes com condromalácia patelar. Disponível em: <https://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/97/342-Fortalecimento_muscular_em_pacientes_com_condromalYcia_patelar.pdf>. Acesso em 17 Mai 2021
  • PINHEIRO, Maria M. G.; CAVALCANTE, Jurandir F.; JUNIOR, Antônio O. C. et al. Condromalácia patelar e treinamento resistido: um estudo de caso. Coleção Pesquisa em Educação Física - vol.17, n.4, 2018. Vol 17. 4 ed; 43-52, 2018
Mais sobre este assunto: