Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar pólipos na vesícula

O tratamento para pólipos na vesícula biliar geralmente é iniciado com exames frequentes de ultrassom, no consultório do gastroenterologista, para avaliar se os pólipos estão aumentando de tamanho ou de número.

Assim, se durante as avaliações o médico identificar que os pólipos estão crescendo muito rápido, pode ser necessário fazer uma cirurgia para retirar a vesícula e evitar o desenvolvimento de câncer biliar. Já se os pólipos se mantiverem do mesmo tamanho, pode não precisar fazer nenhum tratamento.

Normalmente, os pólipos vesiculares não apresentam sintomas e, por isso, são descobertos acidentalmente durante exames de ultrassonografia abdominal, durante o tratamento de cólicas ou pedras na vesícula, por exemplo. No entanto, em alguns casos podem surgir sintomas como náuseas, vômitos, dor abdominal a direita ou pele amarelada.

Quando fazer o tratamento dos pólipos na vesícula

O tratamento para os pólipos na vesícula biliar está indicado nos casos em que as lesões apresentam um tamanho superior a 10 mm, pois têm maior risco de virar câncer. Além disso, o tratamento também está indicado quando os pólipos, independentemente do tamanho, são acompanhados de pedras na vesícula, pois ajuda a evitar o surgimento de novas crises.

Nestes casos, o gastroenterologista pode recomendar que o paciente faça uma cirurgia para remover completamente a vesícula biliar, chamada de colecistectomia, e evitar o desenvolvimento das lesões para câncer. Saiba como é feita a cirurgia em: Cirurgia de vesícula.

Alimentação para evitar a dor

A alimentação para pacientes com pólipos na vesícula deve ter pouca ou nenhuma gordura, evitando ao máximo comer proteínas de origem animal, que possuem gordura naturalmente, como carnes e até peixes gordos como salmão ou atum. Além disso a preparação dos alimentos deve ser baseada no cozimento com água e nunca em frituras, assados ou alimentos com molhos.

Dessa forma, o trabalho da vesícula é menos requisitado diminuindo seus movimentos, e como consequência a dor. Porém a alimentação não diminui nem aumenta a formação dos pólipos.

Saiba como deve ser em detalhes a alimentação quando se tem problemas na vesícula, em:

Confira todas as dicas em: Dieta na crise de vesícula.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...