Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

4 formas práticas de tirar espinha de peixe da garganta

A presença de uma espinha na garganta pode causar bastante incômodo e até provocar alguma preocupação.

Na maior parte das vezes, a espinha é pequena e, por isso, o próprio corpo acaba por empurrá-la para fora dos tecido sem causar dano à saúde. No entanto, quando a espinha é grande existe algum risco de causar lesão na garganta e até infeccionar. Nesses casos, pode-se tentar remover a espinha com cuidado, caso esteja visível ou, então, ir ao hospital para que seja retirada corretamente.

Nos casos em que a espinha é pequena e apenas causa algum incômodo existem algumas formas caseiras para tentar acelerar a sua remoção. Depois da remoção da espinha é normal que a garganta fique irritada e dolorida , por isso confira alguns remédios caseiros que pode usar para aliviar a dor de garganta.

4 formas práticas de tirar espinha de peixe da garganta

1. Comer uma banana

Uma forma simples de tirar uma pequena espinha de peixe presa na garganta é comer uma banana, porque ela é macia e provavelmente não irá machucar o esôfago quando passar por ele. Ao passar pela espinha, os pedaços de banana irão grudar na espinha e empurrá-la até ao estômago, onde acabará sendo dissolvida pelo ácido gástrico.

2. Tossir

A tosse é o primeiro mecanismo de defesa do corpo contra alterações na garganta e vias respiratórias, pois tossir empurra ar com força suficiente para deslocar qualquer corpo estranho, como uma espinha.

Assim, no momento é importante seguir o instinto de tossir, pois poderá ajudar a liberar a espinha da garganta, provocando uma sensação de alívio imediato.

3. Comer pão ou arroz cozinhado

Esta técnica funciona de forma semelhante à da banana, para isso deve-se pegar num pedaço de pão e depois mergulhar em leite. Quando estiver bem molhado, deve-se espremer o pão e fazer uma pequena bola que possa ser engolida inteira. Depois de engolido, o pão gruda na espinha e ajuda a empurrá-la para o estômago.

Outros alimentos que podem ser ingeridos para soltar a espinha são o arroz bem cozinhado ou a batata, pois, embora sejam moles, conseguem grudar na espinha.

4. Beber um pouco de azeite

Ao contrário da água, o azeite não é facilmente absorvido e, por isso, ajuda a hidratar bem as paredes da garganta por mais tempo, podendo fazer com que os movimentos naturais do esôfago empurrem a espinha para fora.

Assim, é melhor beber um pouco de azeite do que água, já que é mais lubrificante. Caso não se consiga beber o azeite puro, também é possível beber uma mistura de água com um pouco de azeite, por exemplo.

O que não fazer

É importante evitar o uso de qualquer tipo de utensílio ou até os dedos para remover uma espinha que não está visível, pois podem surgir lesões na parede do esôfago, que acabam causando mais desconforto e aumentam o risco de infecção.

Quando ir ao médico

É importante ir ao pronto-socorro sempre que não se consegue retirar a espinha com nenhuma destas técnicas, mas também quando surge:

  • Dor muito intensa;
  • Sangramento intenso;
  • Dificuldade para respirar.

Geralmente, o médico consegue remover a espinha utilizando pinças especiais, no entanto, nos casos mais difíceis pode ser necessário fazer uma pequena cirurgia para retirar a espinha. Nestes casos, normalmente não é preciso ficar internado, pois é uma cirurgia muito simples que, por vezes, nem inclui cortes na pele.

Sintomas de espinha na garganta

Os sintomas de espinha na garganta podem ser dor, desconforto e sensação de que algo está preso na garganta. Nos casos mais graves, os sintomas podem também incluir sangue na saliva e dificuldade para engolir ou respirar e, por isso, se não for possível solucionar este problema em casa, é recomendado ir ao pronto-socorro.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem