Como engravidar mais rápido: 6 dicas comprovadas

Para engravidar mais rápido algumas dicas, como ter relações durante o período fértil, manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos regularmente, ajudam a aumentar a fertilidade no homem e na mulher, por exemplo.

Além disso, alguns hábitos devem ser evitados, como consumir  bebidas alcoólicas ou fumar, já que podem aumentar os radicais livres e diminuir a fertilidade, dificultando a gravidez além de aumentar o risco de malformações no bebê.

No entanto, caso a dificuldade para engravidar se mantenha por muito tempo, é importante consultar um ginecologista, que vai identificar as causas da infertilidade e indicar o tratamento mais adequado. Veja as principais causas de infertilidade no homem e na mulher.

1. Ter relações no período fértil

Ter relações no período mais fértil, que são os 3 dias antes e os 3 dias depois da ovulação, facilita a gravidez. Para identificar o período fértil, a mulher que tem o ciclo regular de 28 dias, por exemplo, deve contar 14 dias a partir do primeiro dia da menstruação, e este será o dia mais fértil.

Se a menstruação iniciar no dia 1 de outubro, o dia mais fértil será no dia 14 e o período mais fértil será entre os dias 11 e 17 de outubro, por exemplo.

Já para mulheres que não possuem ciclos menstruais regulares, pode-se calcular o período fértil, considerando os 3 últimos ciclos ou o ciclo anual. Veja como calcular o período fértil nos ciclos irregulares.

Para saber quando é o seu período fértil, por favor insira os dados na nossa calculadora:

Erro
Erro

Para saber o período fértil, pode-se também usar o teste de ovulação, um teste que detecta o aumento da concentração do hormônio luteinizante, o LH, na urina, ajudando a descobrir o melhor período para engravidar. Saiba como usar o teste de ovulação.

2. Manter uma alimentação saudável

Manter uma alimentação saudável e variada mantém a saúde geral, ajudando a melhorar a fertilidade.

Assim, é recomendado priorizar o consumo de alimentos naturais e saudáveis como:

  • Cereais integrais, como arroz integral, pão integral, macarrão integral e aveia;
  • Leguminosas, como feijão, lentilha, grão-de-bico e soja;
  • Frutas frescas, como mamão, laranja, tangerina, manga, goiaba e caju;
  • Legumes e hortaliças, como quiabo, espinafre, abóbora, chuchu e maxixe;
  • Proteínas magras, como frango, peixe, frutos do mar, peru, ovos e tofu;
  • Laticínios, como leite, queijos e iogurte;
  • Gorduras saudáveis, como azeite, óleo de abacate e óleo de linhaça;
  • Oleaginosas e sementes, como amendoim, castanha-do-pará e sementes de abóbora.

É importante também evitar alimentos ricos em açúcar e gordura, como bolachas, salgadinhos, sorvetes e fast food, já que esses alimentos promovem a inflamação das células, dificultando a fertilidade. Veja como fazer uma dieta para melhorar a fertilidade.

3. Fazer exercícios físicos regularmente

Fazer exercícios físicos regularmente ajuda a engravidar porque melhora a circulação sanguínea, aumenta a produção e a qualidade dos espermatozoides, diminui a ansiedade e o estresse, e ajuda no equilíbrio hormonal.

Para isso, deve-se praticar pelo menos 30 minutos de exercícios físicos, pelo menos 3 vezes na semana, incluindo caminhada, musculação, corrida ou natação, por exemplo.

No entanto, é importante lembrar que o excesso de atividade física pode inibir a ovulação e diminuir os níveis do hormônio progesterona, atrapalhando a fertilidade. Por isso, é importante evitar fazer atividade física intensa por mais de 5 horas por semana.

4. Não fumar

O fumo dificulta a gravidez, porque aumenta a produção de radicais livres que causam o envelhecimento dos ovários e diminui a quantidade de óvulos na mulher. Além disso, o fumo diminui a quantidade e a qualidade dos espermatozoides nos homens.

É importante lembrar que mulheres e homens que inalam a fumaça do tabaco consumido por outras pessoas, conhecido como fumo passivo, também podem ter menor fertilidade.

5. Ter o peso adequado

Ter o peso adequado, que é calculado através do índice de massa corporal, ou IMC, é fundamental para melhorar a fertilidade, ajudando a engravidar rápido.

O excesso de peso altera a produção do hormônio estrogênio na mulher, alterando a ovulação e dificultando a gravidez. Já o excesso de peso no homem diminui os níveis de testosterona e aumenta os de estradiol no organismo, prejudicando a qualidade, a produção e as funções dos espermatozoides.

No entanto, ter baixo peso também pode dificultar a gravidez. Isso porque pessoas com baixo peso têm menos células de gordura, que são fundamentais para a produção de hormônios importantes para a fertilidade, como estrogênio, progesterona e testosterona.

Para saber o seu peso ideal, coloque seus dados na nossa calculadora a seguir:

Erro
anos
Erro
cm
Erro

6. Evitar bebidas alcoólicas

Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas ajuda a engravidar, porque o consumo regular de álcool pode alterar a quantidade, a qualidade e as funções do espermatozoides nos homens.

Já a ingestão frequente de bebidas alcoólicas pode alterar os níveis do hormônio luteinizante, que é o hormônio fundamental para a fertilidade da mulher, dificultando, assim, a gravidez.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em outubro de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • BOUTARI, Chrysoula et al. The effect of underweight on female and male reproduction. Metabolism. Vol.107. 1-14, 2020
  • UNIVERSITY OF PENNSYLVANIA. What's the Link Between Obesity and Infertility?. Disponível em: <https://www.pennmedicine.org/updates/blogs/fertility-blog/2014/may/whats-the-link-between-obesity-and-infertility>. Acesso em 28 out 2022
Mostrar bibliografia completa
  • UNITED STATES FOOD AND DRUG ADMINISTRATION. How Smoking Affects Reproductive Health. Disponível em: <https://www.fda.gov/tobacco-products/health-effects-tobacco-use/how-smoking-affects-reproductive-health#:~:text=Research%20shows%20that%3A,may%20negatively%20affect%20hormone%20production.&text=Smoking%20and%20exposure%20to%20tobacco%20smoke%20can%20harm%20the%20reproductive%20system>. Acesso em 28 out 2022
  • BUNDHUN, K, Pravesh et al. Tobacco smoking and semen quality in infertile males: a systematic review and meta-analysis. BMC Public Health. Vol.19. 36.ed; 19-36, 2019
  • THE AMERICAN SOCIETY FOR REPRODUCTIVE MEDICINE. Optimizing natural fertility: a committee opinion. 2022. Disponível em: <https://www.asrm.org/globalassets/asrm/asrm-content/news-and-publications/practice-guidelines/for-non-members/optimizing_natural_fertility.pdf>. Acesso em 28 out 2022
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • ALIMENTOS PARA AUMENTAR A FERTILIDADE

    07:46 | 159942 visualizações
  • PERÍODO FÉRTIL: Como calcular

    03:38 | 2508413 visualizações