Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

8 formas de aliviar a dor durante o trabalho de parto

A dor do trabalho de parto é causada pelas contrações do útero e pela dilatação do colo uterino, sendo parecida com uma cólica menstrual intensa que vai e volta, começando mais fraca e aumentando a intensidade aos poucos. 

No trabalho de parto, a dor pode ser aliviada por meio de recursos naturais, ou seja, sem tomar medicamentos, com formas de relaxamento e respiração. O ideal é que a mulher, e quem vai acompanhá-la, conheçam durante o pré-natal essas possibilidades, para que elas possam ser melhor utilizadas no momento do trabalho de parto.

Ainda que a dor não seja completamente eliminada, muitos instrutores de pré-natal sugerem recorrer a alguns desses recursos para a mulher se sentir mais confortável durante o trabalho de parto.

8 formas de aliviar a dor durante o trabalho de parto

Existem alguns métodos alternativos de baixo custo, acessíveis e possíveis na maioria dos locais onde o parto possa ocorrer para aliviar a dor no parto:

1. Ter um acompanhante

A mulher tem o direito de ter um acompanhante na hora do parto, seja o parceiro, os pais ou alguma pessoa querida.

Uma das funções do acompanhante é ajudar no relaxamento da gestante, e uma das formas de fazer isso é por meio de massagens com movimentos circulares nos braços e nas costas durante o trabalho de parto.

Uma vez que as contrações são esforços musculares que deixam a mulher inteiramente tensionada, realizar massagens entre as contrações aumenta o conforto e o relaxamento.

2. Mudar de posição

Evitar deitar com as costas retas e ficar na mesma posição por mais de 1 hora pode ajudar a aliviar a dor durante o parto. Estar deitada é uma posição que obriga a mulher a fazer uma maior força abdominal do que ela faria sentada ou em pé, por exemplo, aumentando a dor.

Assim, a grávida pode escolher uma posição corporal que permita aliviar a dor, como:

  • Ajoelhar com o corpo inclinado sobre almofadas ou bola de parto;
  • Ficar de pé e apoiar-se no parceiro, abraçando o pescoço;
  • Posição de 4 apoios em cima da cama, fazendo força com os braços, como se estivesse empurrando o colchão para baixo;
  • Sentar no chão com as pernas abertas, dobrando as costas em direção aos pés;
  • Usar bola de pilates: a grávida pode sentar sobre a bola e fazer pequenos movimentos rotativos, como se estivesse a desenhar um oito sobre a bola. 

Além destas posições, a mulher pode usar uma cadeira para sentar-se em diferentes posições, identificando qual ajudaria a relaxar mais facilmente durante a contração. As instruções podem ser vistas na imagem abaixo.

8 formas de aliviar a dor durante o trabalho de parto
8 formas de aliviar a dor durante o trabalho de parto

3. Andar

Manter-se em movimento durante a primeira fase do trabalho de parto, além de estimular a dilatação, também alivia a dor, principalmente em posições de pé, pois auxiliam na descida do bebê pelo canal de parto.

Assim, andar ao redor do local onde estará acontecendo o parto pode diminuir o desconforto e ajudar a fortalecer e regular as contrações.

4. Fazer terapia com água morna

Sentar abaixo de um chuveiro com um jato de água em suas costas ou deitar em uma banheira de hidromassagem são opções que podem relaxar e aliviar a dor.

Nem todas as maternidades ou hospitais têm uma banheira ou chuveiro no quarto, portanto, para usar esse método de relaxamento durante o parto, é importante se organizar com antecedência para dar à luz em uma unidade que tenha esses equipamentos.

5. Aplicar calor ou frio

Colocar uma compressa de água quente ou um pacote de gelo nas costas pode reduzir a tensão muscular, melhorar a circulação e amortecer a dor. 

A água com temperaturas mais extremas dilata os vasos periféricos e redistribui o fluxo sanguíneo, promovendo relaxamento muscular. 

8 formas de aliviar a dor durante o trabalho de parto

6. Controlar a respiração

O tipo de respiração muda conforme o momento do parto, por exemplo, durante as contrações é melhor respirar lenta e profundamente, para oxigenar melhor o corpo da mãe e do bebê. Já no momento de expulsão, quando o bebê está saindo, é indicada a respiração mais curta e rápida.

Além disso, a respiração profunda também diminui a adrenalina, que é o hormônio responsável pelo estresse, ajudando a controlar a ansiedade, que muitas vezes intensifica a dor.

7. Fazer terapia com música

Ouvir as músicas preferidas em um fone de ouvido podem desviar a atenção da dor, diminuir a ansiedade e ajudar no relaxamento.

8. Fazer exercícios durante a gestação

A atividade física regular melhora a respiração e a musculatura da barriga, dando a mulher mais controle na hora do parto no que se refere ao alívio da dor.

Além disso, existem treinamentos para a musculatura do períneo e pélvica que promovem o alívio e diminuem as chances de lesões na hora da saída do bebê, pois fortalecem a região dos músculos da vagina, para torná-los mas flexíveis e fortes.

Veja exercícios para facilitar o parto normal.

Quando é necessário utilizar anestesia

Em alguns casos, quando os recursos naturais não são suficientes, a mulher pode recorrer a anestesia peridural, que consiste na administração de um anestésico na coluna, capaz de eliminar a dor da cintura para baixo, sem alterar o nível de consciência da mulher em trabalho de parto e, permitindo que a mulher assista ao parto não sentindo a dor das contrações.

Veja o que é e como é feita a anestesia peridural.

Bibliografia >

  • OSÓRIO, Samara; JÚNIOR, Lourival; NICOLAU, Ana. Avaliação da efetividade de métodos não farmacológicos no alívio da dor do parto. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste. 15. 174-184, 2014
  • DAVIM, Rejane; TORRES, Gilson; COSTA, Isabelle. Banho de chuveiro como estratégias não farmacológicas no alívio da dor de parturientes. . Revista eletrônica de enfermagem. 2008
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem