Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a Anestesia Peridural e para que serve

A anestesia peridural, ou epidural, é um tipo de anestesia que bloqueia a dor e as sensações de apenas uma região do corpo, geralmente da cintura para baixo. Ela é feita de forma que a pessoa possa se manter acordada durante a cirurgia, pois não afeta o nível de consciência, e costuma ser utilizado durante procedimentos cirúrgicos simples, como durante o parto normal ou em cirurgias pequenas, como ginecológicas ou estéticas, por exemplo.

Para realizar a peridural, é aplicado o medicamento anestésico na espaço vertebral para atingir os nervos da região, tendo uma ação temporária, controlada pelo médico. É feita em qualquer hospital com centro cirúrgico, pelo anestesista, e o seu preço é entre 400 e 1000 reais, o que é bastante variável a depender do médico e do hospital onde se realiza.

A anestesia peridural é parecida com a anestesia raquidiana, entretanto, enquanto na anestesia peridural o remédio anestésico é administrado no espaço ao redor do canal espinhal, em maior quantidade e por um catéter que fica nas costas, a anestesia raquidiana é aplicada dentro da coluna espinhal, de uma vez só e em menor quantidade. Além disso, quando é necessária uma anestesia mais profunda é indicada a anestesia geral. Saiba como funciona a anestesia geral e seus riscos.

O que é a Anestesia Peridural e para que serve

Como é feita

A anestesia peridural geralmente é utilizada em pequenas cirurgias, sendo muito comum durante o parto normal, pois evita a dor durante o trabalho de parto e não prejudica o bebê.

Durante a anestesia, o paciente permanece sentado e inclinado para a frente ou deitado de lado, com os joelhos e o queixo dobrado. Em seguida, o anestesista abre os espaços entre as vértebras da coluna vertebral com a mão, aplica um anestésico local para reduzir o desconforto e insere a agulha e um tubo fino de plástico, chamado de catéter, que passa através do centro da agulha.

Com o catéter inserido, o médico injeta através do tubo o remédio anestésico e, apesar de não doer, é possível sentir uma ligeira e suave picada quando a agulha é colocada, seguida de uma pressão e sensação de calor quando o remédio é aplicado. O médico poderá controlar a quantidade e a duração, sendo que, às vezes, é possível combinar a peridural com a raquidiana para se obter um efeito mais rápido.

O que é a Anestesia Peridural e para que serve
O que é a Anestesia Peridural e para que serve

Possíveis riscos

Os riscos da anestesia peridural são muito raros, no entanto, podem ocorrer calafrios, febre, infecção e dano no nervo próximo do local. Além disso, é também comum sentir dores de cabeça após acordar da cirurgia devido à anestesia. Saiba quais são os principais cuidados que se deve ter antes e após a cirurgia para evitar os riscos e se recuperar mais rápido.

Diferenças entre epidural e raquidiana 

A anestesia peridural é diferente da anestia raquidiana, porque são aplicadas em regiões diferentes: 

  • Peridural: a agulha não perfura todas as meninges e o anestésico é colocado fora do espaço em que está o líquido espinhal, e ela serve apenas para eliminar a dor;
  • Raquidiana: a agulha perfura todas as meninges e o anestésico é colocado no líquido que envolve a espinha, e ela serve para deixar a região dormente e paralisada. 

A peridural normalmente é usada no parto, porque permite que sejam utilizadas várias doses ao longo do dia, enquanto que a raquidiana é mais usada para realização de cirurgias, sendo usada apenas uma dose do medicamento anestésico. 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem