Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda porque comer comida queimada faz mal

O consumo de comida queimada pode fazer mal para a saúde devido à presença de uma substância química, conhecida como acrilamida, que aumenta o risco de desenvolver alguns tipos de câncer, especialmente nos rins, no endométrio e nos ovários.

Esta substância normalmente é usada na produção de papel e plástico, mas pode surgir naturalmente na comida quando é aquecida acima de 120ºC, ou seja, quando é frita, assada ou grelhada, por exemplo, produzindo a parte mais preta que se vê nos alimentos.

Além disso, a quantidade desta substância é maior em comidas ricas em carboidratos, como pão, arroz, macarrão, bolos ou batata. Isto acontece porque, quando queimados, os carboidratos reagem com a asparagina presente em alguns alimentos, produzindo acrilamida. Veja que outros alimentos contêm asparagina.

Entenda porque comer comida queimada faz mal

Riscos de comer carne queimada

Embora a carne não seja um alimento rico em carboidratos, quando queimada também pode ser prejudicial para a saúde. Isso acontece principalmente na carne grelhada, frita ou assada, pois é exposta a altas temperaturas que produzem alterações, originando um tipo de substâncias químicas que podem provocar câncer.

Outro problema é a fumaça que surge ao grelhar a carne, especialmente durante churrascos. Esta fumaça é causada pelo contato da gordura com as chamas e causa a formação de hidrocarbonetos, que são transportados pela fumaça para a carne e também aumentam o risco de desenvolver câncer.

Embora, na maior parte das vezes, estas substâncias não estejam em quantidade suficiente para causar câncer, quando consumidas regularmente podem aumentar o risco de câncer. Dessa forma, a carne grelhada, frita ou assada não deve ser consumida mais do que 1 vez por semana, por exemplo.

Como fazer comida mais saudável

As substâncias que aumentam o risco de câncer, normalmente, não estão presentes em alimentos crús ou cozidos em água. Além disso, produtos derivados do leite, carnes e peixes também apresentam níveis menores de acrilamida.

Por isso, para fazer uma alimentação saudável e com menor risco de câncer é aconselhado:

  • Evitar ingerir as partes queimadas dos alimentos, especialmente no caso de alimentos com muitos carboidratos, como pão, batata frita ou bolos;
  • Dar preferência para alimentos cozidos em água, pois produzem menos substâncias cancerígenas;
  • Preferir alimentos crus, como frutas e vegetais;
  • Evitar preparar alimentos a altas temperaturas, ou seja, evitar fritar, assar ou grelhar.

No entanto, sempre que for necessário fritar, grelhar ou assar alimentos é recomendado deixar que a comida fique apenas ligeiramente dourada, ao invés de marrom ou preta, pois diminui a quantidade de substâncias cancerígenas.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...