Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Comer carne de porco faz mal à saúde?

Comer carne de porco não faz mal para a saúde, desde que ela seja bem cozida, pois o cozimento adequado evita a transmissão da cisticercose, uma doença que pode atingir o sistema nervoso e causar convulsões e problemas mentais.

Além disso, este tipo de carne é rica em gorduras boas (insaturadas), que fazem bem ao coração, e contém menos colesterol que a carne de vaca, sendo uma boa opção numa dieta equilibrada.

No entanto, é preciso ter atenção em relação ao corte da carne, pois pedaços como bacon e costelinha são ricos em gorduras e, por isso, não são aconselhadas numa dieta de emagrecimento ou de manutenção do peso.

Entenda quando a carne de porco faz mal

Embora a carne de porco não faça mal para a saúde, ela não deve ser consumida em excesso, principalmente as partes gordurosas do animal. Assim, como toda carne vermelha, o ideal é que esta carne seja consumida apenas cerca de 2 a 3 vezes por semana, pois ao longo do tempo ela aumenta o risco de problemas no coração. Veja outras 5 razões para comer menos carne vermelha.

Como consumir carne de porcoComo consumir carne de porco

Como escolher a melhor carne de porco

É importante escolher carne de porco de origem conhecida, de preferência industrializada, em que os animais tenham a saúde controlada para evitar a transmissão de doenças.

Além disso, deve-se preferir os cortes com menos gordura, como a bisteca e o lombo, e evitar as partes muito gordurosas do porco, como bacon, toucinho, pernil e costelinha.

Como preparar a carne de forma saudável

Para preparar a carne de porco deve-se preferir os cortes magros e retirar toda a gordura visível antes da preparação, pois o cozimento faz com que a gordura penetre na carne, aumentando as calorias.

Também é importante preferir preparações cozidas ou assadas, evitando as frituras e o uso de molhos gordurosos, como molho branco e barbecue. Além disso, não é necessário lavar a carne antes do preparo, pois a água não elimina a contaminação por doenças, fazendo apenas que nutrientes importantes do alimento sejam perdidos.

Receita de lombo grelhado com iogurte e ervas

Embora escolher uma carne com menos gordura, como o lombo, possa parecer ter menos sabor, elas podem ser preparadas seguindo receitas como esta, que ajudam a acentuar o sabor sem prejudicar a saúde.

Esta receita dá para até 4 pessoas:

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de azeite;
  • 1 colher (de sopa) de molho de tomate;
  • ½ colher (de sopa) de cominhos moídos;
  • Suco de limão;
  • 1 dente de alho esmagado;
  • Pitada de pimenta;
  • 500 gramas de lombo de porco, aparado e sem gordura;
  • Sal e pimenta;
  • Sementes de sésamo;
  • Salsa fresca;
  • 1 colher (de chá) de mel;
  • 2 colheres (de sopa) de hortelã e cebolinho;
  • 85 gramas de iogurte natural

Como preparar

Misture o azeite com o molho de tomate, os cominhos, 1 colher de sopa de suco de limão, o alho, a pimenta, o sal e a pimenta, numa tigela. Coloque o lombo de porco cortado aos pedaços na mistura e envolva bem. Tampe a tigela e deixe a carne descansar na geladeira por, pelo menos, 2 horas.

Para preparar o molho, misture 2 colheres de suco de limão com o mel e o iogurte. Por fim, junte a hortelão e o cebolinho e tempere com sal e pimenta.

Para cozinhar a carne, retire da geladeira 15 minutos antes e depois grelhe com um pouco de azeite, virando de lado a cada 10 ou 12 minutos. Deite a carne grelhada num prato e deixe esfriar completamente. Depois coloque o molho sobre a carne e sirva.

Tabela nutricional dos cortes de porco

A informação nutricional para 100 gramas de cada corte de carne de porco é:

Tipo de corte de porcoCaloriasProteínasLípidos
Bisteca26020 g20 g
Chuleta33716,6 g30,1 g
Paleta39928,1 g31,8 g
Patas29915,8 g26,3 g
Pernil34015,2 g31 g

Grávidas podem comer carne de porco?

Mulheres grávidas podem consumir carne de porco normalmente, devendo apenas ter cuidado redobrado com a origem da carne, para evitar o consumo de animais contaminados com a cisticercose.

Outro cuidado importante é consumir carnes sempre bem cozidas ou bem assadas, pois o cozimento adequado elimina a cisticercose, além de lavar com bastante cuidado os vegetais que forem ser consumidos crus, pois eles também podem estar contaminados. Veja como prevenir a cisticercose.

Conheça os mitos e as verdade sobre as carnes vermelhas e brancas para fazer a melhor escolha para a sua saúde.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...