Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cisto de Tarlov: O que é, Tratamento e Gravidade

O cisto de Tarlov é normalmente encontrado num exame como a ressonância magnética feito para avaliar a coluna. Ele normalmente não causa sintomas, não é grave, nem necessita de tratamento cirúrgico, sendo totalmente benigno e não vira câncer.

O cisto de Tarlov é na verdade uma pequena dilatação cheia de líquido, localizado no sacro, entre as vértebras S1, S2 e S3, mais especificamente nas raízes nervosas da coluna, nos tecidos que revestem a medula.

O indivíduo pode ter apenas 1 cisto ou vários, e dependendo da sua localização pode ser bilateral e quando são muito grandes podem comprimir os nervos, causando alterações nervosas, como sensação de formigamento ou de choque, por exemplo.

Cisto de Tarlov: O que é, Tratamento e Gravidade

Sintomas do cisto de Tarlov

Em cerca de 80% dos casos, o cisto de Tarlov não apresenta nenhum sintoma, mas quando este cisto apresenta sintomas, eles podem ser:

  • Dor nas pernas;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Dor nas costas, no final da coluna;
  • Formigamento ou sensação de dormência no final da coluna e nas pernas;
  • Diminuição da sensibilidade no local afetado ou nas pernas;
  • Pode haver alterações no esfíncter, com risco de perda de fezes.

O mais comum é surgir apenas dor nas costas, com suspeita de hérnia de disco, e então o médico pede a ressonância e descobre o cisto. Estes sintomas estão relacionados com a compressão que o cisto faz sobre as raízes nervosas e partes ósseas dessa região.

Outras alterações que podem apresentar estes sintomas são a inflamação do nervo ciático e a hérnia de disco. Saiba como combater a dor ciática.

As causas do seu surgimento não são totalmente conhecidas, mas acredita-se que o cisto de Tarlov possa ser congênito ou esteja relacionado com algum traumatismo local ou uma hemorragia subaracnoidea, por exemplo.

Exames necessários

Normalmente o cisto de Tarlov é visto numa ressonância magnética mas o raio X simples também pode ser útil para avaliar a presença de osteófitos. Além disso, também é importante avaliar a presença de outras situações como hérnia de disco ou espondilolistese, por exemplo.

O ortopedista poderá solicitar outros exames como a tomografia computadorizada para avaliar o impacto desse cisto nos ossos à sua volta, e eletroneuromiografia pode ser solicitada para avaliar o sofrimento da raiz nervosa, mostrando a necessidade de cirurgia. Mas tanto a TC como a eletroneuromiografia só são solicitados quando a pessoa apresenta sintomas.

Tratamento para cisto de Tarlov

O tratamento que pode ser aconselhado pelo médico inclui a toma de remédios analgésicos, relaxante muscular, antidepressivos ou analgesia peridural o que pode ser suficiente para controlar os sintomas.

No entanto, a fisioterapia é especialmente indicada para combater os sintomas e melhorar a qualidade de vida da pessoa. O tratamento fisioterapêutico deve ser realizado diariamente com uso de aparelhos que aliviam a dor, calor e alongamentos para costas e pernas. A mobilização articular e neural também pode ser útil em alguns casos, mas cada caso deve ser avaliado pelo fisioterapeuta pessoalmente, porque o tratamento deve ser individualizado.

Veja alguns exercícios que além de serem indicados para dor ciática, também podem ser indicados para aliviar a dor nas costas causada pelo cisto de Tarlov:

EXERCÍCIOS PARA CURAR NERVO CIÁTICO INFLAMADO

2.1 milhões visualizações

Quando fazer cirurgia

A pessoa que possui sintomas e que não apresenta melhora com os remédios e a fisioterapia pode optar pela cirurgia como forma de solucionar seus sintomas.

No entanto, a cirurgia raramente é indicada mas pode ser feita para retirar o cisto através de uma laminectomia ou punção para esvaziamento do cisto. Normalmente ela é indicada para cistos com mais de 1,5 cm com alterações ósseas à sua volta.

Normalmente a pessoa não consegue se aposentar se apresentar somente esse cisto, mas pode ficar inapta para o trabalho se apresentar além do cisto, outras alterações importantes que impeçam ou dificultem a atividade laboral.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem